Jason Becker: ouça o teste para a banda de David Lee Roth

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Nacho Belgrande, Fonte: Playa Del Nacho
Enviar Correções  

Em meio ao oceano sem fim de gemas raras que a web nos presenteia, vez ou outra algo nos chama a atenção e merece uma nota.

publicidade

O que você pode apreciar ao fim dessa matéria é o áudio da audição do guitarrista JASON BECKER para a banda de DAVID LEE ROTH [VAN HALEN] em 1989.

Jason tinha por volta de apenas 20 anos então, e substituiria outro monstro do instrumento: STEVE VAI, que havia se transferido para o WHITESNAKE. Enquanto gravava o novo álbum de Lee Roth "A Lil’ Ain’t Enough" [lançado em 1991], ele começou a sentir uma certa parestesia em sua perna esquerda. Ele seria logo diagnosticado com esclerose lateral amiotrófica, também conhecida como doença de Lou Gehrig, e dado de três a cinco anos de vida.

publicidade

Jason mal conseguiu acabar de gravar o disco, e para tanto, teve que usar um encordamento bem mais fino, dentre outras técnicas. Ainda assim, ele não conseguiu excursionar para promover o trabalho, sendo substituído pelo guitarrista JOE HOLMES, do LIZZY BORDEN.

Ouça Becker mandando ‘Yankee Rose’, do aclamado disco solo de DLR, ‘Eat’Em And Smile’. Foi uma das três músicas que ele executou na audição.

publicidade

publicidade




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Ultimate Classic Rock: as 25 músicas mais tristes da históriaUltimate Classic Rock
As 25 músicas mais tristes da história

System of a Down: casamento vai abaixo com Toxicity, vídeo viraliza e Serj divulgaSystem of a Down
Casamento vai abaixo com "Toxicity", vídeo viraliza e Serj divulga


Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin