Zakk Wylde: de frentista e jardineiro direto para o mundo de Ozzy

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Nacho Belgrande, Fonte: Playa Del Nacho
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 11/06/13. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?


Prestes a fazer seu show-tributo ao inovador das seis cordas LES PAUL na casa noturna Iridium Jazz Club em Nova Iorque [conhecido como “A Casa de Les Paul”], o guitarrista ZAKK WYLDE foi entrevistado pelo staff da revista GUITAR WORLD nessa última segunda-feira, 10 de junho.
2386 acessosOzzy: produtor confessa trambicagem na gravação de disco ao vivo5000 acessosFotos de Infância: Slayer

Wylde, que é conhecido por sua habilidade ao instrumento, rígida ética de trabalho e pela Gibson Les Paul com a pintura customizada bullseye, foi convidado recentemente para participar da atual celebração aos 98 anos de nascimento do falecido guitarrista, morto em 2009.

O Iridium celebra seu santo padroeiro, que tocou semanalmente na casa por mais de uma década até sua morte, toda segunda à noite, convidando guitarristas para tocarem com um trio residente.

A aparição prolongada e Wylde na casa irá incluir dois shows adicionais – 11 e 12 de Junho – durante os quais ele tocará versões acústicas de seu próprio material, conduzirá sessões de perguntas e respostas e ler trechos de seu livro, “Bringing Metal To The Children: The Complete Berzerker’s Guide To World Tour Domination”, que foi lançado recentemente em formato popular sem capa dura.

O que segue abaixo é a tradução de alguns trechos da conversa.

GUITAR WORLD: Quando você pensa em Les Paul, qual a primeira coisa que lhe vem à mente?

Eu fiquei conhecendo Les Paul ao longo dos anos, e ele era um cara muito legal. As pessoas sempre pensam só na guitarra, mas Les era também um pensador e um inventor. Ele não era somente um guitarrista ativo e um artista fonográfico bem-sucedido, mas ele também foi quem inventou as gravações multipistas. Só isso teria sido um feito monumental, além de bolar a guitarra elétrica, é realmente fabuloso o quanto ele criou...

Vamos discutir como você conseguiu o teste com Ozzy...

Eu estava dando aulas de guitarra, trabalhando num posto de gasolina e cortando grama. Eu estava pegando qualquer coisa que me ajudasse a economizar dinheiro para comprar mais Les Pauls e Marshalls. Eu me lembro de que estava tocando em bares, ganhando pouco e daí ter que carregar toda minha tralha e ir pra casa. Mas eu adorava aquilo. Sempre foi divertido tocar na frente do público.

Certa noite, esse cara, Dave [Felitz] me viu tocando e perguntou se eu já tinha pensado em fazer um teste pro Ozzy. Primeiro achei que fosse apenas um idiota falando merda e querendo aparecer em cima do nome dos outros. Mas ele disse que tinha um amigo chamado Mark Weiss, um fotógrafo lendário que tinha acabado de tirar umas fotos de Ozzy alguns dias antes. Ele não podia prometer nada, mas ele me disse que se eu arrumasse uma foto e uma fita, ele as daria a Mark, que poderia levá-las à Sra. O.

Pra mim, sendo um enorme fã de Ozzy, conseguir a vaga foi como o personagem de Mark Wahlberg em “Rock Star”. Ter um altar praqueles caras pendurado na parede e daí, do nada, você está na banda. Estar com o Chefão e ficar ali onde Randy ficou é como torcer pelos Yankees e tocar no mesmo estádio onde todos seus heróis jogaram e vestir o mesmo uniforme que eles. [...]

Qual você acha que é o segredo pra longevidade de uma banda?

Todos os caras com os quais estive em bandas, sempre gostamos de estar na presença um do outro. Eu fui direto de tocar com caras com quem eu andava pra banda de Ozzy. Lá estava eu, um moleque de 20 anos com caras de 40 anos que me apadrinharam. Eles não me trataram como um novato e nunca houve nenhuma hostilidade. Nós só passávamos algum tempo juntos e era incrível. A mesma coisa vale pro Black Label Society. Os caras que estiveram nessa banda, sempre terão um lar. Ninguém sai ou é chutado.

Alguma chance de você sair em turnê com o Chefão de novo enquanto ele está excursionando com o Sabbath?

Seria ótimo poder ver o Black Sabbath toda noite! Se a Mamãe decidir nos mandar pra estrada, claro que iríamos!

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Ozzy OsbourneOzzy Osbourne
Produtor confessa trambicagem na gravação de disco ao vivo

3162 acessosOzzy Osbourne: escolhendo álbum do Alice in Chains no seu Top 102428 acessosOzzy Osbourne: em vídeo 3D, as mudanças em sua aparência0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Ozzy Osbourne"

Em 20/08/2005Em 20/08/2005
Iron Maiden é atacado com ovos no Ozzfest

Black SabbathBlack Sabbath
Iommi: "Certamente tenho orgulho do que nós fizemos!"

Ozzy OsbourneOzzy Osbourne
Qual a música mais assustadora da história para ele?

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Black Label Society"0 acessosTodas as matérias sobre "Ozzy Osbourne"

Fotos de InfânciaFotos de Infância
Os membros do Slayer muito antes da fama

Coincidência?Coincidência?
Riffs e trechos de músicas semelhantes no rock/metal

EmosEmos
23 músicas que já estiveram na sua playlist

5000 acessosLemmy Kilmister: A opinião da lenda sobre Sharon Osbourne e Iron Maiden5000 acessosGhost: qual a identidade secreta de Papa Emeritus?5000 acessosO amor: 10 músicas para roqueiros apaixonados4516 acessosTop 5 de Filmes: O Estranho Mundo de Rob Zombie3030 acessosLed Zeppelin: Pole Dance ao som de "I Can't Quit You Baby"5000 acessosAxl: chatice e as estranhas festas para impressionar o Metallica

Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online