Phil Anselmo: "Eu não tenho celular! Não sou um hipster!"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Nacho Belgrande, Fonte: Playa Del Nacho
Enviar correções  |  Comentários  | 

Com o recente lançamento de “Walk Through Exits Only”, PHIL ANSELMO tem estado em todo canto da mídia especializada em Metal.

309 acessosRex Brown: ouça "Buried Alive", do seu primeiro álbum solo5000 acessosKirk Hammett: "Mustaine toca rápido e eu, melódico"

Desde a promoção pré-venda do álbum até a divulgação da turnê pelos EUA que começa na semana que vem, a lenda tem dominado diariamente as manchetes dos sites musicais, o que implica em incautos fazendo sempre as mesmas perguntas sobre reunião do Pantera.

Sobrou então para uma publicação MUITO À FRENTE das demais, a METAL HAMMER, elaborar uma entrevista inteligente com o amigo dos cavalos.

Na nova edição da revista, nas bancas essa semana, Anselmo fala de seu novo álbum, sua vindoura turnê e muito mais, e é dessa prosa que retiramos o trecho traduzido abaixo:

[...]

MH: O que você acha do público nos shows de rock hoje em dia? Parece que ele bem por dizer é uma merda, todos comentando em seus celulares quando deveriam estar pulando do palco…

Anselmo: “Ah meu deus! A música “Battalion Of Zero”, quando eu digo “Hands Up, Hands Down” é sobre todo mundo ficar dedilhando com aquelas porras de telefones. Cara, isso me deixa puto pra caralho! Eu não manso mensagem de texto, eu nem tenho um celular! Não vou usar isso! Puta que pariu, cara, o que aconteceu com a porra das conversas e olhar na cara um do outro? A sociedade de hoje não é nem um pouco pra gente como eu. Eu não sou um hipster. Eu sei que vou ter que ter um eventualmente porque pro trabalho é loucamente importante e pra pessoas com filhos, mas todo mundo fica cutucando naquelas porras! Você não vai poder se lembrar do stage dive que você poderia ter dado!Não é a mesma coisa. Não há mais mosh pits pra valer nos EUA.” [...]

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

PanteraPantera
Não vai rolar reunião alguma, esqueça

309 acessosRex Brown: ouça "Buried Alive", do seu primeiro álbum solo475 acessosResenha - Great Southern Trendkill - Pantera1361 acessosPantera: Apenas Demonstração Vulgar0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Pantera"

MadonnaMadonna
Quando Pittman ensinou a ela um Riff do Pantera

Phil AnselmoPhil Anselmo
"Minha missão era matar o glam rock"

TatuagensTatuagens
Homenagens a Pantera e Dimebag na pele dos fãs

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Phil Anselmo"0 acessosTodas as matérias sobre "Pantera"

MetallicaMetallica
Kirk Hammet fala sobre Dave Mustaine e solos

AngraAngra
Banda errou na escolha de Fabio Lione?

ShamanShaman
Fernando Quesada desabafa sobre cena brasileira

5000 acessosMax Cavalera: triste ver uma banda tão importante virar uma merda5000 acessosUltimate Guitar: as 28 canções mais sombrias de todos os tempos5000 acessosDavid Bowie: a última foto pública e a última foto privada4862 acessosVinnie Paul: Pantera sem Dimebag mancharia legado da banda5000 acessosAC/DC: "riffs mais fáceis são os mais difíceis de escrever"5000 acessosMetallica: os 11 melhores clipes da banda

Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online