NIN: Trent Reznor pediu conselho a Bowie sobre vício em drogas

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Fernando Portelada, Fonte: New Music Express, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 12/08/13. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

O frontman do NINE INCH NAIL, Trent Reznor, disse que uma vez pediu conselhos a David Bowie sobre vício em drogas, enquanto estava em turnê com a icônica estrela.

5000 acessosPreços: quanto custa para contratar a sua banda favorita5000 acessosBruce Dickinson: vocalistas que ele respeita e admira

Reznor, que agora é sóbrio e pai de dois jovens garotos, admitiu que estava em seu ponto mais sombrio enquanto fazia a turnê de 1994 com o álbum "The Downard Spiral", e o novo álbum do NINE INCH NAILS é uma reflexão de seu estado mental.

Falando ao The Guardian, Reznor explicou: "O 'Downard Spiral' pareceu como se eu tivesse um poço sem fim de raiva e asco dentro de mim e tinha de alguma forma que me desafiar. Eu pensei que eu podia suportar isso colocando tudo na minha música, ficando em frente à plateia gritando minhas emoções sobre eles, mas após algum tempo isto não se sustentava mais, e outras coisas entraram em seu lugar - álcool e drogas."

O frontman disse que pediu conselhos a Bowie: "Eu me lembro, quando estava jogado ao vício, foi quando fiz uma turnê com Bowie, e ele era o Bowie que tinha passado para o outro lado e estava bem casado. Eu estava perto do auge de meu vício, ele teve o papel para mim quase de um mentor, irmão mais velho, amigo, ele também me deu conselhos xamanistas.

Reznor afirma que o vindouro LP, "Hesitation Marks", que deve sair em 3 de setembro, documenta o processo de recuperação e percepção própria. Reznor adiciona: "Estou feliz que não me sinto mais daquele jeito." Eu aprendi a reconhecer, muito disto através do processo de recuperação, que tenho uma ligação errada de certas maneiras. O balanço químico do meu cérebro é um pouco errado em relação à depressão. Este disco foi escrito como se fosse o outro lado desta jornada. O desespero e a solidão e a raiva e o aspecto de não pertencer ainda estão em mim, mas eu posso me expressar de forma que pareça apropriada para quem eu sou agora. E costumeiramente esta raiva é mais quieta."

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Drogas e Álcool"

Guns N RosesGuns N' Roses
Personalidades fortes e drogas nos primórdios da banda

Keith RichardsKeith Richards
Médicos querem estudar seu corpo?

Rita LeeRita Lee
"Se um dia me encontrar, não ofereça um baseado"

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Drogas e Álcool"0 acessosTodas as matérias sobre "Nine Inch Nails"0 acessosTodas as matérias sobre "David Bowie"

PreçosPreços
Quanto custa para contratar a sua banda favorita

Bruce DickinsonBruce Dickinson
Os vocalistas que ele respeita e admira

Show de RockShow de Rock
As diferenças entre os anos 80 e 2000

5000 acessosTamanho é documento?: os Rock Stars mais altos e baixos5000 acessosIron Maiden: Felipe Dylon toca clássicos da donzela5000 acessosSexo Anal: saiba onde encontrar esse prazer no cenário Rock5000 acessosMetal Hammer: Vocalistas com infâncias problemáticas5000 acessosOzzy Osbourne: comendo oferenda de macumba no Rock in Rio5000 acessosRamones: veja o primeiro press-release oficial da banda

Sobre Fernando Portelada

25 anos, Blogger, Podcaster, Gamer, Leitor de Quadrinhos, Ouvinte de Rock, Jornalista, e chato acima de tudo. Ouviu Imaginations From The Other Side do Blind Guardian aos 13 anos, emprestado por um amigo de escola. Ainda é um de seus álbuns preferidos.

Mais matérias de Fernando Portelada no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online