Edu Falaschi: falando sobre Angra, Almah e metal nacional

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Samuel Coutinho, Fonte: Metal da Ilha
Enviar correções  |  Ver Acessos

O que começou como um projeto solo do ex-vocalista do ANGRA, Edu Falaschi, o ALMAH agora se tornou uma banda permanente, uma nova banda de metal melódico com influências européias. Celebrando o lançamento do novo álbum da banda, "Unfold", via Scarlet Records, Daniel Fox da Metal Temple conversou com Edu sobre o novo álbum, suas experiências anteriores e muito mais... Confira.

Sepultura: no Rock in Rio, música nova e homenagem a Andre Matos; vídeosRoqueiros conservadores: a direita do rock na revista Veja

Metal Temple: Você acredita que, deixando o Angra você pôde se concentrar melhor no Almah, tendo uma melhora nas composições e no processo criativo, ficando ainda mais satisfeito com o "Motion", que você considera a maior conquista em sua discografia?

Edu Falaschi: Bem, eu costumo compor bastante, eu compus muitas canções importantes para o Angra também, como "Nova Era", "Heroes of Sand", "Bleeding Heart", "Wishing Well", "Spread you Fire", etc. Então, você está certo em um ponto, este momento é diferente, foi meu primeiro disco sem problemas internos desde 2011! Assim, parece muito claro, maduro, positivo e principalmente livre.

Metal Temple: Quais foram suas inspirações líricas e musicais para "Unfold"? Para mim parece muito diferente dos álbuns anteriores.

Edu Falaschi: É um novo começo, um novo modo de vida. Esse é um álbum cheio de verdades e paixões, sem medo de arriscar, compus o que eu gosto e eu cantei da maneira que eu me senti bem e confortável. Minha principal inspiração veio da sensação de ter o ar em meus pulmões de novo... Agora eu posso respirar!

Metal Temple: Uma última pergunta sobre o Angra, por simplesmente você ter cantado em ambas as bandas, você usa alguma influência dos álbuns que você cantou com o Angra nos registros com o Almah?

Edu Falaschi: Sim, com certeza, há uma mistura, mas na verdade não é uma influência do Angra nas músicas do Almah. É a mesma maneira de compor que o Edu Falaschi deu para o Angra, durante 12 anos, e agora com o Almah, então, resumindo, é a minha maneira de compor que as pessoas conhecem no Angra, que agora pode ser ouvida no Almah. Apenas isso!

Metal Temple: Bandas como Almah estão consolidando a idéia de que o Brasil é um caldeirão enorme de metal, sendo um concorrente da Escandinávia e América do Norte. Como um músico e compositor, que sempre esteve envolvido com a música brasileira durante toda sua carreira, trabalhando e produzindo muitas bandas e álbuns, para onde você acha que o cenário musical brasileiro está caminhando? Eu pessoalmente acho que tem uma sonoridade muito diferente da Europa e dos EUA, e é um som muito bem-vindo.

Edu Falaschi: O Brasil é um país jovem, por isso aprendemos a fazer metal com os europeus e norte-americanos, mas temos nossa própria maneira de fazer metal, porque temos outras influências, como a bossa nova, forró, ritmos, etc.

Metal Temple: Você não é nenhum estranho nos pequenos e grandes shows, como por exemplo no Rock in Rio no Rio de Janeiro. Para algumas bandas, grandes e pequenos festivais e shows privados são especiais por motivos diferentes. Quais tipos de shows você, pessoalmente, prefere fazer, você tem uma preferência?

Edu Falaschi: Eu gosto de ambos, tamanho do local não é um problema para mim, desde que venda todos os ingressos. hahaha! :)

Leia a entrevista completa (em inglês) na fonte original:
http://www.metal-temple.com/site/catalogues/entry/musicians/...




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Edu Falaschi"Todas as matérias sobre "Almah"Todas as matérias sobre "Angra"


Sepultura: no Rock in Rio, música nova e homenagem a Andre Matos; vídeosSepultura
No Rock in Rio, música nova e homenagem a Andre Matos; vídeos

Luis Mariutti: jantar com Rafael Bittencourt (até o Júnior Groovador entrou na conversa)Luis Mariutti
Jantar com Rafael Bittencourt (até o Júnior Groovador entrou na conversa)

Kiko Loureiro: mostrando um dos riffs mais pedidos pelos fãs

Desencontro com Kiko Loureiro: as frustrações de um Guitar Hero (vídeo)Desencontro com Kiko Loureiro
As frustrações de um Guitar Hero (vídeo)

Angra: vocal cover de "Make Believe" feito por Pedro CamposAngra: a coleção em CDs e detalhes sobre os discos na Collectors RoomFöxx Salema: Saiba quais são as principais influências da vocalista

Angra: Kiko Loureiro conta que ainda ajuda a tomar decisões da bandaAngra
Kiko Loureiro conta que ainda ajuda a tomar decisões da banda

Kiko em Kaza: Gastão Moreira bate um longo papo com Kiko LoureiroKiko em Kaza
Gastão Moreira bate um longo papo com Kiko Loureiro

Andre Matos: Theocracy faz homenagem ao vocalista no ProgPower USA; assistaAndre Matos
Theocracy faz homenagem ao vocalista no ProgPower USA; assista

Rodz Online: 25 Anos de Philips Monsters of Rock 1994 (vídeo)

Marcelo Barbosa: assista a Big Trouble, novo clipe solo do guitarrista do AngraMarcelo Barbosa
Assista a "Big Trouble", novo clipe solo do guitarrista do Angra

Luis Mariutti: os bastidores do reencontro com Edu Falaschi e Alex Holzwarth

Kiko Loureiro: trabalhando em novo disco soloKiko Loureiro
Trabalhando em novo disco solo

Rhapsody: Fabio Lione em entrevista exclusiva ao Brasil

Angra: Kiko Loureiro compartilha Rangra Lanches nas redesAngra
Kiko Loureiro compartilha Rangra Lanches nas redes

Angra: repórter fala sobre possuir mesmo nome que baixistaAngra
Repórter fala sobre possuir mesmo nome que baixista

Desfalque: quando a falta de um membro original faz a diferençaDesfalque
Quando a falta de um membro original faz a diferença


Roqueiros conservadores: a direita do rock na revista VejaRoqueiros conservadores
A direita do rock na revista Veja

Teoria da Conspiração: Slipknot troca membros em shows ao vivo?Teoria da Conspiração
Slipknot troca membros em shows ao vivo?

Iron Maiden: o pior momento de Bruce Dickinson no palcoIron Maiden
O pior momento de Bruce Dickinson no palco

Keith Richards: colocando Justin Bieber em seu devido lugarKeith Richards
Colocando Justin Bieber em seu devido lugar

Guitarra: o riff mais popular de todos os temposGuitarra
O riff mais popular de todos os tempos

Heavy Metal: celebridades que curtem ou já curtiramHeavy Metal
Celebridades que curtem ou já curtiram

Alexandre Neves: O brasileiro com maior pontuação no eBayAlexandre Neves
O brasileiro com maior pontuação no eBay


Sobre Samuel Coutinho

Nascido no interior de SP no dia 15/12/1986, em uma cidade chamada Ilha Solteira, Samuel Coutinho se entregou ao heavy metal logo na adolescência. Seu forte sempre foi o heavy metal melódico, variando desde o prog-metal até ao power-metal.

Mais matérias de Samuel Coutinho no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336