Aerosmith: Steve Tyler errando "Crazy" em performance de rua

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Jonathan Silva, Fonte: Gigwise, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

Em passagem pela Lituânia, provavelmente de férias, o vocalista Steve Tyler resolveu participar de uma performance de rua depois que duas instrumentistas tocaram, no melhor estilo serenata francesa, uma versão de Crazy em homenagem a ele, que estava assistindo a apresentação. Tudo estava indo muito bem, só que logo no início Tyler erra a letra, esquece muitas partes da música, dá uns gritinhos, faz o tradicional "uhhuu", elogia a cidade e faz acenos ao público, talvez na esperança de que alguém cantasse junto com ele, mas apenas as duas belas instrumentistas salvaram a apresentação. Vejam o vídeo:

Steven Tyler: vocalista do Aerosmith publica vídeo mandando ver na bateriaNirvana: quem é o bebê da capa de Nevermind?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Aerosmith"


Steven Tyler: vocalista do Aerosmith publica vídeo mandando ver na bateriaSteven Tyler
Vocalista do Aerosmith publica vídeo mandando ver na bateria

Aerosmith: Steven Tyler e três mulheres nuas no chuveiroAerosmith
Steven Tyler e três mulheres nuas no chuveiro

USA Today: as 20 maiores bandas de todos os tempos nos EUAUSA Today
As 20 maiores bandas de todos os tempos nos EUA


Nirvana: quem é o bebê da capa de Nevermind?Nirvana
Quem é o bebê da capa de Nevermind?

Pink Floyd: a história por trás de AnimalsPink Floyd
A história por trás de "Animals"


Sobre Jonathan Silva

Jonathan Silva, freak de nascença, é um aspirante medíocre a jornalista e interessado em literatura marginal e vídeo games violentos. Começou a ouvir na infância bandas do mainstream do rock nacional até o momento em que descobriu o Iron Maiden. Daí, começou uma miscelânea de estilos, que vai desde o jazz erudito até o mais barulhento das bandas de grindcore, passando por várias esquisitices sonoras. EM pleno séc. XXI, ainda é um comprador de CDs e DVDs, só que gasta com isso um valor bem menor do que gostaria.

Mais matérias de Jonathan Silva no Whiplash.Net.

adGoo336