Matérias Mais Lidas

imagemBill Hudson diz que tatuagem pode ter sido entrave para entrar no Megadeth

imagemMarcos Mion conta história de encontro (e manjada) com Bon Jovi no banheiro

imagemQuando Angus Young, do AC/DC, detonou o Led Zeppelin e os Rolling Stones

imagemO que mais impede Kiko Loureiro de voltar ao Angra? (Não tem nada a ver com o Megadeth)

imagemBeatles: Paul McCartney conta a história por trás de "Ob-La-Di, Ob-La-Da"

imagemEdgard Scandurra, do Ira!, explica atual sumiço do rock nas rádios brasileiras

imagemPhil Campbell conta como era fácil "comprar" Lemmy pra fazer qualquer coisa

imagemRage Against The Machine vem ao Brasil em dezembro, diz José Noberto Flesch

imagemApós viralizar com anúncio, Harppia revela identidade do novo baixista

imagemAutor de "God Save The Queen", Johnny Rotten diz que sente orgulho da Rainha Elizabeth

imagemA curiosa opinião de Ozzy sobre cover do Metallica para "Sabbra Cadabra"

imagemJimmy Page dá opinião sobre streaming e enaltece desconhecido herói dos músicos

imagemBruce Dickinson diz o que o surpreendeu quando retornou ao Iron Maiden

imagemKiko Loureiro explica por que acha uma merda seu solo de guitarra em "Rebirth"

imagemChad Smith chama matéria sobre Taylor Hawkins de "sensacionalista e enganosa"


Stamp

Fora do Armário: Ex-membros do Death se assumem como gays

Por Nacho Belgrande
Fonte: Playa Del Nacho
Em 10/05/14

Em 2014, pela primeira vez, os músicos do CYNIC, PAUL MASVIDAL e SEAN REINERT discutiram sua sexualidade publicamente. Em uma nova entrevista, Masvidal e Reinert se declaram abertamente como gays enquanto discutem as dificuldades de ser homossexual no mundo do metal.

A orientação sexual de Masvidal e Reinert nunca foi exatamente um segredo entre os fãs do Cynic, mas ambos nunca haviam abordado o tema em público. Em uma nova entrevista com o jornal L.A. Times, os dois músicos, que tocam juntos desde o ginásio e tocaram no icônico álbum ‘Human’ do pilar do Death Metal – o DEATH, discute com orgulho suas vidas como homens gays. Os dois músicos também esclarecem que nunca foram atraídos um pelo outro.

O frontman Paul Masvidal já havia ‘saído do armário’ para amigos e família desde 1991. O baterista Sean Reinert demorou mais a se assumir, sem poder descobrir sua identidade tal como Masvidal o fizera. "Eu sabia que, secretamente, eu também queria ir àquelas boites", diz ele. "Mas, naquele tempo, meu estereótipo de como ser gay incluía vestidos e camisetas regata. Eu não tinha nenhuma figura modelo masculina no metal que fosse gay. Uma coisa é dar uns pegas nos seus colegas de banda e ‘brincar de ser gay’ porque é ousado", Masvidal emenda. "Com certeza vai haver uma reação, mas é importante ser verdadeiro".

Como músicos de metal altamente respeitados, os membros do Cynic são figuras públicas entre os fãs, e, infelizmente, esse mesmo status levou a uma realidade incômoda para Reinert. "Eu sai com um cara horrível que falou a respeito em seu site", explica o baterista. "Então, por anos, se você digitasse meu nome no Google, a segunda coisa que aparecia depois de ‘Sean Reinert baterista’ era ‘Sean Reinert Gay’."

Na entrevista do L.A. Times, Reinert também manda uma mensagem muito clara para aqueles que possam se opor à sua homossexualidade. "Os gays estão em todo lugar, desempenhando todo tipo de trabalho, tocando todo tipo de música e sempre o fizemos. Levou anos para que eu finalmente tivesse coragem de finalmente dizer ‘se você tem algum problema com isso, então jogue seus discos no lixo. O problema é seu, não meu.’"

Texto original por Graham ‘Gruhamed’ Hartmann

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

PRB
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Paul Masvidal conta que passagem pelo Death foi muito emocionante


Metal Extremo: os 25 melhores álbuns de todos os tempos



Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande.