Behemoth: para Nergal, metal extremo atual é como masturbação

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Marii Franco, Fonte: Team Rock, Tradução
Enviar Correções  

Nergal Darski, vocalista do Behemoth descreveu metal extremo moderno como "masturbação maçante" em entrevista ao site TeamRock.com em maio deste ano.

Behemoth: para Nergal, o mundo não será mais o mesmo após a pandemia

Homossexualidade: 5 nomes da cena rock/metal que assumiram

O cantor diz que essa cena não faz nada por ele e que ele espera que o Behemoth possa oferecer algo melhor para os fãs.

"A cena do metal extremo de hoje em dia é apenas sobre como fazer um monte de barulho jogando milhões de riffs dentro de uma música, e eu realmente não me vejo fazendo isso, é masturbação, é maçante, é chato".
"Quando ouço esse tipo de gravação, ele não diz exatamente nada para mim. Eu cresci ouvindo bandas de metal extremo como Slayer, ou mesmo Blasphemy, bandas mais extremas. Eles ainda fazem canções, sabe o que quero dizer? Havia um lugar para um refrão, um lugar para os versos, uma levada. E nós manteremos essa".

"Mesmo que a nossa música seja diferente, estamos em um lugar diferente, nós ainda compomos canções, e é isso o que as pessoas querem depois de tudo. Quero dizer, as coisas que têm ganchos e que são memoráveis​​."

O Behemoth lançou seu décimo álbum "The Satanist" este ano, depois de Nergal ter passado por tratamento de leucemia.


adWhipDin adWhipDin adWhipDin