Corey Taylor: Não podíamos trabalhar junto com Jordison

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rafael Testa, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

O vocalista do Slipknot, Corey Taylor, disse que Joey Jordison foi demitido do grupo em dezembro de 2013 porque os membros da banda e o baterista "simplesmente não podiam trabalhar juntos mais."

Planet Rock: As músicas com os melhores solos de guitarraEpica: veja fotos da irmã mais nova de Simone Simons

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em uma entrevista, Corey disse: "Existem legalidades, mas ao mesmo tempo as pessoas precisam saber disso: existe respeito. Eu não vou falar sobre a vida de Joey porque não cabe a mim isso e as pessoas precisam entender isso. Se Joey quiser falar da situação, ele pode. Eu só posso falar sobre como ele se aplica a esta banda, e a única maneira que eu tenho sido capaz de resumir é que algumas vezes você está na mesma estrada e você chega a uma encruzilhada. Algumas vezes vocês seguem juntos, algumas vezes vocês se separam. E dessa vez nos separamos. Simples assim. Nós não éramos mais capazes de trabalhar juntos. É isso."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Depois de comentado que o Slipknot estava mantendo a classe nas entrevistas, Taylor continuou: "Eu não vou sentar aqui e falar mal de alguém com que eu passei 15 anos construindo algo incrível, não vou fazer isso. E os fãs precisam entender isso. Acho que a maioria entende, mas sempre tem essas pessoas que apenas querem um pouco mais para poderem falar merda. E essa é a única razão por quererem a história inteira. Eles querem falar merda."

Perguntado se o Slipknot sente falta dos arranjos e presença de Jordison durante a gravação do disco ".5: The Gray Chapter", Taylor disse: "Você sabe... É uma boa pergunta, na verdade. E eu não tinha pensado nisso até você perguntar. Porque, no momento, estamos apenas meio que tentando passar por isso. Todos estão muito positivos, então você não está o ignorando, mas você está apenas seguindo em frente. Definitivamente, existem momentos em que você sente falta da habilidade dele de ver as coisas. Mas eu, Clown, Jim... Isso é como as vezes que sentimos falta do Paul e do que ele levou com ele. E todos tinham que preencher esse espaço vazio.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Eu e Jim fomos os primeiros a dizer que aprendemos tanto trabalhando com Paul que nós temos usado a mesma maneira que ele usava de fazer as coisas. E foi mais ou menos com Joey. Joey, a maior parte do tempo, era definitivamente um líder no estúdio, porque ele tem uma grande mente para isso e sabe como conseguir a sonoridade correta e como fazer certas coisas. Então você meio que tem que preencher esse vazio."

Comente: Joey Jordison ainda faz falta no Slipknot?




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Slipknot"Todas as matérias sobre "Corey Taylor"


Adeus: veja o último show de 10 rockstars que morreram nesta décadaAdeus
Veja o último show de 10 rockstars que morreram nesta década

Slipknot: Seria IOWA o maior álbum do século 21?Slipknot
Seria IOWA o maior álbum do século 21?


Planet Rock: As músicas com os melhores solos de guitarraPlanet Rock
As músicas com os melhores solos de guitarra

Epica: veja fotos da irmã mais nova de Simone SimonsEpica
Veja fotos da irmã mais nova de Simone Simons


Sobre Rafael Testa

Nascido em Juiz de Fora, Minas Gerais, tem 23 anos, é estudante de sistemas de informação e torcedor fanático do Vasco da Gama e do Tupi Football Club. Se interessou por rock/metal depois do grande tio Roney mostrar-lhe o Iron Maiden. Tem o gosto musical muito variado, curte do thrash metal do Slayer ao metalcore do All That Remains. Acredita que existem bandas boas atualmente e faz questão de apresentá-las.

Mais matérias de Rafael Testa no Whiplash.Net.

adGoo336