Manowar: "Into Glory Ride", o melhor álbum por fãs fanáticos

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Lucas Witchunter, Fonte: Lucas chains and leather, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 24/03/15. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Após se autoproclamar como a última fronteira do verdadeiro Heavy Metal nos Estados Unidos com o debut, Battle Hymns, o Manowar resolveu adicionar novos elementos a sua música em Into Glory Ride. A base continuava a mesma. Porém, o som se distanciava do lado mais simples do estilo, criando uma atmosfera épica, o que resultou em faixas mais longas e climáticas. O disco também marcou a estreia de Scott Columbus na bateria, substituindo Donnie Hamzik, hoje de volta à formação substituindo o falecido companheiro de instrumento. Além disso, era a estreia da banda pela Megaforce Records, onde assinaram o contrato com o próprio sangue, como pode ser visto na foto.

1060 acessos"True-metal" comercial?: É porque você não conhece Manowar!5000 acessosVocalistas: Os 10 melhores da história do rock

Em suas sete faixas, o álbum oferece algo novo, que influenciou as gerações posteriores no gênero que ficou conhecido popularmente como True Metal. O grande trunfo do quarteto se encontrava na guitarra. Ross The Boss fazia com que a parte criativa fosse mais coletiva. Após sua saída, Joey De Maio e Eric Adams assumiram totalmente o comando das operações. Também coube a Ross oferecer o lado mais melódico dessa era, fazendo com que o som se tornasse facilmente reconhecível sem cair no popularesco.

No tracklist, clássicos como “Gates Of Valhalla”, “Gloves Of Metal” e a sensacional “Revelation (Death’s Angel)” marcaram época. Apenas a abertura, com “Warlord”, tem duração abaixo dos cinco minutos, consequência do que propuseram os músicos em termos de linha temática.

A repercussão foi enorme, especialmente na Inglaterra, o que rendeu homenagens posteriores do grupo, como o título do trabalho seguinte, Hail To England. Curiosamente, hoje bandas do gênero são solenemente ignoradas no país.

Into Glory Ride marcou a confirmação do Manowar como referência de um estilo que ainda não possuía ares cômicos. Mesmo que atualmente a banda tenha virado uma auto-paródia, seus primeiros discos são de extrema valia para quem quiser conhecer o Heavy oitentista em seu esplendor. E seja lá qual for a postura de seus integrantes, tanto em termos visuais como de discurso, ainda é difícil encontrar um vocalista com a capacidade de Eric Adams.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 24 de março de 2015

1060 acessos"True-metal" comercial?: É porque você não conhece Manowar!1179 acessosManowar: Ross The Boss se junta ao The Rods0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Manowar"

Guitar WorldGuitar World
Os 100 piores solos de guitarra da história

Manowar, Joan Jett e outrosManowar, Joan Jett e outros
Gravando Rap antes do New Metal?

ManowarManowar
Ross The Boss: "Na verdade eu fui meio demitido!"

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Manowar"

VocalistasVocalistas
Os 10 melhores da história do rock

Guns N RosesGuns N' Roses
Personalidades fortes e drogas nos primórdios da banda

Dave MustaineDave Mustaine
Maroon 5 o deixou boquiaberto

5000 acessosOops!: 10 erros eternizados em gravações de clássicos5000 acessosPresença de Palco: dicas para iniciantes5000 acessosRush: Alex Lifeson lista seus três melhores solos5000 acessosEm 18/09/1970: Jimi Hendrix morre aos 27 anos de idade5000 acessosDave Mustaine para James Hetfield: "Nós mudamos o mundo, irmão"5000 acessosMegadeth: Kerry King comenta sua rápida passagem pela banda

Sobre Lucas Witchunter

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online