Sepultura: como foi o convite para tocar com o Motörhead?

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Enviar correções  |  Comentários  | 

Em matéria de Adriana de Barros para o UOL, Andreas Kisser, guitarrista do SEPULTURA, contou como rolou o convite para tocar com o MOTÖRHEAD no Monsters Of Rock em São Paulo no sábado passado, após Lemmy Kilmister ter passado mal e não poder se apresentar.

2363 acessosMax, Igor e Sepultura: vídeo compara performances ao vivo5000 acessosKiko Loureiro: filha ajuda o guitarrista a aprender "Holy Wars"

UOL Música: Como rolou o convite pra vocês tocarem com os caras do Motörhead?

Andreas Kisser: Foi no dia do show mesmo, algumas horas antes do horário pro show começar. Eu já tinha tocado com o De La Tierra ao meio-dia, fui pro hotel tomar um banho e descansar um pouco e iria voltar pro festival mais tarde pra ver o Motörhead. Logo que saí do banho, a produtora do Motörhead me ligou falando que o Lemmy estava passando muito mal e que não conseguiria fazer o show. Ele tinha comido algo que não fez bem, e que o Mikkey e o Phil queriam fazer uma jam com o Sepultura para não ter que cancelar o show. Fiquei bem tenso na hora mas fui conversar com o Phil, fomos juntos no carro dele para o festival e trocando ideias sobre o que poderíamos fazer. Fomos pro camarim e todos juntos resolvemos o que iríamos tocar. (...)

O Paulo usou o baixo do Lemmy e eu usei uma guitarra do Phil, foi uma experiência fantástica e nos sentimos triste pela ausência do Lemmy, mas honrados em ter sido convidados para este grande desafio. Respeito total ao Motörhead. Queria agradecer ao público também que foi muito compreensivo, curtiu e apoiou o que fizemos no palco.

A matéria pode ser lida na íntegra no link abaixo.

http://musica.uol.com.br/noticias/redacao/2015/04/28/motorhe...

Foto: Camila Cara e Ale Frata, Monsters Of Rock
Foto: Camila Cara e Ale Frata, Monsters Of Rock

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 29 de abril de 2015

Max, Igor e SepulturaMax, Igor e Sepultura
Vídeo compara performances ao vivo

2546 acessosSepultura: Jean Dolabella comenta sobre documentário da banda0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Sepultura"

Andreas KisserAndreas Kisser
Ele não entende por que Max e Iggor tocam o "Roots"

Igor CavaleraIgor Cavalera
Max e eu acreditamos que o Sepultura não faz mais sentido

FamíliaFamília
Irmãos que tocam ou já tocaram juntos na mesma banda

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Motorhead"0 acessosTodas as matérias sobre "Sepultura"

Kiko LoureiroKiko Loureiro
Filha ajuda o guitarrista a aprender "Holy Wars"

BandasBandas
Por que ninguém está indo a seus shows?

Max CavaleraMax Cavalera
Triste ver uma banda tão importante virar uma merda

5000 acessosAngra: banda errou na escolha de Fabio Lione?5000 acessosDeath Metal: menina de 6 anos detona no America's Got Talent5000 acessosDi'Anno: "Harris é como Hitler e o Maiden é entediante!"3505 acessosSlayer: cover de "War Ensemble" no Ukulele5000 acessosSebastian Bach: "Moves like Jagger" travestido de Adam Levine5000 acessosGuns N' Roses: Sebastian Bach se surpreendeu com o retorno de Slash

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online