Megadeth: Dave pensava em Portnoy, Lombardo e Mangini

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Leonardo Daniel Tavares da Silva, Fonte: Loudwire, Tradução
Enviar Correções  

Às vezes uma porta fechada é uma oportunidade. E enquanto os fãs do MEGADETH possam ficar chateados pela saída de Chris Broderick e Shawn Drover e outros possam não estar felizes com a impossibilidade de retornar ao lineup de "Rust in Peace", o frontman Dave Mustaine está muito contente com a adição do baterista Chris Adler e do guitarrista Kiko Loureiro.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Mustaine revelou tudo em uma nova entrevista à Rolling Stone sobre a experiência de tentar substituir Broderick e Drover nos últimos meses e fornece uma atualização sobre o progresso em seu novo álbum.

Como foi revelado, houve um breve momento em que parecia que uma reunião do lineup de "Rust in Peace" iria acontecer, mas Nick Menza e Marty Friedman revelaram que isso não iria ser concretizado. Mustaine diz, "Ao contrário de todo o rumor que existe por aí, eu desejo o melhor a estes caras. Mas as lembranças deles são consideravelmente diferentes das minhas. Mas, aqui está a real, muitas pessoas ou me amam ou me odeiam. Se eu disser a qualquer pessoa o que aconteceu, isso não vai mudar a forma como eles se sentem sobre mim. Mas vai mudar a forma como se sentem sobre eles. E eu não quero machucar ninguém. Tudo que eu posso dizer é que eles são músicos tremendos e caras muito talentosos".

publicidade

E eles não são os únicos caras talentosos que foram considerados para o futuro da banda. Chris Adler, do LAMB OF GOD, foi no final selecionado para tocar bateria no álbum, apesar de que não vá excursionar com a banda. Mustaine diz: "A opção de fazer um disco com Chris foi muito emocionante para mim. Então eu pensei, ´Bem, vamos deixar pra cruzar essa ponte quando chegarmos a ela. Vamos descobrir o que vamos fazer sobre shows ao vivo, quem vai assumir o trono da bateria. "E nós olhamos um monte de gente. Falei com meu amigo Mike Portnoy [ex-baterista do Dream Theater], que eu acho que é um talento incrível. Eu conversei com Dave Lombardo [ex-Slayer]. [ o nome de Mike Mangini [atual baterista do Dream Theater] surgiu. Mas havia alguma coisa a dizer-me para fazer uma pausa, dizendo: ´Pense pra valer em com quem você vai tocar, Mustaine. Certifique-se de que você vai fazer algo que realmente irá excitar as pessoas e que não seja previsível´. Mas nós temos alguns shows ao vivo chegando e temos um baterista comprometidos com nossas datas até agora neste ano".

Quanto ao novo disco, Mustaine revela: "Nós temos 15 faixas - 13 originais e dois covers. Fizemos ´Melt the Ice Away´ do Budgie e "Foreign Policy" do Fear. Neste ponto, as partes de bateria estão todas feitas e Chris está de volta em casa. Kiko terminou todos as suas bases de guitarra e ele está agora fazendo solos. "Loureiro também teria tocado piano no final de uma canção assustadora chamada "Poisonous Shadows". O vocalista também revelou a canção intitulada "The Emperor Has No Clothes" e outra chamada "Tyranocide", mas acrescentou que muitas das faixas só tem títulos de trabalho neste momento.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre uma possível data de lançamento, Mustaine disse que a banda tem como objetivo um lançamento na última parte do ano. Leia a entrevista completa com Mustaine na Rolling Stone:

http://www.rollingstone.com/music/features/dave-mustaine-on-...

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


CD vs Vinil: não diga que o som do vinil é melhor - porque não éCD vs Vinil
Não diga que o som do vinil é melhor - porque não é

Curiosidades: 40 fatos inacreditáveis do rockCuriosidades
40 fatos inacreditáveis do rock


Sobre Leonardo Daniel Tavares da Silva

Daniel Tavares nasceu quando as melhores bandas estavam sobre a Terra (os anos 70), não sabe tocar nenhum instrumento (com exceção de batucar os dedos na mesa do computador ou os pés no chão) e nem sabe que a próxima nota depois do Dó é o Ré, mas é consumidor voraz de música desde quando o cão era menino. Quando adolescente, voltava a pé da escola, economizando o dinheiro para comprar fitas e gravar nelas os seus discos favoritos de metal. Aprendeu a falar inglês pra saber o que o Axl Rose dizia quando sua banda era boa. Gosta de falar dos discos que escuta e procura em seus textos apoiar a cena musical de Fortaleza, cidade onde mora. É apaixonado pela Sílvia Amora (com quem casou após levar fora dela por 13 anos) e pai do João Daniel, de 1 ano (que gosta de dormir ouvindo Iron Maiden).

Mais matérias de Leonardo Daniel Tavares da Silva no Whiplash.Net.

Cli336 WhiFin Goo728 Goo336 Cli336 Goo336