RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemA atitude ousada da Legião Urbana ao peitar Globo e Faustão no meio de uma grande crise

imagemO Raul Seixas não era nada daquilo que ele falava, diz ex-parceiro musical

imagemA razão que levou Humberto Gessinger a decidir não usar mais nome "Engenheiros do Hawaii"

imagemPor que Gisele Bündchen e Ivete Sangalo deturparam "Imagine", segundo André Barcinski

imagemDiva Satânica explica qual foi a razão que a fez deixar a banda Nervosa

imagemO último show de Bon Scott com o AC/DC, três semanas antes de sua morte

imagemA hilária reação de Keith Richards ao encontrar músicos do Maneskin

imagemDavid Coverdale relembra parceria com Jimmy Page, e fala sobre relançamento

imagemAs duas razões que levaram RPM a passar por segunda separação em 2003

imagemEm entrevista, Tony Iommi contou como aprendeu a tocar guitarra

imagemAlém do Moonspell, São Paulo Metal Fest anuncia Beyond Creation em seu cast

imagemAngra parabeniza a aniversariante Sandy nas redes sociais

imagemJimmy Page sobre o "Presence": "Não se faz músicas como aquelas caindo de bêbado"

imagemGuitarrista do Offspring continuou em seu emprego normal mesmo depois da fama

imagemPrika explica por que nova vocalista da Nervosa não é brasileira e promete single em março


Summer Breeze

Lita Ford: filho temia que ela assassinasse a ele e ao irmão

Por Nacho Belgrande
Fonte: Playa Del Nacho
Postado em 27 de julho de 2015

Em resposta às acusações da cantora e guitarrista estadunidense LITA FORD na semana passada, nas quais alegava que seu ex-marido, o vocalista JIM GILLETTE [NITRO] havia sequestrado os 2 filhos do casal, o mais velho da prole, JAMES, se pronunciou.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em sua página pessoal ao Facebook, Ford postara [texto que já foi retirado do ar pela própria] que sabia que seus dois filhos, James, de 18 anos, e Rocco, de 14, ‘queriam estar com a mãe’, e que os dois tinham muito medo do pai e que ‘a alienação maternal virou sequestro’.

Ford e Gillette têm travado uma longa batalha nos tribunais dos EUA, e foi só recentemente que, após anos de silêncio, Jim [que é campeão e instrutor de Jiu-jitsu e ex-sparring do campeão ROYCE GRACIE] divulgou documentos legais que comprovam que ele é o guardião legal único e total dos dois filhos, o que ele mesmo admite é uma bizarrice de se obter em um tribunal, o que indicaria a inaptidão de Lita em ser mãe.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O site angeleno METAL SLUDGE ouviu a Lita, e por ética jornalística, procurou também a Jim, que foi relutante em comentar sobre a declaração de Lita datada do último dia 23 de julho [a que foi deletada, sem nenhuma explicação da intérprete de ‘Kiss Me Deadly’.

Foi aí então que o primogênito James falou ao fone com o site, e então enviou uma carta aberta ao público que acompanha o caso.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Ele afirma que ele e seu irmão Rocco estão felizes e com saúde, vivendo com seu pai.

A tradução da carta de James pode ser lida na íntegra abaixo.

[…]

Meu pai sempre me ensinou, ‘se você não tem algo de bom a dizer, então não o diga’. Bem, infelizmente minha mãe não me deixou escolha com suas últimas alegações insanas contra meu pai [inclusive a de sequestro] e suas recentes tentativas de iniciar um tipo de procura policial de alcance nacional por mim e meu irmão.

Nós não fomos sequestrados. Nós moramos com nosso pai e temos todo o direito de fazê-lo. Felizmente, nós nunca temos que ver nossa mãe de novo e temos a papelada legal para provar isso. A propósito, eu tenho 18 anos e posso morar onde eu quiser, com quem eu quiser, e eu escolho morar com meu pai. O quão ridículo seria minha mãe acionar a polícia para procurar uma criança quando eu já sou um adulto, legalmente?

É óbvio que nossa mãe tem muitos problemas. Cinco anos atrás, um tribunal designou um médico que disse a mim e a meu irmão que nossa mãe era mentalmente doente. Isso não foi nenhuma surpresa para nenhum de nós.

Infelizmente, nossa mãe é uma abusadora de crianças. Ela era violenta, ameaçadora, e tentava fazer com que meu irmão e eu odiássemos o nosso pai. Suas tentativas de alienação parental eram constantes e sem fim. Quando não concordávamos com ela, ela ficava lívida e fora de controle. Nós contamos para a assistência social, para a polícia, e muitos profissionais habilitados pelo poder público que nossa mãe era louca, violenta, e que tínhamos medo que ela um dia nos assassinasse em um ataque de fúria.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Nós estávamos com nosso pai quando o oficial de justiça entregou os papéis do divórcio a ele. Nós fizemos ele prometer que ele faria de tudo para qu8e nunca mais víssemos nossa mãe. Ele manteve sua promessa e por isso lhe somos eternamente gratos.

Nossa mãe alega que nosso pai fez lavagem cerebral em nós contra ele. Nada poderia ser mais falso. Nosso pai nunca disse nada de mau a respeito dela. Ele não precisava. Nós testemunhamos o que ela fez a todos nós. Se ele nos decepcionou de algum modo, foi não nos afastando dela antes.

Nossa mãe dizia coisas horríveis a respeito de nosso pai o tempo todo. Ela até dizia coisas sobre mim e meu irmão. Ela nos chamava de ‘viadinhos do caralho’ porque costumávamos nos sentar com nosso pai e assistir a filmes.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Nossa mãe ameaçava nos tacar num lar adotivo e dizia que nós nunca mais veríamos nosso pai. Por que? Porque dissemos a ela que não queríamos estar com ela e ela ficou com raiva, e dissemos a todos os profissionais que ela batia em nós. Ela também nos ameaçou e disse que tacaria nosso pai na cadeia pela mesma razão.

Eu poderia lhes contar histórias de horror por dias a fio, mas isso não levaria a nada. Minha mãe precisa de muita ajuda. Ela precisa parar de mentir e ela precisa nos deixar em paz. Ela também precisa parar com seu assédio e perseguição.

Qualquer pessoa que diga que meu pai deveria ser crucificado e deixado para morrer nunca será parte de minha vida. Quem, em sã consciência, escreve uma música para seus filhos pequenos dizendo essas coisas terríveis?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

James Gillette

[…]

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:
Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Stamp

Lita Ford: filho temia que ela assassinasse a ele e ao irmão


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)
Mais matérias de Nacho Belgrande.