Dave Lombardo: fúria contra terroristas alimentou a música do Dead Cross

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fernando Portelada, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

John Golden do Madcap Music review conduziu uma entrevista com o ex-baterista do SLAYER, atual DEAD CROSS, Dave Lombardo, no NAMM desse ano, que aconteceu em janeiro. Um trecho está disponível abaixo.

Slayer: Dave Lombardo não assistirá último show da bandaIron Maiden: pastor evangélico tem 172 tatuagens da banda

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre a fonte do ódio que alimenta agressão de sua nova banda, ele disse: "Desde a tragédia em Paris [que aconteceu em novembro], é por isso que estou puto, porque aconteceu muito perto de mim. Eu poderia estar no palco [do Bataclan, em Paris]. Eu poderia estar em um festival e algum filha da puta com uma escopeta, ou algo assim, começa a arrancar as cabeças das pessoas, então eu estou... Estou zangado. Já superei isso, mas, você sabe, ao lançarmos essas músicas agressivas, nós podemos liberar os sentimentos, liberar toda essas merdas que queremos dizer na música. Não vai sair como uma música alternativa, não vai sair como algo leve. E meu nome e minha bateria é sinônimo de thrash e hardcore. Estou realmente animado com isso."




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Dave Lombardo"Todas as matérias sobre "Dead Cross"


Slayer: Dave Lombardo não assistirá último show da bandaSlayer
Dave Lombardo não assistirá último show da banda

Dave Lombardo: baterista criou trilha sonora de documentário sobre banda cubanaDave Lombardo
Baterista criou trilha sonora de documentário sobre banda cubana

Dave Lombardo: Chocado por atitude dos companheiros no memorial de HannemanDave Lombardo
"Chocado" por atitude dos companheiros no memorial de Hanneman

Dave Lombardo: tentou entrar no Megadeth em 1986 mas os caras estavam chapadosDave Lombardo
Tentou entrar no Megadeth em 1986 mas os caras estavam chapados


Iron Maiden: pastor evangélico tem 172 tatuagens da bandaIron Maiden
Pastor evangélico tem 172 tatuagens da banda

O lado escuro do rock: você acredita em magia negra?O lado escuro do rock
Você acredita em magia negra?


Sobre Fernando Portelada

25 anos, Blogger, Podcaster, Gamer, Leitor de Quadrinhos, Ouvinte de Rock, Jornalista, e chato acima de tudo. Ouviu Imaginations From The Other Side do Blind Guardian aos 13 anos, emprestado por um amigo de escola. Ainda é um de seus álbuns preferidos.

Mais matérias de Fernando Portelada no Whiplash.Net.

adGoo336