Foo Fighters: baterista fala do seu passado com as drogas

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Brunelson T., Fonte: Consequence of Sound
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 20/11/16. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

O baterista do FOO FIGHTERS, Taylor Hawkins, falou sobre o seu uso excessivo de drogas no passado, em uma nova entrevista para o site Consequence of Sound.

261 acessosFoo Fighters: "Arrows", mais uma inédita ao vivo em show5000 acessosFrases de bandas: o que eles realmente querem dizer?

“O cansaço não vem da escrita ou das gravações das músicas... Eu posso fazer isso no meu próprio ritmo e ainda por anos, sabe? O ritmo fica realmente frenético quando estamos em turnê e fazendo shows. Às vezes, eu exagero um pouco, me exponho muito... bem, não me exponho tanto assim! Ah, espere, talvez eu tenha me exposto muito mesmo... Eu faço planos excessivos e sempre acho que posso fazer todos os shows disponíveis. Depois, ainda na mesma turnê, a próxima coisa que você fica sabendo é que você terá três shows (noites) seguidos para fazer! Em contrapartida, os meus filhos e a minha esposa ficam chateados por eu não estar perto deles, assim, eu estou sempre tentando equilibrar as coisas. Quando eu era mais novo, se eu soubesse o que sei agora, sabendo o tão pouco de tempo que tive quando os meus filhos nasceram, eu teria feito mais filhos quando tinha 20 anos e no início dos meus 30 anos”.

“Eu comecei a ter filhos quando eu tinha cerca de 35 anos, sabe? Eu não sabia o quanto de tempo livre eu tinha... Em vez disso, eu só ferrei com a minha vida usando muitas drogas e cara..., eu usei muitas drogas mesmo! Eu vivia em festas e era um cara preguiçoso pra caralho. Então, algo aconteceu por volta dos meus 30 anos (overdose). Eu tive que crescer para que todas as coisas boas pudessem caber dentro de mim. Antes, eu estava tocando com o FOO FIGHTERS e aquilo já era o bastante, mas por causa das drogas, eu não tinha condições em deixar que todas as coisas boas entrassem em mim. Então, foi quando eu percebi que queria fazer mais com o meu tempo livre”.

“Eu estou cansado? Sim, fico cansado quando tenho muito trabalho, mas eu não fico sempre reclamando das minhas coisas enquanto o tempo passa. Eu vou apenas dizer sim para tudo e depois deixar as pessoas lidarem com as consequências. Com certeza, eu não sou bom em planejar as minhas próprias coisas, mas você estará sempre trabalhando para melhorar, certo?”

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 21 de novembro de 2016

Foo FightersFoo Fighters
Ex batera foi "estuprado" criativamente por Grohl

261 acessosFoo Fighters: "Arrows", mais uma inédita ao vivo em show698 acessosFoo Fighters: Boys II Men em faixa que soa como Sabbath e Floyd480 acessosFoo Fighters: banda estreia nova música, "Dirty Water", em show762 acessosFoo Fighters: "o rock está vivo e passando bem"0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Foo Fighters"

Dave GrohlDave Grohl
Detonando concursos musicais da televisão

Foo FightersFoo Fighters
Grohl emocionado por ter tocado com John Paul Jones

Foo FightersFoo Fighters
Os álbuns da banda, do pior para o melhor

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Drogas e Álcool"0 acessosTodas as matérias sobre "Foo Fighters"

Frases de bandasFrases de bandas
O que eles realmente querem dizer?

SaúdeSaúde
Bater cabeça pode causar danos ao cérebro

PsicografiaPsicografia
Uma suposta carta do espírito de Cássia Eller

5000 acessosMotörhead: em 1995, Lemmy comenta versão do Sepultura5000 acessosMusos do Heavy Metal: Agora é a vez das garotas!5000 acessosMarilyn Manson: "Sou o monstro do Lago Ness! Sou o Bicho Papão!"4581 acessosBlack Sabbath: definitivamente, obrigado por tudo4273 acessosSteven Tyler: cantor fala sobre Kid Rock e Jennifer Lopez5000 acessosHeavy Metal: Alguns discos que são obras-primas pouco lembradas - Parte 1

Sobre Brunelson T.

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online