Slipknot: "todo guitarrista deveria tocar baixo", diz Mick Thomson

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Igor Miranda, Fonte: Music Radar
Enviar Correções  

O guitarrista Mick Thomson disse, em entrevista ao Music Radar, que todo guitarrista deveria, também, tocar baixo. Segundo o músico, o domínio no instrumento mais grave auxilia a construir novos padrões em técnica e criatividade.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Usar ferramentas diferentes ajuda a sair do molde. Depois de tocar por vários anos, você cai em um padrão que é todo seu. Você se torna você cada vez mais, e fica difícil enxergar outras coisas. Compor no baixo traz uma abordagem diferente, além de ser bom para seus dedos", disse.

Thomson disse que os dedos se exercitam mais, porque as escalas são maiores. "Com um baixo em mãos, tendo a pensar de forma mais rítmica ou em um estilo mais 'sludgey'. Com uma guitarra, começo a fazer arpejos e tenho que me forçar a não fazê-los", afirmou.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Mick destacou que, muitas vezes, as pessoas se repetem mais do que percebem. "Se você se sentir preso ao compor, ou alguma parte não esteja saindo, toque a p*rra do baixo", disse.




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Led Zeppelin: A controvérsia sobre as origens do nome da bandaLed Zeppelin
A controvérsia sobre as origens do nome da banda

Top 5 Pantera: About.com elege os cinco melhores álbuns da bandaTop 5 Pantera
About.com elege os cinco melhores álbuns da banda


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Começou a escrever sobre música em 2007 e, algum tempo depois, foi cofundador do site Van do Halen. Colabora com o Whiplash.Net desde 2010. Atualmente, é editor-chefe da Petaxxon Comunicação, que gerencia o portal Cifras, Ei Nerd e outros. Mantém um site próprio 100% dedicado à música. Nas redes: @igormirandasite no Twitter, Instagram e Facebook.

Mais matérias de Igor Miranda no Whiplash.Net.

WhiFin Goo336