RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas


Summer Breeze 2024

Carmine Appice: como ele desenvolveu seu estilo de tocar?

Por Ivison Poleto dos Santos
Fonte: Metal Addicts
Postado em 03 de fevereiro de 2019

Em uma entrevista para o meu chapa Poleto da Metal Addicts (veja a entrevista completa em inglês aqui) o lendário baterista Carmine Appice falou sobre a sua carreira, seu irmão, e seu estilo de tocar bateria.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 1

Carmine, você pertence a uma geração de bateristas que eram autodidatas, porém você teve uma formação clássica, é isso mesmo? Creio que isso foi que moldou o seu estilo de tocar e deu aquele toque mágico. Você poderia falar sobre como foi sua experiência com as aulas de bateria e como você acha que isso influenciou a sua técnica e como você toca? O que acha de ter influenciado um geração inteira de bateristas?

Carmine Appice: "Bem, eu fui autodidata por cerca de um ano até conhecer um baterista da minha idade que era muito melhor que eu. Eu perguntei para o cara qual era o segredo. Era só praticar? Ele respondeu que não, que tinha aulas particulares de bateria com um cara no Brooklyn. Eu peguei o telefone do cara. Seu nome era Dick Bennett. Então, falei com os meus pais sobre pagar por aulas de bateria, eles concordaram e tive aulas por 3 ou 4 anos. Estudei todos os livros clássicos com ele. Comecei a tocar muito melhor. As aulas melhoram o meu tempo, minha velocidade, meu conhecimento, meus rudimentos, enfim, tudo. Eu me tornei um baterista muito, mas muito melhor.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 2

Eu também toquei em várias bandas: bandas de escola, orquestras, bandas de jazz, bandas marciais, bandas de todos os tipos. O que eu acho de ter influenciado outros bateristas? Eu me sinto abençoado por vir de uma época quando novas ideias apareciam na música e a minha banda — o Vanilla Fudge — era parte disso. Eu criei um estilo de bateria de força e volume quando não havia equipamentos decentes de palco. Eu tinha de competir com amplificadores, portanto tinha de bater forte com toda a habilidade e técnica além de ser um showman.
Eu não tinha noção de que estava criando um novo estilo de tocar naquele tempo. Só estava fazendo que poderia ser visto e ouvido. Novamente, eu me sinto abençoado e orgulhoso por ter sido uma influencia para tantos bateristas."

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 3
Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Stamp

Carmine Appice: como ele foi demitido da banda de Ozzy Osbourne


publicidadeAdriano Lourenço Barbosa | Airton Lopes | Alexandre Faria Abelleira | Alexandre Sampaio | André Frederico | Ary César Coelho Luz Silva | Assuires Vieira da Silva Junior | Bergrock Ferreira | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Alexandre da Silva Neto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cláudia Falci | Danilo Melo | Dymm Productions and Management | Efrem Maranhao Filho | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Fabio Henrique Lopes Collet e Silva | Filipe Matzembacker | Flávio dos Santos Cardoso | Frederico Holanda | Gabriel Fenili | George Morcerf | Henrique Haag Ribacki | Jesse Alves da Silva | João Alexandre Dantas | João Orlando Arantes Santana | Jorge Alexandre Nogueira Santos | José Patrick de Souza | Juvenal G. Junior | Leonardo Felipe Amorim | Luan Lima | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Marcus Vieira | Maurício Gioachini | Mauricio Nuno Santos | Odair de Abreu Lima | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Ricardo Cunha | Richard Malheiros | Sergio Luis Anaga | Silvia Gomes de Lima | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Victor Adriel | Victor Jose Camara | Vinicius Valter de Lemos | Walter Armellei Junior | Williams Ricardo Almeida de Oliveira | Yria Freitas Tandel |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Ivison Poleto dos Santos

Veterano das guerras metálicas. Pesquisador, escritor, resenhista, músico frustrado (por isso tudo o anterior). Ao contrário da opinião comum, acho que o melhor do Metal ainda está por vir e que existem grandes bandas novas por aí. Só procurar. No meu caso elas vêm até mim.
Mais matérias de Ivison Poleto dos Santos.

 
 
 
 

RECEBA NOVIDADES SOBRE
ROCK E HEAVY METAL
NO WHATSAPP
ANUNCIAR NESTE SITE COM
MAIS DE 4 MILHÕES DE
VIEWS POR MÊS