Soul Asylum: música famosa ajudou a encontrar crianças desaparecidas

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ivan Da Luz, Fonte: Memórias do Rock
Enviar Correções  

O Soul Asylum foi formado em 1981 por Dave Pirner e outros amigos da época- Pirner era adolescente e é o único que não saiu da banda até hoje. No início ele tocava bateria, mas demonstrou talento vocal e para escrever, se tornando vocalista e um dos guitarristas mais tarde.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Foram muitos anos sem contrato com gravadora, fazendo música de inspiração punk e hardcore. Conseguiram produzir demos e inserir algumas de suas músicas em coletâneas colaborativas, muito comuns até meados dos anos 90, com outras bandas independentes. Quando lançam o famoso e premiado Grave Dancers Union, em 1992, eles já tinham 5 álbuns gravados, dois por uma grande gravadora. Até este disco, eram conhecidos somente em rádios alternativas e o ano de 1992 representa a mudança definitiva no som da banda, que vinha deixando a agressividade de canções simples em nome de canções mais complexas, radiofônicas, sem porém perder a personalidade alternativa, sobretudo nas letras escritas por Dave.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Grave Dancers Union se torna o maior sucesso da banda, com várias de suas canções tocando em rádio e vários clips, principalmente "Runaway Train", que traz o tema da depressão e do quanto a doença pode afetar as pessoas (Dave, inclusive sofreu com a doença, precisando de tratamento psiquiátrico num período em que a banda ficou inativa). Premiadíssima, com vários Grammys, a canção mereceu mesmo ser tocada à exaustão naquela época.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Kaye, diretor e produtor do clip de Runaway Train teve a idéia de colocar imagens de pessoas desaparecidas, a maioria crianças. Com a superexposição do clip em programas de TV, MTV principalmente, pelo menos 26 crianças americanas foram encontradas, além de outras pessoas adultas e adolescentes.

Devido à repercussão dessa história, Inglaterra, Alemanha e outros países tiveram versões diferentes dos clipes, com imagens e pessoas desaparecidas dos respectivos países. Tony Kaye se inspirou nas caixas de leite que, na época, traziam fotos de crianças desaparecidas, com um número em que as pessoas podiam ligar se tivessem informações.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O clipe (americano) começa com uma placa afirmando: "Há mais de um milhão de jovens perdidos na América", enquanto o inglês diz: "Cem mil garotos estão perdidos nas ruas da Inglaterra". A partir desses dados, o vídeo narra uma história fictícia intercalando as imagens de meninos desaparecidos- dados pela ONG Missing Children- juntamente com seus nomes e a data em que eles deixaram suas casas, sejam por maus tratos ou ainda por verem violência domésticas, que fazem crianças fugirem. As cenas fictícias se misturam a fotos de pessoas reais, portanto.

publicidade

O clipe prestou um serviço impressionante para uma época sem redes sociais, internet ou celulares. Várias pessoas foram encontradas, infelizmente nem sempre com final feliz. Algumas continuaram perdidas; outras foram encontradas mortas. Ainda assim, o vídeo permanece como um testemunho do poder da mídia, e do Rock, reforçando o caráter social que ele pode ter.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Assista sobre outros clássicos no Canal Memórias do Rock no YouTube.

Ivan da Luz, junto a Jayro Teles, é criador do canal Memórias do Rock e editor da fanpage deste mesmo canal.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Soul Asylum: última live semanal somará mais de 100 músicas apresentadas


Steve Perry: 5 fatos curiosos sobre o ex-vocalista do JourneySteve Perry
5 fatos curiosos sobre o ex-vocalista do Journey

Separados no nascimento: Paul Stanley e Ioná MagalhãesSeparados no nascimento
Paul Stanley e Ioná Magalhães


Sobre Ivan Da Luz

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.

Goo336 Cli336 Goo336 GooAdHor Cli336 WhiFin Goo336 Goo336