Matérias Mais Lidas

imagemMorre Patricia Kisser, esposa do guitarrista Andreas Kisser

imagemBruce Dickinson: ouça o teste dele para entrar no Iron Maiden

imagemFilho de Trujillo fez guitarra na "Master of Puppets" que toca em Stranger Things

imagemMetallica em "Stranger Things" deixa fãs preocupados com a "popularização" da banda

imagemZakk Wylde: "Black Sabbath com o Dio não é Black Sabbath"

imagemCantora country-pop Carrie Underwood sobe ao palco com Guns N' Roses em Londres

imagemA bizarra exigência de Ace Frehley para participar da última turnê do Kiss

imagemMega-hits Manjados: 10 clássicos que se tornaram clichês

imagemLed Zeppelin ou Pink Floyd, qual dos dois vendeu mais discos de estúdio?

imagemRob Halford posa para foto ao lado de Paul Stanley

imagemPink Floyd: Suas 10 músicas mais subvalorizadas, segundo a What Culture

imagemKirk Hammett deixa escapar que Metallica pode estar trabalhando em um novo álbum

imagemMax Cavalera revela como "selou a paz" com Tom Araya, vocalista do Slayer

imagemAvenged Sevenfold e o álbum do Guns N' Roses que deveria ser mais valorizado

imagemLobão explica porquê todo sertanejo gostaria, no fundo, de ser roqueiro


Stamp

David Coverdale: vocalista relembra último show com o Deep Purple

Por Paulo Giovanni G. Melo
Fonte: Twitter
Em 16/03/20

David Coverdale foi recrutado para o DEEP PURPLE em 1973. Ele substituiu Ian Gillan, que alegou desgastes com o grupo para sua saída. Coverdale permaneceu na lendária banda até março de 1976, quando o grupo decidiu parar depois de uma apresentação em Liverpool, na Inglaterra. O vocalista relembrou a data em um post no Twitter.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"16 de março de 1976... meu último show com o Deep Purple no Liverpool Empire... (onde mais tarde fui banido para sempre depois de um dos primeiros shows do Whitesnake... não me pergunte [por quê]... :) Deixei a banda depois do show... mas que passeio!!!"

Após a saída de Coverdale, o DEEP PURPLE saiu de cena pelos 8 anos seguintes (sim, 8 anos!), voltando aos holofotes somente em 1984 com sua formação de maior sucesso: Ian Gillan (vocal), Ritchie Blackmore (guitarra), Ian Paice (bateria), Roger Glover (baixo) e Jon Lord (teclado). O grupo lançou o álbum "Perfect Strangers" no mesmo ano e seguiu sua vida.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Após sua saída do DEEP PURPLE, David Coverdale lançou dois discos solo e montou o WHITESNAKE em 1978, cuja formação original contava, inclusive, com o tecladista Jon Lord. O resto é história.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Airbourne 2022
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp



Axl Rose: "ele é um fracassado", diz mulher de Slash


Sobre Paulo Giovanni G. Melo

Mineiro de Belo Horizonte. Fã de Hard Rock e Heavy Metal, especialmente a partir dos anos 80, não dispensa um disco ao vivo destes estilos. Entre várias de suas bandas preferidas estão Ratt, Aerosmith, Buckcherry, The Cult, Whitesnake, Whitecross, Guns N' Roses e Motley Crue.

Mais matérias de Paulo Giovanni G. Melo.