Matérias Mais Lidas

imagemFilho de Trujillo fez guitarra na "Master of Puppets" que toca em Stranger Things

imagemA bizarra exigência de Ace Frehley para participar da última turnê do Kiss

imagemMax Cavalera revela como "selou a paz" com Tom Araya, vocalista do Slayer

imagemPink Floyd: Suas 10 músicas mais subvalorizadas, segundo a What Culture

imagemEngenheiros do Hawaii e as tretas com Titãs, Lulu Santos, Lobão e outros

imagemSummer Breeze Open Air Brasil acontece em abril de 2023 em São Paulo

imagemO álbum do The Who que Roger Daltrey achou "uma m*rda completa

imagemLady Gaga: "o Iron Maiden mudou a minha vida!"

imagemPink Floyd: Gilmour nega alegação de Waters sobre "A Momentary Lapse of Reason"

imagem"Stranger Things" traz cena com "Master of Puppets", do Metallica

imagemA opinião de Arnaldo Antunes sobre a competição interna que havia nos Titãs

imagemLobão explica porquê todo sertanejo gostaria, no fundo, de ser roqueiro

imagemO grave problema do refrão de "Eagle Fly Free", segundo Fabio Lione

imagemAlice Cooper diz que em sua equipe "todo mundo é tratado como a banda"

imagemGregório Duvivier: "Perto de Chico Buarque, Bob Dylan é uma espécie de Renato Russo!"


Stamp

Mike Portnoy: renda de Spotify no ano todo mal paga um jantar; veja valores

Por Igor Miranda
Em 04/12/20

O baterista Mike Portnoy (Sons of Apollo, The Winery Dogs, Flying Colors, ex-Dream Theater) desabafou sobre os pagamentos feitos pelo Spotify em uma publicação nas redes sociais. O músico destacou que seu rendimento anual com a plataforma de streaming mal pagam um jantar de sua família.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A postagem de Portnoy ironizou a recente retrospectiva que o Spotify gerou para artistas e bandas. Nas imagens, os músicos têm divulgado quantos ouvintes e streams tiveram ao longo de 2020.

"Se o Spotify vai enviar essas estatísticas estúpidas de fim de ano para que todas as bandas fiquem se gabando, talvez eles deveriam incluir a quantidade de dinheiro que eles (não) estão pagando aos artistas por essa quantidade de streams", afirmou ele, inicialmente.

O post veio acompanhado de uma arte com os dizeres: "obrigado por um ano incrível, otários". A foto aponta que o Spotify teve receita de US$ 1,37 bilhão em 2018, mas paga em média apenas US$ 0,0037 por stream aos artistas. Na conta apresentada na publicação, é necessário chegar a 1.117.021 reproduções de música na plataforma para obter a remuneração de um salário mínimo no padrão americano.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O Spotify não divulga oficialmente o valor que paga aos artistas por stream. O número varia conforme a fonte de informação apurada, mas raramente está distante dos US$ 0,0037 destacados na imagem divulgada pelo baterista.

Diante da repercussão, Mike Portnoy fez uma alteração na legenda do post para destacar que não está chamando os fãs de "otários". "A propósito, presumo que vocês tenham entendido que não estou chamando vocês, os fãs, de 'otários'. Agradeço a todos por ouvirem as músicas, especialmente aqueles que ainda apoiam os artistas e compram a música. Esse é um meme que já existia apontando que toda a indústria é 'otária' por deixar o Spotify fugir de um roubo", afirmou.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Nos comentários, o músico ganhou o apoio de Derrick Green, vocalista do Sepultura, e Brad Wilk, baterista do Rage Against the Machine, além de Jeff Scott Soto, vocalista e colega de Mike no Sons of Apollo. Wilk chegou a dizer: "Isso é de 2018, agora o Spotify paga, mas o dinheiro fica com as gravadoras, então ainda é uma m*rda".

Entre os fãs, a opinião se dividiu - e o baterista respondeu a um deles. "Você tem um patrimônio de US$ 8 milhões. Talvez não deveria reclamar, em nome de pessoas que realmente sofrem, sobre o quanto você é oprimido por fazer apenas dezenas de milhares de dólares, ou mais, através de apenas um serviço de streaming", disse um seguidor.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Portnoy respondeu: "Você não faz ideia do que está falando. Para sua informação, o dinheiro que eu ganho da m*rda do Spotify em um ano talvez, possivelmente, pague um jantar para minha família e eu. Sem turnês para todos os músicos em 2020 (e talvez até mais), ninguém está gerando renda. Sim, Spotify está ganhando bilhões todos os anos ao apenas dar nossa música. O que você faz da vida? Você é pago por isso ou faz de graça?".

A publicação feita por Mike Portnoy pode ser conferida a seguir.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Streaming: saiba o valor da fortuna que as plataformas rendem às gravadoras

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Airbourne 2022


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Mike Portnoy: ele faz alfabeto com bandas que já tocou - e quase completa

Mike Portnoy: lista pessoal dos melhores de 2015


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Começou a escrever sobre música em 2007 e, algum tempo depois, foi cofundador do site Van do Halen. Colabora com o Whiplash.Net desde 2010. Atualmente, é editor-chefe da Petaxxon Comunicação, que gerencia o portal Cifras, Ei Nerd e outros. Mantém um site próprio 100% dedicado à música. Nas redes: @igormirandasite no Twitter, Instagram e Facebook.

Mais matérias de Igor Miranda.