RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemTodos os rockstars que já recusaram ser condecorados pela rainha Elizabeth II

imagemPitty Purple: cantora aparece nas redes com vestido roxo e ganha elogios dos seguidores

imagemDavid Coverdale lista seus 20 álbuns preferidos do rock britânico

imagemCom tempo de sobra, Bruce Dickinson também faz segurança em show do Iron Maiden

imagemGuns N' Roses compartilha foto incrível de show realizado em São Paulo

imagemArnaldo explica por que saía do palco quando Titãs tocava hit de "Cabeça Dinossauro"

imagemManeskin e o grande temor que Gastão Moreira tem em relação à banda

imagemO revoltante motivo que fez gravadora não aceitar Jairo Guedz como baixista do Ministry

imagemBob Dylan revela como conhecer seu maior ídolo o fez deixar de venerar pessoas

imagemAxl e o pequeno gesto com Slash comprovando que as tretas do passado ficaram pra trás

imagemO protagonismo do Sepultura em relação a Anitta, segundo João Gordo

imagemPor que Casagrande precisou de escolta de psicóloga para participar de programa de Gordo?

imagemAs músicas do Megadeth que Kiko Loureiro mais gosta de tocar ao vivo

imagemMembro do Guns N' Roses vai na Galeria do Rock de SP e compra camiseta oficial

imagemGordo comenta por que trabalhou para Record mesmo após lançar músicas contra igreja


NFL Steve Harris

Megadeth: Max Norman diz que Mustaine roubou seus créditos de produção em álbum famoso

Por Igor Miranda
Em 11/06/21

O produtor Max Norman trabalhou em álbuns clássicos do Megadeth, como "Countdown to Extinction" (1992) e "Youthanasia" (1994), mas parece não ter uma boa relação com o líder da banda, o vocalista e guitarrista Dave Mustaine.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em entrevista ao canal The Metal Voice, com transcrição do Ultimate Guitar, o profissional de estúdio disse que o frontman do Megadeth roubou parte de seus créditos de produção. A situação teria ocorrido justo no primeiro álbum que ele fez junto da banda, "Countdown to Extinction" - antes, Norman havia atuado na mixagem de "Rust in Peace" (1990).

Norman, que também acumula em seu currículo trabalhos com artistas e bandas como Ozzy Osbourne e Bad Company, foi perguntado se Mustaine realmente teve uma atuação de co-produtor em "Countdown to Extinction" - os dois são creditados por essa função no disco. O profissional, então, compartilhou seu ponto de vista sobre o que aconteceu naqueles tempos.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Inicialmente, ele contou que recebeu um pedido inusitado de Dave Mustaine: "Lembro que quando começamos a fazer 'Countdown', Dave falou: 'quero que você me ensine como produzir'. Eu falei: 'não posso te ensinar isso, você apenas precisa prestar atenção e aprender o que puder'".

O trabalho em estúdio rolou normalmente, segundo Max. Quando o material já estava mixado, prestes a ser lançado, ele recebeu uma ligação de seu advogado, Joe Serling, que trabalhava em Nova York.

"Eu estava em Los Angeles na época e meu advogado falou: 'ok, todos os contratos estão prontos e eu fiz a alteração no crédito de produção'. Eu perguntei: 'o que mudou?'. Ele respondeu: 'você sabe, agora está que foi produzido por Dave Mustaine e Max Norman'. E eu falei: 'whoa, whoa, não, não'", afirmou.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Imediatamente, Norman ligou para Mustaine para saber o que havia acontecido. "Eu falei: 'ei, você me f*deu ao mudar o crédito perto do fim, eles já imprimiram 400 mil cópias disso, que tal eu simplesmente jogar fora a p*rra desse disco agora?'. Ele começou a pirar, dizendo: 'cara, cometeram um erro'. Eu sabia que não era um erro. Foi meio como uma punhalada nas costas, fiquei muito triste", disse.

Enquanto relembrava a situação, o profissional de estúdio disse que chegou a dizer para o músico do Megadeth: "você compôs todas as músicas, canta e toca em todas elas, eu te dei um crédito de co-produção e você está roubando meu crédito?". Segundo ele, as funções reais eram: Max Norman como engenheiro de produção musical e Dave Mustaine como co-produtor.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Embora Norman tenha exigido que a situação fosse revertida, "Countdown to Extinction" realmente foi lançado com créditos de produção compartilhados entre ele e Mustaine. "Levou um tempo até que eu parasse de ficar p*to sobre isso. Dave seguia pedindo desculpas: 'desculpe, cometeram um erro'. E eu ficava tipo: 'é muita mentira, você fez isso de propósito, sei por que você fez isso, nunca mais tente fazer isso de novo'", declarou.

O que pode mudar na prática

Max Norman não ofereceu detalhes sobre o que muda de fato em seu caso, na prática, entre ter um crédito compartilhado de produção e um crédito total para um produtor e outro para co-produtor. Porém, há exemplos envolvendo outros artistas e profissionais da indústria musical que podem servir para entender tal discussão.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O grande ponto, claro, está ligado à grana: produtores também podem receber direitos autorais, caso isso seja estabelecido em contrato. Entre os profissionais do ramo mais conhecidos no heavy metal, Bob Rock é um dos nomes mais notáveis a estabelecer que também receberá royalties, o que garante uma remuneração além do que ele já recebe para fazer o serviço.

Há, em contrapartida, alguns casos mais raros entre produtores que optam por não receber direitos autorais dos álbuns que trabalham. Um dos casos mais famosos é o de Steve Albini, que considera antiético demandar valores de royalties - ele cobra apenas pelo serviço em si.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Outro tópico a se considerar é que já havia um contrato com Max Norman para que ele fosse o produtor. Embora ele tenha cedido uma função de co-produção a Dave Mustaine - o que é diferente de ser um segundo produtor -, o profissional tinha estabelecido anteriormente que ele próprio seria o produtor.

Até o momento, Dave Mustaine não se manifestou sobre os comentários feitos por Max Norman. A entrevista do produtor pode ser conferida na íntegra, em inglês e sem legendas, no player de vídeo a seguir.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

As músicas do Megadeth que Kiko Loureiro mais gosta de tocar ao vivo

Guitarras de "Hangar 18" provam que Friedman e Mustaine formavam uma grande dupla

Covers: os cinco melhores gravados pelo Megadeth

Lição de Casa: 50 músicas que todo headbanger deveria ouvir uma vez na vida - Parte I

Veja Dirk Verbeuren, do Megadeth, sentando o braço em versão ao vivo de "Soldier On!"

Dirk Verbeuren diz que Nick Menza "incorporou tudo o que o Megadeth era"

Lendária introdução de "Peace Sells" foi criada por Dave Mustaine e não por David Ellefson

Dieth, a nova banda de David Ellefson, assina com a Napalm Records

Dirk Verbeuren está feliz da vida por ter escrito músicas para o novo álbum do Megadeth

Chuck Billy insinua que Steve DiGiorgio não duraria muito tempo no Megadeth

Dirk Verbeuren, baterista do Megadeth, diz que já pensou em desistir da música

Brothers Of Metal: irmãos que tocam (ou já tocaram) na mesma banda

Veja Nick Menza, falecido baterista do Megadeth, tocando "She-Wolf" em 2014

"Peace Sells" seria uma música muito longa, mas felizmente, Mustaine ouviu ex-baterista

Mustaine diz que socar a cara de James Hetfield foi uma atitude estúpida

Heavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1986

Megadeth: os 10 bens mais preciosos de Dave Mustaine

A categórica opinião de Dave Mustaine sobre religião "abusiva e falsa" de sua mãe

Iron Maiden: Perguntas e respostas e curiosidades diversas

King Diamond: O que significa ser Satanista?


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Começou a escrever sobre música em 2007 e, algum tempo depois, foi cofundador do site Van do Halen. Colabora com o Whiplash.Net desde 2010. Atualmente, é editor-chefe da Petaxxon Comunicação, que gerencia o portal Cifras, Ei Nerd e outros. Mantém um site próprio 100% dedicado à música. Nas redes: @igormirandasite no Twitter, Instagram e Facebook.

Mais matérias de Igor Miranda.