Matérias Mais Lidas

imagemRock in Rio 1991, Maracanã lotado, e o Guns N' Roses ameaçou não subir ao palco...

imagemBaixista do Faith No More diz que integrantes odiavam músicas do "The Real Thing"

imagemO álbum do Kiss que infelizmente é ignorado pela banda, segundo Andreas Kisser

imagemO álbum de David Bowie que Mick Jagger disse que achou "horrível"

imagemA história da capa de "Christ Illusion", que fez o Slayer ter problemas

imagemMetallica: a explicação da banda para o volume do baixo no And Justice For All

imagemSupla explica por que fala sempre misturando português com inglês

imagemCinco músicas que são covers, mas você certamente acha que são as versões originais

imagemTúnel do Tempo: 25 músicas que mostram por que 1991 é um ano tão celebrado

imagemLars Ulrich: "Não sou um baterista particularmente talentoso"

imagemOzzy acha que suas novas músicas deveriam ter sido gravadas pelo Black Sabbath

imagemOs únicos quatro assuntos das conversas nos EUA que enchiam saco de Fabio Lione

imagemSem ter o que fazer, guitarrista do Journey comprou 150 guitarras durante a pandemia

imagemRevista Veja diz que Rock in Rio virou "túmulo do rock" e explica motivo

imagemAntes mesmo do fim do primeiro semestre, Mike Portnoy escolhe seu "Álbum do ano"


In-Edit

Os vários motivos que levaram Rita Lee a sair dos Mutantes em 1972

Por Gustavo Maiato
Em 31/01/22

Os Mutantes fizeram história dentro da música brasileira ao aliar o rock progressivo com o tropicalismo. A formação clássica da banda contava com Arnaldo Baptista (baixista, vocalista), Rita Lee (vocalista), Sérgio Dias (guitarrista, vocalista), Dinho Leme (baterista) e Liminha (baixista). Após lançar álbuns icônicos como "A Divina Comédia ou Ando Meio Desligado" (1970) e "Jardim Elétrico" (1971), um ciclo se encerrou no grupo com a expulsão de Rita Lee.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em entrevista de 1992 concedida a Bruna Lombardi, Rita Lee explicou os diversos motivos que levaram a sua expulsão dos Mutantes em 1972. As causas vão desde divergências criativas até a turbulenta relação com Arnaldo Baptista.

"Eu não voltaria aos Mutantes hoje em dia. Teve um final meio trágico, esquisito e injusto. A verdade é que éramos todos muito loucos. Tomávamos tudo, rolava de tudo. Muita gente pirava. Em um dado momento, precisamos confrontar isso com o Arnaldo Baptista. Ele ficou mal. Aconteceu um incidente em que ele pulou de uma janela e ficou vários meses em coma. Os Mutantes já tinham se dissolvido, mas tinha uma mágoa muito grande que não tinha sido resolvida", comentou.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Segundo Rita Lee, outra causa para o rompimento da banda foi o exílio de Caetano Veloso e Gilberto Gil durante a ditadura.

"O grupo rompeu por vários motivos. O Gil e o Caetano tinham sido exilados. Nossos gurus tinham ido embora. Eu falei para nós fazermos nosso som. Afinal, eles tinham nos ensinado tudo. Ensinaram a compor em português, fazer arranjo, cantar o Brasil. Mas o pessoal da banda decidiu ir para outro lado. Decidiram fazer música progressiva tipo Yes, Emerson, Lake & Palmer. Eles eram ótimos músicos e eu era a intuitiva da coisa. Eu achava que podia tocar por intuição. Comprava meus tecladinhos e tudo. Mas aí não podia. Tinha que ser uma coisa mais técnica. Aí de repente eles me convidaram para me retirar dos Mutantes. Comigo, acho que saiu o humor", refletiu.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Por fim, Rita Lee disse que acha injusto que Arnaldo Baptista leve as glórias dos Mutantes e disse que nunca entendeu o sentimento que ele tinha por ela.

"O Arnaldo sempre foi o mentor dos Mutantes. Mas na verdade o Sérgio Dias e o Dinho Leme eram excelentes também. Eu era excelente também! (risos). Depois que os Mutantes terminaram, comecei meus próprios shows. Aí o Arnaldo aparecia na primeira fila e ficava fazendo sinal de negativo para mim. Dizendo que estava odiando. Ele me dinamitava. Eu já não tinha muita segurança. Ele tinha um lado louco. Eu não sabia até que ponto ele gostava de mim com uma obsessão ou se era uma competição. Nunca consegui ficar amiga dele como sou do Sérgio. O Arnaldo então ficou com as glórias dos Mutantes, o que não é justo. Tenho que declarar isso! Os Mutantes eram todos nós", concluiu.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Assista ao episódio completo abaixo.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Axl Rose: "ele é um fracassado", diz mulher de Slash


Sobre Gustavo Maiato

Jornalista, fotógrafo de shows, youtuber e escritor. Ama todos os subgêneros do rock e do heavy metal na mesma medida que ama escrever sobre isso.

Mais matérias de Gustavo Maiato.