Matérias Mais Lidas

imagemO álbum do Kiss que infelizmente é ignorado pela banda, segundo Andreas Kisser

imagemBaixista do Faith No More diz que integrantes odiavam músicas do "The Real Thing"

imagemOs únicos quatro assuntos das conversas nos EUA que enchiam saco de Fabio Lione

imagemSupla explica por que fala sempre misturando português com inglês

imagemRock in Rio 1991, Maracanã lotado, e o Guns N' Roses ameaçou não subir ao palco...

imagemO baterista que não tinha técnica alguma e é um dos favoritos do Regis Tadeu

imagemAndreas Kisser pede doação de sangue para sua esposa Patricia

imagemCinco músicas que são covers, mas você certamente acha que são as versões originais

imagem"Ninguém imaginava que o Metallica seria maior que o Iron Maiden", diz Scott Ian

imagemDave Mustaine quis tirar foto com moça que usava vestido do Megadeth, mas...

imagemCopa do Mundo do Rock: uma banda de cada país que vai disputar a Copa do Catar

imagemNoel Gallagher sobre sua preferida do Pink Floyd: "Adoraria conhecer Roger Waters"

imagemSteve Vai se junta ao Whitesnake para tocar "Still Of The Night" no Hellfest; veja vídeo

imagemSepultura faz primeiro show com o guitarrista Jean Patton

imagemNovo clipe do Megadeth ultrapassa meio milhão de visualizações no Youtube


In-Edit

Cannibal Corpse: fãs homenageiam ex-vocalista com um sonoro "Fuck Chris Barnes"

Por Mateus Ribeiro
Em 23/02/22

A banda norte-americana Cannibal Corpse, um dos maiores ícones do death metal, se apresentou na última segunda-feira (21 de fevereiro) em Reading (Pensilvânia, EUA). Durante a apresentação, um grupo de fãs proferiu palavras nada agradáveis contra Cris Barnes (Six Feet Under), vocalista que fez parte do grupo entre 1988 e 1995.

Algumas pessoas presentes no show começaram a cantar "Fuck Chris Barnes" por cerca de 20 segundos, entre uma música e outra do espetáculo. O vocalista George "Corpsegrinder" Fisher deu uma risada e respondeu: "Vocês disseram isso, não eu". O vídeo, divulgado pelo site Blabbermouth, pode ser assistido a seguir.

Chris Barnes iniciou uma treta em janeiro, quando escreveu em seu perfil do Twitter que "sentia desprezo" pelo que o death metal havia se tornado. A postagem foi motivada por um episódio do podcast "A Death Metal Round Table", que por "coincidência", contou com a participação de George "Corpsegrinder", seu substituto no Cannibal.

A briga virtual durou alguns dias e mostrou que Chris Barnes, definitivamente, não gosta do atual cenário do death metal.

O Cannibal Corpse passará por oito cidades brasileiras no início de maio.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Umbilicus: músicos do Cannibal Corpse e Deicide anunciam álbum hard rock

Cannibal Corpse: fãs homenageiam ex-vocalista com um sonoro "Fuck Chris Barnes"

Cannibal Corpse: a música que fez George Corpsegrinder querer cantar death metal

Câncer na língua: entenda a doença de Bruce Dickinson


Sobre Mateus Ribeiro

Fã de Ramones, In Flames e Soilwork. Ouve (quase) tudo, desde rock clássico até black metal.

Mais matérias de Mateus Ribeiro.