Matérias Mais Lidas

imagemA resposta de John Lennon quando perguntado se retornaria aos Beatles em 1975

imagemO clássico dos Paralamas que Gilberto Gil escreveu a letra e ditou pelo telefone

imagemO clássico da Legião inspirado em novela da TV Globo e acusado de plagiar The Doors

imagemCinco músicas que são covers, mas você acha que são as versões originais - Parte 2

imagemRitchie Blackmore em 1978 sobre o Kiss, Fleetwood Mac, Yardbirds e Led Zeppelin

imagemQuantos discos o Guns N' Roses vendeu no Brasil e no mundo? Veja os números

imagemTúnel do Tempo: 25 músicas que mostram por que 1988 é um ano inesquecível

imagemBob Dylan explica a diferença entre suas composições e as de Paul McCartney

imagemAdrian Smith e a volta ao Maiden: "queriam o Bruce e já tinham dois guitarristas"

imagemTúnel do Tempo: 25 músicas que mostram por que 1984 é um ano vital para o metal

imagemCadáveres, sangue e girombas: a história da capa de "Reign In Blood", do Slayer

imagemCinco curiosidades sobre "The Sick, The Dying... And The Dead!", do Megadeth

imagemSteve Vai relembra um show "horrível" que ele fez com Frank Zappa

imagemPara Ian Anderson, os punks pensaram serem "a vacina" contra o rock progressivo

imagemMichael Schenker explica por que deixou o Scorpions e se juntou ao UFO


Setentão Ian Anderson nunca se drogou, mas brinca; "50% de chance de usar as pesadas"

Por Emanuel Seagal
Em 01/02/22

Ian Anderson, líder da banda britânica de prog rock Jethro Tull foi entrevistado pelo Cleveland.com, onde promoveu o novo disco da banda, falou sobre como é fazer shows aos 74 anos. Confira alguns trechos abaixo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Cleveland.com: "O Jethro Tull tocou um pouco no ano passado e você está na estrada novamente este ano. Não houve uma turnê de despedida há alguns anos?"

Ian Anderson: "Fazer turnês é algo que senti nos últimos anos, 'Bem, não posso contar que poderei fazer isso por muito mais tempo', especialmente em 2017. Eu estava muito doente com um problema no peito e fui fazer um monte de testes que sugeriram que eu estaria sofrendo algum grau de deficiência para o resto da minha vida. Felizmente concentrando-me mais no controle da minha respiração e esforços mais diligentes para cantar e tocar um pouco mais corretamente, não piorei. Pelo contrário, eu acho que estou em melhor forma do que estava há três ou quatro anos, então acho que estou me sentindo mais confortável com os próximos anos do que nos cinco anos anteriores, no entanto, tenho 74 anos e duas horas de exercícios no palco são um pouco cansativas, mas supero isso tão bem quanto quando eu estava com meus 20 anos."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Cleveland.com: "Melhor viver através de produtos farmacêuticos, então?"

Ian Anderson: "Bem... não. Eu nunca tomei o que as pessoas se referem quando falam sobre 'drogas'. Eu ainda tenho que ter minha primeira experiência com drogas. Quando cheguei nos EUA em 1969, com a forma como eu me apresentava, as pessoas provavelmente presumiam que eu deveria estar usando algum tipo de droga pesada – anfetaminas ou speed, mas não. Tenho certeza que no tempo certo isso vai acontecer. Há uma chance de 50 por cento de eu morrer de um câncer doloroso e terminar meus dias com os efeitos de algum narcótico pesado que é algo que eu suponho que vou começar a pensar: 'Uau, agora eu sei como é isso. Não vou me envolver com maconha ou coisa do tipo. Vamos direto nas mais pesadas!"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"The Zealot Gene", é o primeiro álbum de estúdio do Jethro Tull com novo material em mais de 18 anos. O disco foi disponibilizado nas plataformas digitais na última sexta-feira, 28 de janeiro de 2022, pela Inside Out Music.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Jethro Tull: Ian Anderson não sabia tocar flauta


Sobre Emanuel Seagal

Descobriu o metal com Iron Maiden e Black Sabbath até chegar ao metal extremo e se apaixonar pelo doom metal. Considera Empyrium e X Japan as melhores bandas do mundo, Foi um dos coordenadores do finado SkyHell Webzine, escreveu para outros veículos no Brasil e exterior, e sempre esteve envolvido com metal, seja com eventos, bandas, gravadoras ou imprensa. Escreve para o Whiplash! desde 2005 mas ainda não entendeu a birra dos leitores com as notícias do Metallica. @emanuel_seagal no Instagram.

Mais informações sobre

Mais matérias de Emanuel Seagal.