Matérias Mais Lidas

imagemFilho de Trujillo fez guitarra na "Master of Puppets" que toca em Stranger Things

imagemMetallica em "Stranger Things" deixa fãs preocupados com a "popularização" da banda

imagemA bizarra exigência de Ace Frehley para participar da última turnê do Kiss

imagemEngenheiros do Hawaii e as tretas com Titãs, Lulu Santos, Lobão e outros

imagemTravis Barker afirma que está muito melhor e que correu risco de vida

imagemKirk Hammett deixa escapar que Metallica pode estar trabalhando em um novo álbum

imagemPink Floyd: Suas 10 músicas mais subvalorizadas, segundo a What Culture

imagemRob Halford posa para foto ao lado de Paul Stanley

imagemMax Cavalera revela como "selou a paz" com Tom Araya, vocalista do Slayer

imagemTito Falaschi ia entrar no Shaman, e conta porque não deu certo

imagemAvenged Sevenfold e o álbum do Guns N' Roses que deveria ser mais valorizado

imagemSummer Breeze Open Air Brasil acontece em abril de 2023 em São Paulo

imagemLady Gaga: "o Iron Maiden mudou a minha vida!"

imagemCantora country-pop Carrie Underwood sobe ao palco com Guns N' Roses em Londres

imagem"Stranger Things" traz cena com "Master of Puppets", do Metallica


Stamp

Apesar de achar que o rock morreu, Gene Simmons gosta de uma banda da nova geração

Por Mateus Ribeiro
Em 31/05/22

O lendário Gene Simmons atacou de coveiro mais uma vez e decretou que o rock está morto, desta vez, durante entrevista concedida à Spin Magazine. Como vocês sabem, esta não foi a primeira (e dificilmente, será a última) vez que o baixista/vocalista do Kiss enterrou o estilo musical que possui milhões de fãs espalhados pelo mundo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Embora ache que o rock bateu as botas, o icônico frontman do Kiss acredita que existem bons artistas e bandas no universo do rock and roll. Uma dessas bandas surgiu há menos de 15 anos e possui uma legião de haters na Internet. "O rock está morto. As crianças estão ouvindo música eletrônica e coisas do tipo Tame Impala, que eu gosto bastante. O Ghost é interessante", disse Gene, se referindo ao grupo fundado e liderado pelo músico sueco Tobias Forge.

No entanto, Gene acha que as novas bandas não terão as mesmas chances que os nomes do passado, entre outros fatores, pelo apoio (financeiro) que as gravadoras forneciam. "Há algumas coisas boas por aí, mas eles não vão ter a chance que tivemos. Eles não tinham uma gravadora que colocava cartazes por aí, te dava adiantamentos que você nunca teria que devolver, para que você pudesse se dedicar em tempo integral a essa coisa. Como você faz isso se está distribuindo sua música por 1/100 de um centavo para download? Como você paga o aluguel? Como você compra o gás? Então, há aquele ciclo vicioso de que somos uma banda nova, não ganhamos dinheiro, ninguém sabe quem somos. Vamos distribuir nossa música de graça e esperar que tenhamos fãs suficientes para que possamos sair e tocar em clubes para ganhar dinheiro suficiente para dirigir até a próxima cidade".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"O modelo está quebrado"

Na sequência, Gene falou sobre a importância do dinheiro na arte. "O modelo está quebrado. Quantos supermercados e lojas, varejo e companhias aéreas existiriam se você pudesse simplesmente entrar, colocar um centavo e sair com coisas? Quanto tempo você acha que essas empresas ficariam no negócio? E o que te faz pensar que estar em uma banda ou fazer música é outra coisa além de um negócio? Não quero dizer isso para simplificar ou negar. Tudo precisa de combustível. Precisamos de ar e água, enquanto músicos, escritores e pintores precisam de dinheiro", finalizou.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A banda Kiss, que está em sua última turnê, passou pelo Brasil há algumas semanas. O quarteto tocou em São Paulo, Ribeirão Preto, Curitiba e Porto Alegre. Apesar da "End Of The Road" ser o fim da linha para o grupo, Gene Simmons pretende continuar se apresentando ao vivo, porém, sem as maquiagens e fantasias que ostentou por décadas.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Airbourne 2022


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Axl Rose: "ele é um fracassado", diz mulher de Slash


Sobre Mateus Ribeiro

Fã de Ramones, In Flames e Soilwork. Ouve (quase) tudo, desde rock clássico até black metal.

Mais matérias de Mateus Ribeiro.