Matérias Mais Lidas

imagemAndreas Kisser pede doação de sangue para sua esposa Patricia

imagemCinco músicas que são covers, mas você certamente acha que são as versões originais

imagemRock in Rio 1991, Maracanã lotado, e o Guns N' Roses ameaçou não subir ao palco...

imagemOs únicos quatro assuntos das conversas nos EUA que enchiam saco de Fabio Lione

imagemCopa do Mundo do Rock: uma banda de cada país que vai disputar a Copa do Catar

imagemDave Mustaine diz que perdoa Ellefson, mas nunca mais fará música com o baixista

imagemTúnel do Tempo: 25 músicas que mostram por que 1991 é um ano tão celebrado

imagem"Ninguém imaginava que o Metallica seria maior que o Iron Maiden", diz Scott Ian

imagemO baterista que não tinha técnica alguma e é um dos favoritos do Regis Tadeu

imagemSupla explica por que fala sempre misturando português com inglês

imagemTúnel do Tempo: 25 músicas que mostram por que os headbangers idolatram 1986

imagemJohn Frusciante responde qual foi o motivo de seu retorno ao Red Hot Chili Peppers

imagemNoel Gallagher sobre sua preferida do Pink Floyd: "Adoraria conhecer Roger Waters"

imagemRaimundos: Digão acusa Instagram de censura após poucas curtidas em post

imagemAC/DC: Angus Young comenta a capa de "Highway to Hell" e a morte de Bon Scott


Stamp

"Eu realmente não tenho fé na humanidade", diz Schmier, vocalista do Destruction

Por Mateus Ribeiro
Em 25/05/22

A veterana banda alemã de thrash metal Destruction lançou no dia 8 de abril seu novo álbum de estúdio, "Diabolical". O disco, primeiro da história do grupo sem o guitarrista e fundador Mike Sifringer, foi um dos temas da entrevista que o baixista/vocalista Schmier concedeu ao site Metal Insider.

Foto: Hexphotography - Gyula Havancsák
Foto: Hexphotography - Gyula Havancsák

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O frontman falou sobre "No Faith In Humanity", uma das principais faixas do disco. "É uma música sobre a situação do mundo. Quando viajo pelo mundo sempre vejo as mesmas coisas que todos nós queremos ver. Não queremos guerra, queremos felicidade e queremos aproveitar a vida. Queremos viajar. Queremos ser livres. E há tantas frases antigas como ‘Somos todos do mesmo sangue’ que mostram que só a unidade e a solidariedade são fundamentais para a humanidade sobreviver. Não entendemos em toda a nossa história que as guerras não nos ajudarão a criar um futuro para nossos filhos. É disso que trata a música. Eu realmente não tenho fé na humanidade, mas espero que encontremos solidariedade e comecemos a procurar fronteiras para impedir que guerras aconteçam. Nossos líderes fazem guerras, nosso povo não quer guerras. E é disso que se trata essa música", disse o músico.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Não precisamos mais de guerras neste mundo

Schmier também falou sobre o conflito armado entre Rússia e Ucrânia, que se arrasta desde fevereiro, quando o presidente russo Vladimir Putin ordenou que tropas militares invadissem o paíz vizinho. "É muito decepcionante. Especialmente como músico, quando você viaja ao redor do mundo, quando você vai a esses países e vê semelhanças entre os países, até mesmo com a antiga União Soviética, esses países estão muito perto e muito longe, ao mesmo tempo. Muitos russos têm parentes na Ucrânia e vice-versa, brigando entre si porque o presidente deles é um fodido belicista e quer a União Soviética de volta. É claro, isso está tudo na mídia, ou na Internet, e você pode ver todos os detalhes, detalhes mais cruéis do que nunca sobre a guerra. Esta é a guerra mais documentada que já tivemos antes. Então, está muito perto de nós e você vê o quão brutal a guerra realmente é. Esperamos que as pessoas percebam que não precisamos mais de guerras neste mundo. Temos que parar com isso. Vejo que a União Européia, a OTAN e também os Estados Unidos se aproximaram novamente por causa dessa guerra. Esse é realmente o lado bom disso. Mas isso [a guerra] tem que parar imediatamente", finalizou.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Diabolical" é o sucessor de "Born To Perish", lançado em 2019. O disco foi gravado por Schmier (baixo/vocal), Damir Eskic (guitarra), Martin Furia (guitarra) e Randy Black (bateria).

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

In-Edit


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Garimpeiro das Galáxias: Beldades globais e sua paixão pelo rock


Sobre Mateus Ribeiro

Fã de Ramones, In Flames e Soilwork. Ouve (quase) tudo, desde rock clássico até black metal.

Mais matérias de Mateus Ribeiro.