RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemO grande amor de Renato Russo que durou pouco mas marcou sua vida para sempre

imagemMax Cavalera escolhe seus álbuns "não metal" preferidos

imagemJoe Satriani revela o guitarrista que ele ouve e diz: "Eu jamais alcançarei isso!"

imagemOzzy Osbourne aparece em público pela primeira vez após anunciar aposentadoria das turnês

imagemManowar no Brasil? Banda posta bandeira brasileira e fãs ficam empolgados

imagemA inesperada opinião de Bell Marques (ex-Chiclete com Banana) sobre o rock progressivo

imagemA música de Raul Seixas que salvou a carreira de Chitãozinho e Xororó

imagemRamones: C.J. conta que Johnny se recusou a visitar Joey em seu leito de morte

imagemThiago Bianchi explica sucessão de problemas durante show de Paul Di'Anno

imagemO dia que João Gordo xingou Ayrton Senna por piloto se recusar a dar entrevista a ele

imagemO clássico da banda Evanescence que a vocalista Amy Lee odiava

imagemA icônica reportagem de Glória Maria em que Raul Seixas disse que foi atropelado por onda

imagemA nostálgica canção de Raul Seixas que propõe abolir a divisão entre o bem e o mal

imagemZakk Wylde tira o corpo fora ao ser questionado sobre cancelamento de shows do Pantera

imagemSlipknot lança novo single, "Bone Church", e também vídeo de "Yen" em versão Director's Cut


Stamp

Jairo Guedz traduz com analogia absurdamente triste a saída de Max Cavalera do Sepultura

Por Bruce William
Postado em 25 de janeiro de 2023

Neste corte da conversa com o Ibagenscast, Jairo Guedz, atualmente na Troops of Doom e que foi guitarrista do Sepultura até 1987, quando foi substituído por Andreas Kisser, comenta como reagiu à saída de Max Cavalera, no final de 1996.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"A primeira coisa que eu pensei foi na ruptura como banda, como business. Eu falei 'Cara, vocês são malucos, são loucos! Vocês estão entre as cinco maiores bandas de Metal do mundo hoje'". Em seguida, Jairo explica que, como ele não estava mais na banda, ele não sabia de fato o que estava acontecendo, citando a máxima que diz que sempre existem três lados da verdade: a verdade de um lado, a verdade do outro lado e a verdade absoluta, que muitas vezes ninguém sabe qual é de fato.

Jairo faz então uma triste analogia para explicar o sentimento que ele teve em relação à saída de Max do Sepultura: "Tem uma coisa que eu falo sempre quando alguém me pergunta: 'Cara, quando sua mãe e seu pai morreram, você sofreu muito?' E eu sempre falo: 'Não cara, não sofri muito quando eles morreram. Eu sofro um pouquinho todo dia, pelo resto da minha vida'. Porque eu sempre vou lembrar deles, todos os dias, eu acordo e durmo pensando neles. É um sofrimento que vêm em gotas homeopáticas. E foi isso que eu senti quando eles (Sepultura) tiveram esta ruptura. Eu fiquei assustado com o lado do business, deles abrirem mão disso e optarem pela ruptura, pela briga, mas de lá até hoje, todos os dias eu ouço alguma coisa, ou a gente conversa alguma coisa ou eu estou no show do Cavalera, então até hoje tem uma pequena dose homeopática que vai me incomodando".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Ele conta ainda que já fez alguns que ele falou, tanto com "um lado" quanto com "o outro lado" que ele não quer saber o que um pensa do outro. "Não quero optar por nenhum de vocês, quero continuar sendo amigo de todos".

O episódio completo da participação de Jairo Guedz no IbagensCast pode ser visto no player abaixo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:
Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Exilio Angel

Metal Brasileiro: 10 bandas recomendáveis fora o Sepultura


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Bruce William

Bruce William pensava em ser um motoqueiro rebelde mas descobriu que é um Wieder Blutbad nerd apaixonado por uma Fuchsbau. Avy jorrāelan, CatW!
Mais matérias de Bruce William.