Melhores de 2012: as escolhas do redator Otávio Augusto Juliano

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Otávio Augusto Juliano
Enviar correções  |  Comentários  | 

A convite dos editores do site, foi-me sugerida a elaboração de uma lista dos 10 principais lançamentos de Rock e Metal e fatos importantes de 2012. Honrado pelo convite, busquei na minha coleção os itens adquiridos nesse ano e cheguei à conclusão abaixo. A lista NÃO segue ordem de preferência e considerei qualquer lançamento, seja no formato CD ou DVD, ao vivo ou em estúdio.

5000 acessosOverkill: mandando recado ao Avenged Sevenfold5000 acessosMegadeth: os 10 bens mais preciosos de Dave Mustaine


- ECLIPSE – “Bleed & Scream”

Embora a lista não seja numerada de 1 a 10, quase que “sem querer querendo”, resolvi colocar este disco da banda sueca ECLIPSE em primeiro lugar. Para mim, além de um dos grandes álbuns do ano, é também uma revelação, pois não conhecia o trabalho da banda. Um Hard Rock melódico incrível, com um som limpo e impecável. Destaques para todas as 11 canções. Ouça bem alto e entenda porque esse disco merece um lugar no Top 10 de 2012.


- H.E.A.T. – “Address The Nation”

Como fã inveterado de Hard Rock e da cena sueca surgida na última década, acabo acompanhando boa parte dos lançamentos que chegam da Suécia. H.E.A.T. é mais uma banda de lá. Com “Address The Nation”, o grupo mantém lançamentos de material novo a cada 2 anos desde 2008 e é um dos destaques de 2012, sem dúvida. Um Hard Rock mais limpo, com influências de AOR, na linha de EUROPE, com boa presença de teclados.


- SLASH – “Apocalyptic Love”

Segundo álbum solo do guitarrista da cartola, SLASH. Com a consistente banda formada por ele, esse segundo registro de estúdio ficou melhor que o primeiro, justamente por trazer um grupo coeso e competente. No primeiro disco solo SLASH optou por muitas participações especiais de vocalistas, fazendo com que nem todas as músicas agradassem. Agora com Myles Kennedy firme na posição de vocalista, o álbum se manteve em alto nível do começo ao fim e mereceu seu espaço no meu Top 10 de 2012.


- CRUCIFIED BARBARA – “The Midnight Chase”

Essas garotas são as ilustres representantes femininas do Sleaze sueco. Mulheres que seguram as pontas como qualquer marmanjo quando o assunto é compor canções de Hard Rock e subir no palco e arrepiar. Em “The Midnight Chase” você encontra um som de primeira e por isso esse álbum está aqui. Mais uma banda que passou pelo Brasil em 2012, para a nossa sorte.


- MINISTRY – “Relapse”

Para mim o MINISTRY é “a banda” de Metal industrial. Com um som pesado e letras provocativas, Al Jourgensen, fundador, líder e vocalista do MINISTRY, deixou sua marca na música. E “Relapse” é o mais recente trabalho da banda, lançado em 2012. Jourgensen já deu entrevista dizendo que este álbum é um dos 50 melhores da história e o melhor do MINISTRY. Não sei dizer se chega a tanto, pois é difícil competir com um disco do calibre de “Psalm 69: The Way to Succeed and the Way to Suck Eggs” (1992), mas o álbum é muito bom e merece estar entre os 10 melhores do ano. Destaques para “Ghouldiggers” e “99 Percenters”. É o décimo segundo trabalho de estúdio da banda e fica marcado como último registro com Mike Scaccia na guitarra, falecido agora no dia 22 de dezembro. Pode ser sonho meu, mas gostaria muito de ver o MINISTRY ao vivo por aqui em 2013...


- LED ZEPPELIN – “Celebration Day” (DVD/CD)

Ficou para o 2012 esse lançamento tão esperado pelos fãs. “Celebration Day” é o show gravado em Londres, na Arena O2, com os três membros originais do LED ZEPPELIN, Robert Plant, Jimmy Page e John Paul Jones, além de Jason Bonham, filho do baterista John Bonham. O concerto aconteceu originalmente em 2007 e teve uma procura imensa por ingressos, batendo recordes. Rumores de uma possível volta foram inevitáveis, mas não passou disso. Vale assistir esse registro ao vivo. Em DVD ou Blu-Ray, com um CD duplo incluso.


- CRAZY LIXX – “Riot Avenue”

CRAZY LIXX é mais uma das bandas saídas da Suécia, o berço do Sleaze Metal atual. Depois de bons álbuns, em “Riot Avenue” a banda alcança mais maturidade e apresenta músicas de fácil assimilação e muita qualidade. Com excelentes riffs de guitarra, se você gosta de Hard Rock dos anos 80 e da cena atual sueca, vai certamente se deliciar com esse disco. Destaco a faixa-título e ainda “Fire It Up” e “Downtown”, que lembram o KISS da fase sem máscara. Outra banda que nos presenteou em 2012 com uma passagem pelo Brasil.


- KISS – “Monster”

Os mascarados mais famosos do mundo voltaram em 2012. Desde 2009 sem lançar material novo de estúdio, os norte-americanos do KISS voltaram com tudo: disco novo, canções no melhor estilo que fez o sucesso da banda e ainda uma turnê mundial que passou pelo Brasil. Destaques para a ótima “Hell or Hallelujah” e ainda “Outta This World”, para citar apenas algumas.


- VAN HALEN – “A Different Kind Of Truth”

Depois de quase 20 anos, é o VAN HALEN de volta com o vocalista DAVID LEE ROTH! Isto só podia resultar em coisa boa e por isso este disco está aqui na lista Top 10 de 2012. Confesso que logo de cara o álbum não me agradou, mas bastou algumas audições para o CD não sair mais do aparelho de som.


- AC/DC – “Live At River Plate” (CD duplo)

Da mesma forma que o trabalho ao vivo do LED ZEPPELIN entrou nessa lista, este registro do AC/DC não podia ficar de fora. Em edição de CD duplo, é o mais puro Rock N’ Roll em sua melhor versão: ao vivo. Gravado na Argentina durante a turnê “Black Ice World Tour” em dezembro de 2009, é mais um “discaço” desse ícone da música mundial. Precisa falar algo mais?

FATOS DE 2012

Piores:

- Morte de Jon Lord (tecladista do DEEP PURPLE). Grande perda para a música.

- M.O.A.: o que era para ser o maior festival de Metal do Brasil tornou-se um grande fiasco, com troca de acusações, shows cancelados na última hora e muitos fãs decepcionados. Tomara que sirva de lição e isso não se repita.

Melhores:

- VIPER: a reunião a banda para uma turnê pelo Brasil foi a grande notícia do Metal nacional no ano.

- MICHAEL MONROE no Brasil: bom, como a lista é pessoal, destaco a vinda desse ícone do Glam ao Brasil. Sempre duvidei que assistiria uma apresentação desse cara por aqui, mas me enganei. Em 2012, o vocalista, que é referência quando se fala em Glam Rock e Hard Rock, tocou em São Paulo sucessos de sua carreira e foi um grande momento para os fãs do estilo.

Os responsáveis são citados no texto. Não culpe os editores. :-)

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 28 de dezembro de 2012

0 acessosTodas as matérias da seção Maiores e Melhores

OverkillOverkill
Mandando recado ao Avenged Sevenfold

MegadethMegadeth
Os 10 bens mais preciosos de Dave Mustaine

SepulturaSepultura
Andreas conta curiosidades sobre os primórdios da banda

5000 acessosXia Vigor: garotinha de 7 anos incorpora Axl Rose em performance5000 acessosEm 25/09/1980: John Bonham, do Led Zeppelin, morre após intoxicação5000 acessosStoner Rock: Um guia básico para o estilo5000 acessosEurope: confissões de Tempest sobre excessos dos anos 805000 acessosRush: o discurso mais criativo e engraçado da música4768 acessosBlack Sabbath: Ozzy seguirá em carreira solo após última turnê

Sobre Otávio Augusto Juliano

Otávio é paulistano, tem 29 anos e faz algo nada a ver com o Rock: é advogado. Por gostar muito de música e não possuir talento algum para tocar instrumentos musicais, tornou-se um comprador compulsivo de cds. Sempre interessado em leitura ligada ao Rock e Metal, começou a enviar algumas pequenas colaborações para a Whiplash e hoje contribui principalmente com textos relacionados ao Hard Rock, estilo musical de sua preferência. De qualquer forma, é eclético e não dispensa álbuns de todas as demais vertentes do Metal, sendo fã incondicional de W.A.S.P., Mötley Crüe e dos trabalhos do guitarrista Steve Stevens.

Mais matérias de Otávio Augusto Juliano no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online