Dr. Sin: Andria e Edu em entrevista para o site My Guitar

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Junior Frascá, Fonte: My Guitar
Enviar correções  |  Ver Acessos

Andria Busic e Edu Ardanuy recentemente concederam entrevista para Junior Frascá e Diego Pena, para o site My Guitar (www.myguitar.com.br), na qual a dupla falou um pouco sobre o novo álbum da banda, "Intactus", que acaba de ser lançado, dentre outros projetos e planos para o futuro. Seguem trechos da entrevista:

Slipknot: causando medo no cantor Latino durante o Rock In RioZakk Wylde e Dave Grohl: A treta por causa de canções para Ozzy

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Falem-nos um pouco sobre o título do novo álbum, e se há alguma relação do mesmo com a capa e alguma faixa em especial do disco.

Andria: O CD tem esse título principalmente pelo fato da banda estar intacta, desde o começo com a mesma formação, o que é muito raro. São muito poucas as bandas que conseguem ficar com a mesma formação, como o Rush que faz 40 anos e mesmo assim sendo o primeiro disco com outro batera. A capa foi feita pelo Gustavo Sazes, que tinha todas as informações do que queríamos e trabalhou em cima delas.

Percebemos também que o disco, embora mantenha intactas as características da banda, tem um peso ainda bem evidente, com alguns riffs mais agressivos e com afinação baixa, como no faixa "We're Not Alone". Por outro lado, "The Great Houdini" e "Set Me Free" são bem mais trabalhadas e com um toque progressivo. Ao comporem um trabalho, vocês sempre buscam deixá-lo o mais variado possível, ou é algo que surge naturalmente durante o processo de criação?

Andria: Tudo que fizemos em termos de composição foi como sempre, surgiu muito naturalmente. E claro, que sempre acabamos inserindo algo de novo, pois acaba saindo com a vibe na qual estamos. Brincamos bastante com afinações mais graves e como você mesmo citou muitas partes que levam as músicas para um lado mais progressivo. Porém, nada que fosse algo que tivéssemos pensado anteriormente. Foi tudo saindo muito espontaneamente.

E quais são os planos da banda para o futuro próximo? Vocês tem planos de lançar um DVD?

Andria: Divulgar o máximo possível o novo CD, fazermos muitos shows e claro gravarmos um DVD, que na verdade, já estava nos planos desde que a banda fez 20 anos. Prometemos que esse ano gravaremos e será algo muito especial.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Edu, você, mesmo depois de tanto tempo de carreira como músico profissional e professor, ainda estuda novas técnicas e métodos de guitarra? Como você faz e quais exercícios você pratica para manter sua técnica sempre em forma?

Edu: Sempre estou procurando coisas novas, nem sempre encontro mas continuo procurando, em uma vida não dá pra aprender tudo no universo da música ou da guitarra! Se você se acomoda acaba ficando irrelevante e aí é hora de parar. Não tenho um padrão de estudo, se tenho dificuldades técnicas em alguma parte de uma música, pratico aquilo até resolver. Costumo estudar harmonia com frequência, novos acordes novas cadências e isso pode ajudar muito na improvisação quando entendemos a relação entre acordes e escalas. Já composição, isso ajuda a encontrar novos riffs. A composição também deve ser exercitada, pois quando tentamos compor com frequência a composição atinge um nível mais maduro e sofisticado, mas o que mais exercito com certeza é a fluência na improvisação. Toco sobre playbacks pré gravados ou gravados instantaneamente no meu pedal de loop e fico horas improvisando a procura de novas ideias.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Edu, Você está usando o seu novo modelo signature de guitarra. Conte-nos como esse instrumento afeta o seu som e a sua maneira de tocar, e também comente um pouco sobre o equipamento que você usou nesse último trabalho.

Edu: Como vocês devem saber, uso guitarras Tagima e há muito tempo tenho meus modelos signature (Tagima E1 e E2). As mudanças mais significativas que ocorreram através de todos esses anos foram na cor e captadores. Hoje estou usando pickups da Music Maker EA pro meu modelo signature, de fábrica elas vem com Seymour Duncan. Esse modelo é feito especificamente para mim: é muito confortável, afina bem e tem um ótimo timbre, que mais posso querer? Uso amplificadores Blackstar Serie One 200 caixas 4X12 com falantes Celestion, pedais da Zoom, Fire, TC Electronic, EFR, cabos da Tecniforte, que são excelentes por sinal, cordas Ernie Ball Super Slinky 09/42 e palhetas Lost Dog. Usei esse equipamento para as gravações do ultimo CD do Dr. Sin "Intactus" e também alguns plugins.

A entrevista completa poder ser conferida no seguinte link:
http://myguitar.com.br/entrevistas/dr-sin-entrevista-exclusi...

Contato para shows - shows@drsin.com.br

Fã Page Oficial - facebook.com/drsinofficial

Loja Online - http://drsinstore.tudonavitrine.com.br/




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção EntrevistasTodas as matérias sobre "Dr Sin"


Supla: Papai é petista, mamãe é golpista e eu sou anarquista!Supla
"Papai é petista, mamãe é golpista e eu sou anarquista!"

Café com Ócio: 15 melhores discos do Metal Nacional - 2000 a 2010Café com Ócio
15 melhores discos do Metal Nacional - 2000 a 2010


Slipknot: causando medo no cantor Latino durante o Rock In RioSlipknot
Causando medo no cantor Latino durante o Rock In Rio

Zakk Wylde e Dave Grohl: A treta por causa de canções para OzzyZakk Wylde e Dave Grohl
A treta por causa de canções para Ozzy


Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280 Cli336x280