CJ Ramone: falando sobre novo álbum e a vindoura turnê no Brasil

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Didi R., Fonte: CJ Ramone Brasil
Enviar correções  |  Ver Acessos

Dá-lhe, punk rockers!!! É com grande satisfação que a página CJ RAMONE - BRASIL (http://cjramonebrasil.blogspot.com.br) apresenta a vocês uma entrevista exclusiva realizada com o "Mestre Ramone", na qual ele fala sobre o seu novo álbum, "Last Chance To Dance, e a vindoura turnê que realizará no Brasil nos dias 26 de agosto e 7 de setembro.

Andreas Kisser: os álbuns que marcaram o guitarristaDedo x Palheta: Jason Newsted joga gasolina na fogueira do debate

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Trechos da entrevista você pode conferir abaixo:

Após o aclamado disco Reconquista, você está prestes a lançar um novo álbum. Gostaria, então, que você contasse maiores detalhes sobre isso aos fãs brasileiros. Li que ele se chamará "Last Chance To Dance", certo? Assim como ocorreu no disco anterior (Reconquista), haverão muitos convidados participando dele? Em caso positivo, você pode adiantar quais?

CJ RAMONE: Eu realmente estava orgulhoso com o que foi feito no álbum Reconquista e sabia que era importante seguir com um disco tão bom quanto ou até melhor. "Last Chance To Dance" conseguiu isso. As músicas são fortes, divertidas e passam por muitos estilos, do hardcore ao pop, todos ligados pelo meu próprio som. Quem me acompanhou no novo álbum foram Dan Root e Steve Soto, ambos da banda "Adolescents", nas guitarras, e Dave Hidalgo Jr., do "Social Distortion", na bateria. Houve, também, a participação de Tony Cadena, dos "Adolescents", cantando comigo um cover do Alice Cooper, "Long Way To Go".

O novo disco seguirá o mesmo estilo do álbum Reconquista? Continuará sendo uma espécie de tributo aos Ramones ou você empregou um modo mais particular nele?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

CJ RAMONE: O novo disco é similar ao som do Reconquista, mas liricamente diferente. Nesse disco eu consegui me livrar dos demônios que me acompanhavam ao longo dos anos após o fim dos Ramones. Era evidente em canções como "Low On Ammo", "Three Angels", "Aloha Oe", que eu estava dando fim em alguns assuntos. Mesmo que as letras de "Last Chance To Dance" não sejam sobre os Ramones, tudo que eu faço sempre será, de um jeito ou de outro, um tributo a eles. As músicas que eu escrevo serão sempre revestidas pela energia e pelo espírito deles, não apenas como membro da banda, mas, também, como fã.

Você afirmou em algumas entrevistas que o seu disco anterior chegou a ser gravado duas vezes antes de ser efetivamente lançado. Nessas duas gravações quais foram as músicas que permaneceram desde o início e entraram no Reconquista?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

CJ RAMONE: O ábum (Reconquista) foi sendo escrito ao longo dos anos e chegou a ser gravado três vezes. As duas primeiras gravações não faziam jus ao nome "Ramone", mas na terceira vez eu consegui com que fizesse. Na verdade, as músicas gravadas nas duas sessões anteriores são, basicamente, as mesmas que compõem o Reconquista. Todavia, eu não estava contente com a maneira que elas haviam sido registradas. Na última leva de gravações, eu optei por deixar três canções fora do disco porque elas não soavam como as demais músicas. Todas as três encontram-se disponíveis no youtube.

Há alguma intenção de registrar em DVD esses shows que você vem fazendo? Você tem planos para isso? O Brasil poderia ser o lugar escolhido?

CJ RAMONE: Com o álbum o Reconquista veio um DVD que trazia um documentário sobre a sua gravação. O documentário foi uma visão honesta de todo o processo. Eu estou considerando fazer o mesmo com a turnê do "Last Chance To Dance", incluindo, também, os shows que ocorrerão no Brasil.

Você estará de volta para shows no Brasil entre os dias 26 de agosto e 7 de setembro. O que os fãs podem esperar dessa nova turnê? Terão músicas do novo disco e sons do Reconquista e dos Ramones que não foram executados nos shows anteriores?

CJ RAMONE: O set-list será composto por músicas de todos os meus álbuns, assim como algumas músicas dos Ramones. Eu também farei uma pequena surpresa aos fãs brasileiros.

CJ, para finalizar, o espaço é seu, fique à vontade caso queira deixar alguma mensagem para os seus fãs brasileiros.

CJ RAMONE: Vejo vocês em agosto, irmãos e irmãs.

Para conferir a entrevista na íntegra, basta acessar algum dos links abaixo:

https://www.facebook.com/cjramonebrasil (no topo da página)

http://cjramonebrasil.blogspot.com.br

TAKE IT, CJ!!!!

HEY HO LET'S GO!!! 1,2,3,40... ANOS DE PUNK ROCK!!!




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção EntrevistasTodas as matérias sobre "Ramones"


Time Magazine: os 100 maiores álbuns de todos os temposTime Magazine
Os 100 maiores álbuns de todos os tempos

Por um triz: quando por pouco a história do Rock não foi a mesmaPor um triz
Quando por pouco a história do Rock não foi a mesma


Andreas Kisser: os álbuns que marcaram o guitarristaAndreas Kisser
Os álbuns que marcaram o guitarrista

Dedo x Palheta: Jason Newsted joga gasolina na fogueira do debateDedo x Palheta
Jason Newsted joga gasolina na fogueira do debate


Sobre Didi R.

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280 Cli336x280