Matérias Mais Lidas

Guns N' Roses: a curiosa e humilde reação de Axl Rose ao ser eleito melhor vocalistaGuns N' Roses: a curiosa e humilde reação de Axl Rose ao ser eleito "melhor vocalista"

Legião Urbana: série da Globo sobre a banda é cancelada e motivo irrita músicosLegião Urbana: série da Globo sobre a banda é cancelada e motivo irrita músicos

Adrian Smith: quando Roy Z o chamou na xinxa para apontar falta de técnica na guitarraAdrian Smith: quando Roy Z o chamou na xinxa para apontar falta de técnica na guitarra

Iron Maiden: gravação impressiona ao mostrar o quanto Adrian Smith é preciso ao vivoIron Maiden: gravação impressiona ao mostrar o quanto Adrian Smith é preciso ao vivo

David Ellefson: Ficou claro que a parceria no Megadeth acabou, era a banda do MustaineDavid Ellefson: "Ficou claro que a parceria no Megadeth acabou, era a banda do Mustaine"

Capital Inicial: a razão curiosa pela qual Dinho Ouro Preto ficou viciado em drogasCapital Inicial: a razão curiosa pela qual Dinho Ouro Preto ficou viciado em drogas

Keith Richards: por que ele odeia heavy metal e acha Metallica e Sabbath piadasKeith Richards: por que ele odeia heavy metal e acha Metallica e Sabbath "piadas"

Guns N' Roses: Por que estão regravando material antigo? Slash explicaGuns N' Roses: Por que estão regravando material antigo? Slash explica

Machine Gun Kelly: a bizarra frase que ele disse à namorada Megan Fox em 1º encontroMachine Gun Kelly: a bizarra frase que ele disse à namorada Megan Fox em 1º encontro

After Forever: Há chance de retorno? Floor Jansen comenta e alfinetaAfter Forever: Há chance de retorno? Floor Jansen comenta e alfineta

Eddie Van Halen: Os bastidores de uma vida extraordináriaEddie Van Halen: Os bastidores de uma vida extraordinária

Eric Clapton: This Has Gotta Stop é exemplo de que a música está acima da políticaEric Clapton: " This Has Gotta Stop" é exemplo de que a música está acima da política

Mayhem: fique longe das redes sociais, aconselha NecrobutcherMayhem: "fique longe das redes sociais", aconselha Necrobutcher

Bruce Dickinson: em vídeo ele promete noite fabulosa em homenagem à Jon LordBruce Dickinson: em vídeo ele promete noite fabulosa em homenagem à Jon Lord

Pitty: cantora publica foto nua na internet e bate recorde de curtidasPitty: cantora publica foto nua na internet e bate recorde de curtidas


Tunecore 2

Andre Matos: "O Angels Cry foi um marco na minha carreira"

Por Jéssica Alves
Fonte: Blog Olhar Alternativo
Em 08/04/13

Por Jéssica Alves e Bruno Monteiro

Bruno Monteiro: O álbum Theatre of Fate tem letras melancólicas e melodias alegres, dançantes até. Comente sobre esse contraste entre esses dois elementos.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Andre Matos: Acho interessante esse contraste. No caso das músicas que você citou (N.E.: To Live Again, Living for the Night e Prelude to Oblivion), não compus nenhuma delas, foi o Pit Passarel, (N.E: Matos compôs a faixa Moonlight). É uma característica do Viper. É interessante porque você destaca uma coisa da outra. Esse tipo de contraste acaba diferenciando uma música das demais composições.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Bruno: Você começou sua carreira no Viper com 13 anos. Nunca ouviu comentários negativos pelo fato de você ser muito novo?

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Matos: Haviam brincadeiras. O pessoal nos chamava de boy band, de Menudos do Metal. Como naquela época não havia internet, nem celular o que é uma benção (risos), esse tipo de comentário não chegava a nós, era raro. Víamos um comentário ou outro através de um fanzine, de uma revista, mas eram comentários oficiais sobre algo que você fez, de fãs, do pessoal que ia aos shows. Era muito raro você ter contato com esse tipo de comentário como se tem hoje em dia através da internet. Nada que me desencorajasse a seguir fazendo o que eu queria fazer. E nós não éramos a única banda de garotos. Talvez fôssemos bem mais jovens que as demais, mas o pessoal nos respeitava. As bandas mais velhas, que eram nossos ídolos, nossas referências, tinham muito carinho por nós pelo fato sermos pequenos ali e estarmos nos esforçando.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Jéssica Alves: Qual a sua sensação quando você vai tocar pela primeira vez em uma cidade e apresentar seu trabalho a um público novo, como por exemplo, aqui em Macapá?

Matos: É uma boa sensação. Antes de chegar, não se sabe muito bem o que esperar, mas tem mais ou menos uma ideia em função dos comentários que recebe. Sabe que tem um público fiel em vários cantos. Quando você chega num lugar onde você é muito bem recebido e o pessoal é muito atencioso com você, esse foi o caso. Estou há algumas horas aqui na cidade de Macapá (N.E no dia 4 de abril). Infelizmente, não vou poder ficar mais tempo, mas pretendo voltar em breve, provavelmente com o show da banda. Estou ansioso pela apresentação e, em cada lugar que você faz um workshop, uma master class, você vai conhecer visões de mundo diferentes, vai conhecer dúvidas diferentes das pessoas com relação à música que muitas vezes até coincidem, independente do local. Isso é o que é mais interessante, talvez, para entender as diferenças e as semelhanças que existem independente de onde você esteja.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Jéssica: Recentemente, você iniciou a turnê do novo álbum (The Turn of the Lights) que também vai celebrar os 20 anos de Angels Cry (Angra), que foi um marco na sua carreira. Como você vê essa oportunidade de divulgar o seu novo álbum e ao mesmo tempo celebrar?

Matos: Foi uma coincidência. O Turn of the Lights saiu ano passado e a gente não pôde começar a turnê devido a uma coincidência de ter engatado com a turnê de comemoração do Viper. Então ficou combinado que começaríamos este ano. Justamente bateu a data dos 20 anos do Angels Cry. E aprendemos no ano passado que essa coisa de se fazer um tributo a um disco que foi um marco histórico dá muito certo com os fãs, eles querem isso, pedem isso. Por isso a ideia de fazer o Angels Cry, fazer a mesma experiência que a gente fez com o Viper ano passado. Já começamos a turnê e deu pra perceber que foi uma ótima ideia, mas dificílima, vocalmente falando.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Bruno: De modo geral, como está atualmente a repercussão do disco The Turn of the Lights?

Matos: Nós recebemos nota 90 de 100 na Burn Magazine, do Japão, que é a revista tradicional de lá, que foi a nota mais alta em um disco em toda a minha carreira. Recebemos resenhas excelentes na Europa inteira, o disco saiu no dia 25 países na Europa. O disco está sendo lançado agora este mês nos Estados Unidos e América do Norte, então ainda está um suspense. E no Brasil foi eleito o melhor disco de 2012 por meios especializados (N.E: Exemplo: site Whiplash.net e revista Roadie Crew) e foi o disco mais vendido de metal de 2012. Então não posso reclamar, a única coisa que faltou de fato foi a turnê do disco, que está iniciando.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Jéssica: Você citou a turnê com o Viper. Gostaria de saber como foi esse reencontro e a expectativa para tocar no Rock in Rio, com eles e sua banda solo?

Matos: O reencontro estávamos planejando há anos, sem nunca dar certo, devido a falta de tempo, cada um trabalhava em uma coisa. Mas de qualquer maneira, a gente sempre continuou amigos, se vendo, morando no mesmo bairro, continuando a amizade de adolescência e sempre pintou a ideia. Mas sempre aquele papo de boteco (risos), dizendo apenas ‘quando der vamos’. Até que o pessoal do Wikimetal, que são amigos nossos da época de formação do Viper, e são muito fãs da banda e resolveram entrevistar um por um da banda e a sempre perguntavam: se rolasse uma volta do Viper, você toparia? E a resposta era sempre; Lógico. E um dia eles arrumaram uma reunião com todo mundo e inclusive o Yves Passarel estava junto e começamos a falar sério; Planejamos uma turnê comemorativa, celebrando os 25 anos do primeiro disco, "Soldier of Sunrise". E acabou acontecendo e foi um sucesso. Uma turnê que era para acontecer somente em 20 dias, se estendeu por mais 4 meses, se fazendo mais de 40 anos. E foi um registrado um DVD, que está em processo de finalização e em breve os fãs poderão ter esse material. E o legal foi isso, a repercussão do DVD e ocorreu o convite para Andre Matos solo tocar no Rock in Rio. Como iremos tocar no palco Sunset, podemos ter um convidado e o mais natural foi o Viper. Pra mim é um prazer mútuo e a expectativa é grande.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Bruno: Já que você citou os shows comemorativos aos 20 anos de Angels Cry, como você vê esse trabalho hoje? O que ele representa para você?

Matos: Foi um marco na minha carreira. Foi onde eu me profissionalizei. O Viper foi um período de preparação para chegar até ali. Aprendi muito nos dois primeiros discos do Viper. Depois deixei a banda e fui estudar música. Formei o Angra na própria faculdade de música, mas o Angels Cry foi a realidade da carreira musical, a pedra fundamental da realidade. Fomos gravar fora do país, ficamos praticamente exilados durante meses, éramos jovens, tínhamos 21, 22 anos. Foi um período difícil, tivemos que superar vários obstáculos e muitas incertezas na cabeça. O disco alavancou uma carreira que foi longe. Eu o vejo como um momento crucial na minha carreira. Por isso, ele merece ser rememorado e comemorado.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Papo Metal: Macumbazilla, Eminence e Anderson Bellini no episódio 29 (podcast)

Viper: Daniel Matos, irmão de Andre Matos, gravou duas faixas do próximo discoViper: Daniel Matos, irmão de Andre Matos, gravou duas faixas do próximo disco

Andre Matos: era difícil conviver com o maestro do rock?Andre Matos: era difícil conviver com o maestro do rock?

Virgo: único álbum do projeto de Andre Matos e Sascha Paeth enfim chega ao streamingVirgo: único álbum do projeto de Andre Matos e Sascha Paeth enfim chega ao streaming

Kiko Loureiro: comparando a forma de compor do Andre Matos, Edu Falaschi e Dave MustaineKiko Loureiro: comparando a forma de compor do Andre Matos, Edu Falaschi e Dave Mustaine

Paula Tikami: Cantora apresenta show virtual em homenagem aos 50 anos de Andre Matos

Andre Matos: Felipe Machado faz bela homenagem ao vocalista, que completaria 50 anosAndre Matos: Felipe Machado faz bela homenagem ao vocalista, que completaria 50 anos

Living Shields: Em homenagem a Andre Matos, banda lança versão da música "Fairy Tale"

Angra: Rafael Bittencourt revela como foi o último encontro com Andre MatosAngra: Rafael Bittencourt revela como foi o último encontro com Andre Matos

Em 14/09/1971: nascia Andre Matos, um dos maiores nomes da história do metal nacionalEm 14/09/1971: nascia Andre Matos, um dos maiores nomes da história do metal nacional

Viper: Felipe Machado relembra show em que Andre Matos não apareceu para cantar (vídeo)Viper: Felipe Machado relembra show em que Andre Matos não apareceu para cantar (vídeo)

Andre Matos: Por que ele saiu do Viper - e como ele quis voltar antes de EvolutionAndre Matos: Por que ele saiu do Viper - e como ele quis voltar antes de "Evolution"

Eloy Casagrande: por que Mariutti não se surpreende com carreira fenomenal do bateraEloy Casagrande: por que Mariutti não se surpreende com carreira fenomenal do batera

Andre Matos: Biografia "O Maestro do Heavy Metal" será relançada com extras


Blaze Bayley: voz do Andre Matos é muito mais Maiden que a minhaBlaze Bayley: voz do Andre Matos é muito mais Maiden que a minha

Andre Matos: ele estava fazendo projeto de baladas com Robertinho de RecifeAndre Matos: ele estava fazendo projeto de baladas com Robertinho de Recife

Herman Li: sem Angra, não existiria Dragonforce, diz guitarristaHerman Li: "sem Angra, não existiria Dragonforce", diz guitarrista


Guns N' Roses: Mauricio de Sousa, o criador da Turma da Mônica, odeia a banda?Guns N' Roses
Mauricio de Sousa, o criador da Turma da Mônica, odeia a banda?

Túmulos: alguns dos jazigos mais famosos do Metal nos EUATúmulos
Alguns dos jazigos mais famosos do Metal nos EUA


Sobre Jéssica Alves

Uma jovem nascida em 1990 e moradora do Estado do Amapá que teve a sorte de ser criada em um lar onde o rock sempre esteve presente. Por frustação no meio musical, a veia jornalística falou mais alto e atualmente caminha no ramo do Jornalismo Cultural e milita na divulgação da cultura underground tucujú. Seu forte está no heavy metal, hard e classic rock.

Mais matérias de Jéssica Alves.