Matérias Mais Lidas

AC/DC: a resposta inusitada de Supla quando perguntam se ele gosta da bandaAC/DC
A resposta inusitada de Supla quando perguntam se ele gosta da banda

Nervosa: é difícil ser músico de rock/metal no Brasil, um país muito católicoNervosa
"é difícil ser músico de rock/metal no Brasil, um país muito católico"

Guns N' Roses: por que Bumblefoot errou Welcome to the Jungle no Rock in Rio 2011Guns N' Roses
Por que Bumblefoot errou "Welcome to the Jungle" no Rock in Rio 2011

Gilby Clarke: Axl Rose foi quem te demitiu, certo?Gilby Clarke
"Axl Rose foi quem te demitiu, certo?"

Ozzy Osbourne: O Rio de Janeiro é uma porra duma merda!Ozzy Osbourne
"O Rio de Janeiro é uma porra duma merda!"

Metallica: Bob Rock vendeu direitos de várias músicas, incluindo faixas do Black AlbumMetallica
Bob Rock vendeu direitos de várias músicas, incluindo faixas do "Black Album"

Jon Bon Jovi: veja-o cantar Here Comes the Sun, hit dos Beatles, na posse de BidenJon Bon Jovi
Veja-o cantar "Here Comes the Sun", hit dos Beatles, na posse de Biden

Nervosa: ouça o novo álbum Perpetual Chaos, primeiro com nova formaçãoNervosa
Ouça o novo álbum "Perpetual Chaos", primeiro com nova formação

Angra: banda anuncia turnê para comemorar os 20 anos do clássico RebirthAngra
Banda anuncia turnê para comemorar os 20 anos do clássico "Rebirth"

Dallton Santos: Guitarrista brasileiro é o primeiro a tocar com duas palhetasDallton Santos
Guitarrista brasileiro é o primeiro a tocar com duas palhetas

Eddie Van Halen: ele fez vários fãs queimarem amplificadores ao mentir sobre truqueEddie Van Halen
Ele fez vários fãs queimarem amplificadores ao mentir sobre truque

Rock In Rio: Freddie Mercury desdenhou dos artistas brasileiros em 1985Rock In Rio
Freddie Mercury desdenhou dos artistas brasileiros em 1985

Fear Factory: carro de Dino Cazares é baleado; guitarrista não sofreu ferimentosFear Factory
Carro de Dino Cazares é baleado; guitarrista não sofreu ferimentos

Angra: Insania ganha vídeo ao vivo e mostra força do álbum ØmniAngra
"Insania" ganha vídeo ao vivo e mostra força do álbum "Ømni"

Lista: 15 covers gravados pelas bandas do Big Four do thrash metalLista
15 covers gravados pelas bandas do Big Four do thrash metal


Matérias Recomendadas

Pink Floyd: a história por trás de AnimalsPink Floyd
A história por trás de "Animals"

Fotos de Infância: Steven Tyler, do AerosmithFotos de Infância
Steven Tyler, do Aerosmith

Slayer: fãs hardcore dão (literalmente) o sangue pela bandaSlayer
Fãs hardcore dão (literalmente) o sangue pela banda

Refrãos: alguns dos mais marcantes do Rock/MetalRefrãos
Alguns dos mais marcantes do Rock/Metal

Roqueiro poser: 100 regras essenciais para se tornar umRoqueiro poser
100 regras essenciais para se tornar um

Malvada
Dead Daisies

Hicsos: Thrash e Hardcore em perfeita união

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vicente Reckziegel, Fonte: Witheverytearadream
Enviar Correções  


Os mais puristas às vezes ficam ressabiados quando surgem bandas que fazem um misto de Thrash com Hardcore, nomeado por muitos de Crossover. Quando em mãos erradas, realmente o resultado pode não ser dos melhores, mas isso é algo que não acontece com o Hicsos. Bons músicos, músicas com a agressividade do Hardcore aliadas com a atitude e técnica do Thrash, a banda mostra que, se feito por quem entende, a música se torna poderosa. Realizei essa entrevista como Antonio Saba (guitarra), Marco Anvito (baixo e vocal) e Marcello Ledd (bateria), onde dão uma geral sobre a trajetória da banda e sobre o futuro CD "Circle of Violence".

Vicente - Inicialmente, Falem um pouco sobre as duas décadas de existência do Hicsos. Como avaliam a trajetória da banda desde então?

Antonio Saba - São vinte e dois anos de muito trabalho, dedicação, conquistas e decepções. Mas estamos ai para mais vinte anos, porque é o que a gente gosta de fazer...Se a gente agüentar (risos)

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Marco Anvito - Fizemos muitos shows bons e ruins, tivemos alegrias, tristezas e decepções, fizemos amigos, conhecemos novos lugares e em um balanço geral posso dizer que foi tudo muito bom e se pudesse faria tudo de novo. São 22 anos fazendo o que mais gostamos, METAL !!

Marcello Ledd - Eu conheço esses caras desde o início e só entrei em 97, portanto são 15 anos de dedicação, então acho que também posso avaliar essa trajetória como algo que está valendo a pena, temos novidades que em breve estarão a mostra e que valem toda a luta, desde que eu entrei e mesmo antes, ficaram o Anvito e o Sabba. Só perdura quem tem "culhão" e vontade de chegar lá pelas vias do Metal, sem "mi mi mi" e sem frescuras e "playboyzisses"!As próximas notícias serão as melhores da carreira da banda e nada vai nos parar.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Vicente - Seu último disco de inéditas completo foi o "Technologic Pain" de 2007. Como foi a gravação do mesmo, rolou tudo como esperavam?

Antonio Saba - Nós gravamos o "Technologic Pain" com o Marcello Pompeu e Heros Trench (Korzus) em São Paulo. Foi uma rotina cansativa de gravações, mas superou nossas expectativas. Gostamos muito do resultado final.

Marco Anvito - Aprendemos muito na gravação desse CD, foram muitas experiências passadas por esses dois grandes ícones de Metal nacional. Esse disco nos rendeu muita coisa boa, e me orgulho de cada gota de suor derramado para aprontá-lo.

publicidade

Vicente -E o retorno dos fãs?

Antonio Saba - O retorno não poderia ter sido melhor. Tocamos em lugares que nunca havíamos tocado antes e as pessoas cantando nossas músicas e pedindo para tocar mais. Vendemos praticamente todas as cópias do álbum e ainda nos rendeu uma tour pela Europa que foi fantástica. Para uma banda de Metal brasileira de música autoral...Foi perfeito.

Vicente -O Hicsos faz um Thrash Metal furioso, que algumas vezes chega até mesmo a "resvalar" no Hardcore, inclusive pelas letras da banda. Como vocês vêem esse cenário hoje em dia, tanto no Brasil como no mundo?

Antonio Saba - Hardcore é um dos meus estilos musicais predileto, então sofro influência direta nos momentos de criação das músicas e letras. No Brasil temos o Ratos de Porão e no Exterior o Hatebreed que são bandas que misturam bem o Metal com Hardcore e são monstruosas.

Marco Anvito - Thrash e Hardcore são estilos que sempre caminharam muito juntos. São estilos sempre em crescimento e sempre vimos uma cena forte para esses 2 estilos. O Hicsos é uma grande mistura desses 2 estilos no meu ver.

Marcello Ledd - Eu ouço muito Hardcore e adoro esse estilo, quase tudo que penso na hora de compor sai por essa linha, principalmente na parte das letras, mas também amo o Thrash Metal, como a rapaziada disse, temos influências dos dois lados e talvez isso faça essa mistura que é muito bem vinda por nós.

Vicente -Vocês estão compondo as músicas para um terceiro disco, correto? Como está correndo esse processo?

Antonio Saba - O álbum já está pronto e vai se chamar "Circle of Violence", só estamos finalizando capa e encarte. Nosso processo de composição é sempre o mesmo: Um chega com uma ideia de letra e música, depois vamos mexendo até ficar legal.

Marco Anvito - Eu acho que é isso que faz nossa identidade, não temos músicas que um integrante compôs sozinho. Sempre é assim como o Saba falou, isso traz mais harmonia e torna essa mistura de Thrash com Hardcore mais evidente.

Marcello Ledd - É isso ai, sempre fica com a cara da banda por causa disso que o Anvito e o Sabba falaram, um grupo, sem líder e sem compositor único que é dono das musicas. No Hicsos sempre foi da banda o resultado final.

Vicente -Conseguem notar alguma diferença nas novas músicas com relação aos discos anteriores? Algo que possam adiantar para o pessoal?

Antonio Saba - No "Circle of Violence" as músicas estão mais trabalhadas e pesadas, as letras com temas bem sombrios.

Marco Anvito - Esse disco está com outra pegada, no meu ver bem mais violento que o "Technologic Pain". Tivemos mais tempo para trabalhar nele e deixá-lo 100% como queríamos.

Vicente - Quais são as suas maiores influências?

Antonio Saba - Slayer, Biohazard, Hatebreed, Agnostic Front

Marco Anvito - Slayer, Testament, Kreator, Iron Maiden

Marcello Ledd - Led Zeppelin, Anthrax, Ratos de Porão e Agnostic Front, mas tenho muito mais coisas que me influenciam e não caberiam aqui.

Vicente -Muito se fala sobre os diversos problemas da cena Metal no Brasil. Qual avaliação que vocês fazem da mesma, visto o longo tempo que a banda já tem de estrada?

Antonio Saba - Acho que o maior problema do Brasil em relação à cena Metal, são os produtores de show que acham que banda tem que tocar de graça e sem nem um copo de água. Quando tocamos na Europa, em todos os shows ganhamos cachê, alimentação e estadia. Coisa que no Brasil é muito difícil acontecer. Já tocamos várias vezes porque gostamos muito.

Marco Anvito
- Acho que basicamente é isso que o Saba falou, mas aqui no Brasil também tem algo muito ruim pra cena que é a super valorização por parte do público e produtores de bandas covers. Acho banda cover legal, mas é inadmissível você ver um show de banda cover mais cheio que um de banda autoral. O público de Metal tem que valorizar mais o que tem aqui, pois temos ótimas bandas no Brasil.

Vicente -Em poucas palavras, o que acham das seguintes bandas:

Antonio Saba
Slayer: A melhor banda do mundo
Anthrax: Já foi melhor...Prefiro com o Bush no vocal.
Agnostic Front: Hardcore roots!!!!
Biohazard: A segunda melhor banda do mundo.
Testament: Teve uma volta triunfante!!!!

Marco Anvito
Slayer: Deuses
Anthrax: Uma das melhores bandas em presença de palco
Agnostic Front: Hardcore sem frescuras!
Bioharzard: No estilo, uma das minhas favoritas.
Testament: Semi-Deuses

Marcello Ledd
Slayer - um dos pilares do Thrash Metal
Anthrax - A melhor banda de Thrash do planeta, fodástica
Agnostic Front - Os pais do Hardcore e do Crossover , foda
Testament - Excelente banda, principalmente ao vivo.

Vicente -Uma mensagem para os fãs e amigos que curtem o trabalho do Hicsos e para aqueles que gostariam de conhecer melhor seu som e apostam no Metal nacional.

Antonio Saba
- Obrigado a todos os fãs e amigos do Hicsos por nos apoiarem nesses vinte e dois anos de estrada. Sem vocês não estaríamos aqui hoje.

Marco Anvito - Visitem nossa página do Facebook, nosso site, fiquem por dentro das novidades, obrigado a todos que acompanham nosso trabalho, a todos os nossos amigos. Estaremos de volta aos palcos em breve com novidades. Apóiem o Metal Nacional. Thrash Till Death.

Marcello Ledd - Obrigado a todos pelo suporte, aos reais amigos e a todos os fãs que conquistamos por todos esses 22 anos de batalha. Em breve teremos muitas novidades, venham para o Circulo da Violência musical do Hicsos!!


Stamp
Tunecore
Receba novidades de Rock e Heavy Metal por Whats App
Anunciar no Whiplash.Net


Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Lemmy: as pessoas se tornam melhores quando morremLemmy
"as pessoas se tornam melhores quando morrem"

Metallica: gosto musical impediu que se tornassem um MaidenMetallica
Gosto musical impediu que se tornassem um Maiden


Sobre Vicente Reckziegel

Servidor público, escritor, mas principalmente um apaixonado pelo Rock e Metal há pelo menos duas décadas. Mantêm o Blog Witheverytearadream desde Dezembro de 2007. Natural e ainda morador de uma pequena cidade no interior do Rio Grande do Sul, chamada Estrela. Há muitos anos atrás tentou ser músico, mas notou que faltava algo simples: habilidade para tocar qualquer instrumento. Acredita na música feita no Brasil, e gosta de todos os gêneros, desde Rock clássico até Black Metal.

Mais matérias de Vicente Reckziegel no Whiplash.Net.