Matérias Mais Lidas

Slipknot: Nunca pesquisem Duality no YouTube, alerta fã de k-pop assustadaSlipknot
"Nunca pesquisem Duality no YouTube", alerta fã de k-pop assustada

Matt Sorum: Duff não tinha palavras pra dizer que ele não estaria na reunião do GunsMatt Sorum
Duff não tinha palavras pra dizer que ele não estaria na reunião do Guns

Nirvana: Grohl afirma que Cobain não gostava de seu modo de tocarNirvana
Grohl afirma que Cobain não gostava de seu modo de tocar

Vinny Appice: ele temeu briga com o incontrolável Bill Ward ao conhecê-loVinny Appice
Ele temeu briga com o "incontrolável" Bill Ward ao conhecê-lo

Dio: 14 músicas que definem a carreira da lenda, segundo a Classic RockDio
14 músicas que definem a carreira da lenda, segundo a Classic Rock

João Gordo: quando ele brigou com Sérgio Mallandro na TV e o Bozo teve que apaziguarJoão Gordo
Quando ele brigou com Sérgio Mallandro na TV e o Bozo teve que apaziguar

Axl Rose: gentil e como Batman, como ele gravou participação em Scooby-DooAxl Rose
Gentil e como Batman, como ele gravou participação em "Scooby-Doo"

Slash: fãs ficam surpresos por ele postar foto de mulher sem sangrar ou estar nuaSlash
Fãs ficam surpresos por ele postar foto de mulher sem sangrar ou estar nua

RATM: Tom Morello revela por que não corta as cordas de sua guitarraRATM
Tom Morello revela por que não corta as cordas de sua guitarra

Metallica: a fortuna que Robert Trujillo recebeu só para se juntar à bandaMetallica
A fortuna que Robert Trujillo recebeu só para se juntar à banda

Ozzy Osbourne: quando Slash e Tom Morello quase foram mortos em um show deleOzzy Osbourne
Quando Slash e Tom Morello quase foram mortos em um show dele

AC/DC: por que Angus Young usa uniforme escolar no palco - e de quem é a ideiaAC/DC
Por que Angus Young usa uniforme escolar no palco - e de quem é a ideia

Ozzy Osbourne: a impagável reação ao ouvir versão de rapper para Crazy TrainOzzy Osbourne
A impagável reação ao ouvir versão de rapper para "Crazy Train"

Steven Adler: por que ele não ligou por Axl transar com sua namorada em Rocket QueenSteven Adler
Por que ele não ligou por Axl transar com sua namorada em "Rocket Queen"

Kreator: Mille Petrozza conta como a Alemanha dividida influenciou a sua visão do mundoKreator
Mille Petrozza conta como a Alemanha dividida influenciou a sua visão do mundo


Motorhead: Phil Campbell conta sobre sua entrada na banda

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Lucíola Limaverde e Débora Medeiros
Enviar Correções  

Phil Campbell é um homem inquieto. Seja enquanto dá alguns minutos de entrevista, seja fazendo música no palco, Phil não parece conseguir ficar relaxado por muito tempo. Toda essa energia, entretanto, não impediu que ele dedicasse a vida inteira a um só foco: a música, presente na vida dele desde oito, nove anos de idade. Só na histórica banda Motörhead, são 25 anos de solos rápidos e enérgicos. Confira abaixo a entrevista exclusiva concedida ao Whiplash durante a passagem do grupo em Fortaleza para a turnê "Motörizer".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Fotos: Alexandre Cardoso

É verdade que você pegou um autógrafo do Lemmy aos 12 anos?

É, eu ainda tenho o programa da apresentação em casa. Ele estava tocando com a antiga banda dele, a HAWKWIND, na minha cidade. Eu fui o único que conseguiu o autógrafo e fiquei: "Ah, Lemmy" (levantando entusiasmado o papel, como se tivesse um troféu). Então, se naquele dia alguém me dissesse que dali a 25 anos eu estaria numa banda, viajando pelo mundo, eu teria dito: "Que idiotice!" Mas é verdade. Inacreditável, mas é verdade.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O que te motivou a ir atrás do autógrafo do Lemmy naquela noite? Você disse que foi o único que conseguiu.

Era a primeira vez que eu estava vendo a HAWKWIND e foi um show tão louco, tão estranho! Foi assustador, sabe? E é muito legal conhecer pessoas que você admira. Eles foram uma das primeiras celebridades com quem tive contato.

Você começou a tocar guitarra ainda criança...

É, eu toco guitarra desde os oito ou nove anos, por aí...

Como você começou?

Eu ouvi uma gravação do JIMI HENDRIX, "Hendrix in the West", um álbum ao vivo que está esgotado, não dá mais para comprá-lo. É um ótimo disco. E aí eu peguei uma guitarra emprestada de um primo meu. Comecei desse jeito.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Você chegou a tocar numa banda de cabaret (N.T.: casa de jogos). Como você foi, de lá, para uma banda de Rock, um estilo tão diferente?

Eu tinha 13 anos quando estive nessa banda de cabaret, os outros membros da banda tinham uns 20 anos. Foi a minha primeira banda semi-profissional. Eu tocava bateria seis noites por semana. As pessoas ficavam jogando bingo e comendo batatas enquanto a gente tocava umas músicas antigas...

Você era muito jovem... Como você entrou na banda?

O meu primo era o guitarrista, ele tinha 20 anos.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

E sobre se dedicar à música, sua família estava de acordo com isso?

Sim, minha mãe e meu pai eram muito bons pra mim, sabe? Ele me deram uma bateria usada de aniversário quando eu completei 13 anos, e aí eu comprei minha primeira Marshall Stacks (velho kit de amplificadores da marca Marshall). Eles sempre me apoiaram muito. Eu tive sorte em relação a isso. Muita.

Você começou com a banda PERSIAN RISK em 1979. Vocês ainda tocam juntos de vez em quando?

Não, nós já não mantemos contato atualmente. Nos vemos raramente, a cada dez anos ou algo do tipo. Nós tomamos caminhos diferentes. Mas era uma boa banda, fomos uma boa banda por cinco anos, sim. Eu deixei a banda e eles continuaram por algum tempo, mas a música era legal.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Foi a sua única banda antes de entrar no MOTÖRHEAD.

Sim, a PERSIAN RISK. E nós fizemos a abertura para o MOTÖRHEAD durante o ultimo show da turnê "Another Perfect Day".

E sobre o teste no qual você ingressou no MOTÖRHEAD? Lemmy ia escolher apenas um guitarrista, mas quando ele viu você e Michael "Würzel" tocando juntos...

Eu acho que ele não poderia escolher entre mim e Würzel, então ele acabou escolhendo os dois, simples assim.

E como foi quando Würzel deixou a banda e você passou a ser o único guitarrista?

Na realidade eu fiquei até um pouco aliviado. Würzel não estava satisfeito com a banda. Eu conversei com os outros integrantes e disse: "Olha, eu acho que posso continuar sozinho, sem problemas. Apenas nós três". Eu disse: "Acreditem em mim: se isso não funcionar, eu serei o primeiro a dizer que precisamos procurar mais alguém". Nas primeiras músicas que nós ensaiamos desse jeito, elas até soaram melhor, então decidimos manter assim (apenas três componentes na banda). E sobrou mais dinheiro pra gente (risos)!

O primeiro álbum que você gravou com MOTÖRHEAD foi o "Orgasmatron". Foi muito diferente gravar com eles em relação ao que era feito na Persian Risk?

Sim, muito diferente. Nós gastávamos mais dinheiro no Motörhead (risos). E ainda gastamos. Os caras do GUNS’N’ROSES vieram ver a gravação do nosso álbum. Eles ainda nem tinham discos lançados, eram apenas uns garotos que foram nos ver, isso há muito tempo. Sempre é divertido gravar com o Motörhead.

Quando Mickey Dee entrou na banda, ele veio da banda de KING DIAMOND. Ele trouxe alguma influência daquele estilo para o MOTÖRHEAD?

Bem, na verdade, você é um músico, mas você não toca apenas um estilo de música. E o tempo foi o mais apropriado. Nós conhecíamos o Mickey de muito antes, quando o KING DIAMOND tocou com a gente.

Na contracapa do álbum Motörizer, há emblemas dos países de cada um dos integrantes. As raízes de você influenciam de alguma maneira a música que vocês fazem?

Sabe, é difícil dizer que onde vêm as influências. Elas vêm da vida, na verdade. Eu não destacaria particularmente o meu país, mas sim as minhas experiências. É difícil de explicar. Eu não sei de onde vêm as influências, simplesmente elas estão ali ou não estão.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


Stamp
publicidade
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Como consegui viver de Rock e Heavy Metal


Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Motörhead: Mikkey Dee tinha brigas honrosas com Lemmy; Phil Campbell era na deleMotörhead
Mikkey Dee tinha "brigas honrosas" com Lemmy; Phil Campbell era na dele

Quadrinhos e Metal: Ilustrador mescla capas clássicas de quadrinhos com bandasQuadrinhos e Metal
Ilustrador mescla capas clássicas de quadrinhos com bandas

Motörhead: em 2011, o pior show da banda com Mikkey Dee segundo o próprioMotörhead
Em 2011, o pior show da banda com Mikkey Dee segundo o próprio

Motörhead: Mikkey Dee e Phil Campbell quase saíram na época de Overnight SensationMotörhead
Mikkey Dee e Phil Campbell quase saíram na época de "Overnight Sensation"

Motörhead: as músicas que Mikkey Dee não sente falta de tocar com a bandaMotörhead
As músicas que Mikkey Dee não sente falta de tocar com a banda

Motörhead: Louder Than Noise… Live in Berlin será lançado em abrilMotörhead
"Louder Than Noise… Live in Berlin" será lançado em abril

Motorhead: Mikkey Dee rejeitou a banda, até que caiu a ficha que ele era do MetalMotorhead
Mikkey Dee rejeitou a banda, até que caiu a ficha que ele era "do Metal"

Mikkey Dee: por que tocar com o Scorpions é mais difícil do que com o MotörheadMikkey Dee
Por que tocar com o Scorpions é mais difícil do que com o Motörhead

Funko Pop: AC/DC e Motörhead ganham versões inspiradas em discos clássicosFunko Pop
AC/DC e Motörhead ganham versões inspiradas em discos clássicos

Motörhead: por que Lemmy recusou grana alta para reunir formação clássicaMotörhead
Por que Lemmy recusou grana alta para reunir formação clássica

Dave Grohl: ele ficou chocado ao ver Lemmy com cueca bizarra em um apartamento nojentoDave Grohl
Ele ficou chocado ao ver Lemmy com cueca bizarra em um apartamento nojento

Foo Fighters: Dave Grohl queria que Lemmy estivesse vivo para ouvir músicaFoo Fighters
Dave Grohl queria que Lemmy estivesse vivo para ouvir música

Michael Schenker: por que ele não aceitou entrar no Deep Purple, Motorhead e Ozzy?Michael Schenker
Por que ele não aceitou entrar no Deep Purple, Motorhead e Ozzy?

Ozzy Osbourne: ele foi um dos últimos a falar com Lemmy - e mal o entendiaOzzy Osbourne
Ele foi um dos últimos a falar com Lemmy - e mal o entendia

Motörhead: Qual seria a reação de Lemmy Kilmister diante da pandemiaMotörhead
Qual seria a reação de Lemmy Kilmister diante da pandemia


Ace of Spades: se ela fosse do Metallica, Maiden, Nirvana ou ZZ Top?Ace of Spades
Se ela fosse do Metallica, Maiden, Nirvana ou ZZ Top?

Dave Grohl: a estranha primeira visita ao apartamento de LemmyDave Grohl
A estranha primeira visita ao apartamento de Lemmy

Rush: Geddy Lee comenta a morte de LemmyRush
Geddy Lee comenta a morte de Lemmy


Kiss: 15 bandas que abriram shows deles e se tornaram famososKiss
15 bandas que abriram shows deles e se tornaram famosos

Lemmy: sob investigação, em 2008, por exibir insígnia nazistaLemmy
Sob investigação, em 2008, por exibir insígnia nazista


Sobre Lucíola Limaverde

Jornalista formada pela Universidade Federal do Ceará (UFC) com experiência em jornalismo impresso, produção em rádio e assessoria de imprensa. Ouve seus rocks todo santo dia. Aliás, não imagina sua vida sem música e livros (a Literatura é outra grande paixão). Queria ter uma história bonita e comovente sobre como começou a ouvir Metal, mas a verdade é que não lembra a primeira vez na qual ouviu uma guitarra distorcida - apenas sabe que sua alma tem um tom maior quando escuta as canções de que gosta. Aprendeu a tocar teclado aos 12 anos mas, como jamais sonhou em cometer seus dedilhados em uma banda, isso só lhe rendeu algum apuro na audição musical.

Mais matérias de Lucíola Limaverde no Whiplash.Net.

Sobre Débora Medeiros

Débora Medeiros faz Comunicação Social - Jornalismo na Universidade Federal do Ceará. Academicamente, desenvolve pesquisas sobre o rádio educativo e sobre a relação entre jornalismo cultural e heavy metal. Profissionalmente, tem procurado se especializar em crítica musical. Foi daí que nasceu o impulso para colaborar com o Whiplash e criar um blog dedicado a esse assunto, o Música Expressa.

Mais matérias de Débora Medeiros no Whiplash.Net.