Armored Saint: "uma vida dedicada ao Heavy Metal"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Mateus Tozzi, Fonte: Metal Forge, Tradução
Enviar Correções  

Simon Milburn, do The Metal Forge da Austrália, conduziu em fevereiro de 2009 uma entrevista com o vocalista John Bush (ARMORED SAINT/ex-ANTHRAX), que falou sobre os erros e acertos cometidos durante a vida, e também sobre sua paixão pelo Metal.

Slash: "Só dá para exceder até certo ponto"

Fotos de Infância: Cliff Burton, do Metallica

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre sua carreira:

"Eu acho que eu tive muita sorte de poder fazer bastante música. Eu quero dizer, eu fiz vários dicos na minha carreira, toquei em um monte de shows pelo mundo. Eu sempre digo que o heavy metal foi minha faculdade. Realmente foi. Isso realmente me proporcionou... realmente abriu meus olhos em relação a vários tipos de cultura e diferentes modos como as pessoas vivem e viajei pra todo lugar e experimentei diferentes tipos de comida, conheci um monte de gente - então, tem sido ótimo. Tem sido maravilhoso. Muitas pessoas sonham com isso, e eu pude vivenciar esse sonho."

Sobre os pontos altos de sua carreira:

"Vários. Eu poderia dizer eu vendo a capa do meu primeiro disco ou até o EP do ARMORED SAINT. Apenas ver isso em vinil foi como 'Wow!!'. Obviamente incontáveis shows com as duas bandas que eu já toquei... nossa... até fazer entrevistas com pessoas da Australia como você que estão a milhares de milhas longe de mim... isso me faz sentir que não sou um qualquer. Algumas pessoas se importam, sabe? Eu sei que eles sempre medem seu sucesso por números - vendas de discos, toda essas coisas - e no final eu vejo que é tudo um negócio, mas é divertido. Eu digo aos caras do ARMORED SAINT que quando pousarmos na Australia, eles deveriam ir até o promotor e dar um enorme beijo nele pois são tão sortudos de ir e tocar lá. Entende o que eu digo? Eu ainda tenho essa atitude pois isso meio que me rebaixa e é desse jeito que gosto de viver minha vida, então..."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre erros cometidos durante o caminho:

"Houve obviamente coisas que fizemos que foram erros. Você sabe, quando olhamos para trás, é como ‘Oh meu Deus! Isso realmente foi uma merda!’, ou ‘Realmente foi fraco!’, ou ‘Isso foi idiota’. Mas eu sou do tipo de pessoa que não vai me fazer nenhum bem ser assim agora e certamente não gosto de viver com tantos arrependimentos na minha vida porque não é o que eu sou. Esta é a estrada que minha vida tomou, e acredite em mim, minha vida é ótima e estou realmente feliz. Eu tenho uma ótima família. Falando de música, tem coisas que eu faria diferente, mas não tenho muitas coisas que me façam ficar acordado à noite".

Sobre como está o ARMORED SAINT no momento:

"Quando se fala em tocar ao vivo, acho que o nosso chamativo é que temos um ótimo catálogo de material para um show ao vivo. Eu acho que para qualquer pessoa que é tipo, um grande fã da banda ou uma pessoa que apenas conhece a banda, ou até um garoto de oito anos que nunca ouviu falar da gente, nós seríamos realmente uma banda divertida de se ver ao vivo. Eu posso dizer a mesma coisa sobre o DEATH ANGEL porque eu os vi ao vivo e foram ótimos também, e estão por aí a tanto tempo como nós. Acho que essa é a coisa. Nós tentamos ser o mais sincero possível com o que fazemos e temos algumas ótimas músicas e quando você as vê ao vivo, é como ‘Wow!’ É isso, tente tocar o melhor que você pode e esteja fisicamente em forma. Quando se fala de escrever, eu e Joey (Vera, baixista) andamos escrevendo um monte de material e está soando ótimo. Eu adoraria que isso fosse lançado algum dia mas não tenho certeza de exatamente quando ou como isso vai sair, mas acredito que o material que escrevemos é ótimo. Estou realmente orgulhoso".

A matéria completa (em inglês) está no link abaixo.




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Slash: Só dá para exceder até certo pontoSlash
"Só dá para exceder até certo ponto"

Fotos de Infância: Cliff Burton, do MetallicaFotos de Infância
Cliff Burton, do Metallica


Sobre Mateus Tozzi

Mateus Tozzi nasceu em 1988 em Sorocaba-SP e vive até hoje nessa cidade do interior paulista. Começou a se interessar por Heavy Metal em 2001 assistindo a apresentação do Iron Maiden no Rock In Rio III, e desde então, leva consigo uma enorme paixão pela música pesada. Suas bandas preferidas São Dio, Iron Maiden, Judas Priest, Sepultura, Slayer e Deep Purple. Atualmente faz o curso de Processamento de Dados e pratica guitarra.

Mais matérias de Mateus Tozzi no Whiplash.Net.

Cli336x280 CliIL Cli336x280 CliInline