King Diamond: "o Mercyful Fate não acabou para mim"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Bruno Gomes, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

A revista finlandesa HardcoreSounds conduziu recentemente uma entrevista com KING DIAMOND. O diálogo abaixo foi sobre a parada do MERCYFUL FATE:

Planet Rock: as maiores vozes da história do rockLars Ulrich: jucando no camarim do Guns N' Roses

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

HardcoreSounds: Qual a atual situação do MERCYFUL FATE?

King Diamond: "Se a minha coluna estivesse boa (o músico teve um sério problema na coluna recentemente), eu não sei se eu teria feito alguma coisa com o MERCYFUL, pois a banda KING DIAMOND estaria muito ocupada. É uma longa estória, você sabe, e voltaria para quando os downloads se tornaram uma coisa louca. 'Abigal II' estava prestes a ser lançado e nós perdemos nosso apoio para turnê pela primeira vez e tivemos que renegociar os nossos contratos. Nós acabamos encontrando uma nova forma de gravação, mantendo a mesma qualidade, usando o estúdio do Andy La Rocque (guitarrista) na Suécia. Desta maneira, os custos de gravação da banda KING DIAMOND caíram bastante e se nós não tivéssemos encontrado essa solução, nós teríamos que parar".

"O MERCYFUL já é uma coisa diferente. Você sabe, Andy não é parte do MERCYFUL, então ele não colocará seu equipamento à disposição de graça. O MERCYFUL nunca vendeu ou fez grandes turnês como o KING DIAMOND - sempre foi algo menor. Além disso, o MERCYFUL tem um orçamento menor e custos de gravação muito maiores. Isso significa que fazer um álbum do MERCYFUL não dará muito retorno. Eu amo fazer o que faço e certamente sou muito abençoado de viver do meu hobby. Mas você ainda tem que pagar as suas contas, desde que o seu hobby é também o seu emprego. Você não pode apenas reservar um ano no calendário e dizer 'vamos fazer um álbum do MERCYFUL FATE e sair em turnê' sabendo que você não terá retorno. Se eu fosse independente financeiramente, eu amaria fazer isso. Mas você não pode parar de trabalhar por um ano e dizer: 'Eu pegarei a minha bicicleta e sairei por aí por um ano, pois eu amo isso'. Você provavelmente não teria uma casa para voltar, você tem que pagar as suas contas, é a vida".

"Por isso que o MERCYFUL está em um dilema, mas quem sabe se de repente o KING DIAMOND tivesse um tempo parado... Se de alguma maneira alguns dos caras dissessem 'hey, vamos tirar um ano de folga para trabalhar em outras coisas', e todos concordassem. Então eu diria 'hey, eu quero fazer algo com o MERCYFUL', pois assim o tempo estaria lá. Eu não teria nenhum dinheiro entrando e se estivesse okay para todos, dessa maneira eu amaria fazê-lo. Porque da forma como está, o MERCYFUL não teria que trabalhar com os nossos advogados para ter um contrato pois nós já temos um. Nós assinamos com a Metal Blade para os EUA e a Massacre para a Europa, então há um contrato, mas nenhum álbum foi feito para ele. Nós não tivemos nenhuma vantagem, pois não estávamos certos se lançaríamos um novo álbum ou não e acabamos não o fazendo.
Assim, nada tem sido feito. Está apenas aguardando, mas está pronto (o contrato) e nós o fizemos exatamente por esta razão".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Vou apenas dizer que os downloads colocaram o MERCYFUL FATE em hibernação por um tempo. Mas se a oportunidade certa surgir, então sim, nós faremos. Eu posso garantir a você que não será como uma dessas reuniões, pois nós nunca acabamos. Eu o vejo hibernando por um momento, mas nós veremos o que o futuro trará. Ele não está acabado, pelo menos não para mim".

Leia toda a entrevista em inglês neste link.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção EntrevistasTodas as matérias sobre "King Diamond"Todas as matérias sobre "Mercyful Fate"


King Diamond: suas dez melhores e mais demoníacas músicasKing Diamond
Suas dez melhores e mais demoníacas músicas

King Diamond: meu apartamento era assombrado, pergunte pros caras do MetallicaKing Diamond
"meu apartamento era assombrado, pergunte pros caras do Metallica"


Planet Rock: as maiores vozes da história do rockPlanet Rock
As maiores vozes da história do rock

Lars Ulrich: jucando no camarim do Guns N' RosesLars Ulrich
Jucando no camarim do Guns N' Roses


Sobre Bruno Gomes

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.

Mais matérias de Bruno Gomes no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280