Alice Cooper: ele adora seu status de terrível vovô do rock

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por César Enéas Guerreiro, Fonte: Edmonton Sun
Enviar correções  |  Comentários  | 

Da agência Canadian Press, em outubro de 2006:

Trinta e cinco anos atrás, os pais tentavam manter seus filhos longe dele.

307 acessosAlice Cooper: veja o lyric video de "Paranormal"5000 acessosMusic Radar: Os melhores álbuns de Heavy Metal de todos os tempos

Hoje, Alice Cooper está muito mais tranqüilo. Mas ele diz que sempre houve barreiras que nem mesmo ele cruzaria.

“Nunca usei linguagem obscena em meus shows”, diz Cooper. “Também nunca usei nudez ou coisa parecida. Para mim, se você precisa fazer isso, você não é muito esperto. Eu costumava rir do KISS. E pensava ‘Quando não conseguem pensar em alguma coisa interessante pra fazer, vocês simplesmente chutam o balde’."

Mas Cooper não guarda rancor de ninguém. Ele costuma balançar a cabeça ouvindo ROB ZOMBIE, MARILYN MANSON e SLIPKNOT como todo mundo, sabendo que eles apenas pegaram seus truques e multiplicaram por dez.

Agora, aos 58 anos, ele adora seu status de terrível vovô do rock, aceitando todas essas ‘imitações’ como elogios.

Ele também sabe que não se deve mexer num clássico. Os mesmos efeitos extravagantes de seus lendários concertos dos anos 70 ainda são muito usados, mas agora há um tom irônico neles.

“Eu costumo fazer o que a platéia quer”, ele diz. “Se eles quiserem a guilhotina, eles terão a guilhotina. Se eles quiserem a camisa de força, ela estará lá. Agora tudo funciona quase como puro entretenimento e tradição. A platéia continua querendo ver essas coisas. Ainda gostamos de ver o cara andar na corda bamba. Certas coisas nunca envelhecem. É o espetáculo de hoje (que as pessoas gostam). Nos anos 70, as pessoas ficavam chocadas e diziam: ‘Eu não vou deixar meus filhos verem um sujeito cortar a própria cabeça numa guilhotina!’ Isso não choca mais ninguém porque você hoje pode ver nos noticiários um cara de verdade tendo sua cabeça cortada por terroristas. A CNN tornou-se muito mais chocante do que Alice Cooper ou Marilyn Manson”.

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 06 de dezembro de 2012
Post de 25 de junho de 2014

MudançasMudanças
10 bandas que não soam mais como em seus primeiros discos

307 acessosAlice Cooper: veja o lyric video de "Paranormal"2989 acessosAlice Cooper: Welcome to My Nightmare lançado em DVD2172 acessosAlice Cooper: Longe de se aposentar, quer ultrapassar Mick Jagger465 acessosLoudwire: em vídeo, 10 maiores riffs de metal dos anos setenta395 acessosRepublica: banda brasileira abre shows de Alice Cooper na Europa0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Alice Cooper"

São Paulo TripSão Paulo Trip
As prováveis datas das apresentações...

MorteMorte
Confira 15 das melhores músicas sobre o tema

Alice CooperAlice Cooper
Rei do shock rock relembra impressões de Syd Barrett

0 acessosTodas as matérias da seção Entrevistas0 acessosTodas as matérias sobre "Alice Cooper"

Music RadarMusic Radar
Os melhores álbuns de Heavy Metal de todos os tempos

SlipknotSlipknot
Banda trolla repórter da Multishow antes de show no RIR

Simone SimonsSimone Simons
"Rammstein me faz querer mexer a bunda"

5000 acessosRafael Serrante: Ele invadiu o palco do Maiden no Rock In Rio5000 acessosThrash Metal: 20 bandas brasileiras de qualidade inquestionável5000 acessosVocalistas: belíssimos timbres de alguns cantores de rock5000 acessosSeparados no nascimento: Dave Mustaine e Mika Hakkinen4968 acessosJames Hetfield: ele rejeita a "fase U2" do Metallica5000 acessosMelhores de 2012: as escolhas do redator Ben Ami Scopinho

Sobre César Enéas Guerreiro

Nascido em 1970, formado em Letras pela USP e tradutor. Começou a gostar de metal em 1983, quando o KISS veio pela primeira vez ao Brasil. Depois vieram Iron, Scorpions, Twisted Sister... Sua paixão é a música extrema, principalmente a do Slayer e do inesquecível Death. Se encheu de orgulho quando ouviu o filho cantarolar "Smoke on the water, fire in the sky...".

Mais informações sobre César Enéas Guerreiro

Mais matérias de César Enéas Guerreiro no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online