Bill Ward: "Os fanáticos por Jesus Cristo me incomodavam"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Ivan Júnior Urnau, Fonte: Livro do Black Sabbath, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

"BLACK SABBATH: Destruição Desencadeada", lançado originalmente em 2006, o livro de Martin Popoff desvenda o quarteto de Birmingham do jeito certo: através de dezenas de entrevistas que ele mesmo realizou com os integrantes ao longo dos anos. O luxuoso volume em capa dura traz ainda um vasto material de imagens raras, além de um posfácio exclusivo da edição brasileira, com a repercussão do até então último disco da banda, '13'.

3956 acessosTony Iommi: almoço de domingo com Ian Anderson5000 acessosBig Four: astros da cena Heavy escolhem banda preferida

Segue aqui um trecho do livro com Bill Ward, o lendário baterista do Black Sabbath:

"Perguntei a Bill se a arte da capa de Sabbath Bloody Sabbath pôs lenha no fogo da controvérsia oculta ao redor da banda. Certamente, é de se admirar como a Warner Brothers deixou a capa chegar às lojas.

BILL - 'Sim, isso era algo com que convivíamos o tempo todo e acho que assustou um bando de gente. Para ser bem honesto, pessoalmente, as pessoas que eu mais temia - e eu não acho que esse seja um termo muito acolhedor - eram os fanáticos de Cristo, que não é uma maneira muito legal de chamar as pessoas. Eles ainda são seres humanos, sabia? Mas infelizmente eles caíram nessa obsessão e eu morria de medo porque eles podem ser muito violentos ao mesmo tempo. Se alguém fosse tentar tirar uma arma e atirar em um de nós, tenho certeza que seria um deles. Mas rolaram uns atentados contra nossas vidas ao longo dos anos, vindos de fontes diferentes. Nós estávamos bem protegidos na época, bem policiados, o FBI estava envolvido. Mas eram as pessoas que acreditavam em Jesus Cristo que realmente me incomodavam. Apenas porque eu temia que elas fossem maníacas o suficiente para perder a cabeça'".

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Tony IommiTony Iommi
Almoço de domingo com Ian Anderson

1471 acessosTony Iommi: "Valeu a pena desde o 1° dia", diz sobre carreira475 acessosHeavy Lero: a segunda parte da história do Black Sabbath com Dio0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Black Sabbath"

Motion DeviceMotion Device
"Heaven And Hell" com vocalista de 11 anos

Black SabbathBlack Sabbath
10 ótimas músicas sem Ozzy ou Dio nos vocais

Bill WardBill Ward
O acidente enquanto ouvia Beatles aos 20 e poucos anos

0 acessosTodas as matérias da seção Curiosidades0 acessosTodas as matérias sobre "Black Sabbath"

Big FourBig Four
Astros da cena Heavy escolhem banda preferida

Heavy MetalHeavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados no ano de 1981

GuitarristasGuitarristas
Time Magazine elege os 10 maiores de todos os tempos

5000 acessosMike Terrana: "Malmsteen foi uma das piores pessoas que conheci!"5000 acessosRush: Alex Lifeson lista seus três melhores solos5000 acessosBreast of the Beast: Miley Cyrus paga peito com Iron Maiden5000 acessosMetal: 10 passos para você se tornar um verdadeiro metalhead5000 acessosRob Halford: "Ozzy é o Príncipe das Trevas!"5000 acessosJames Hetfield: "Sempre tem Avenged Sevenfold na minha playlist."

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 11 de fevereiro de 2015

Sobre Ivan Júnior Urnau

Ivan Júnior Urnau, 19 anos, residente em Itapiranga - SC. Considera Pantera como da família. Fiel ao Blues, Southern Rock, e até música gauchesca, se for de qualidade e sangue no olho. Odeia qualquer movimento comercial de uma determinada banda "clássica". Considera-se um fã de Skynyrd, Sabbath, Molly Hatchet, e Pantera, acima de tudo. Diz-se sem idade o suficiente para impor conhecimento e experiência às pessoas, mas recomenda a música Sundown do Gordon Lightfoot para todas as pessoas que gostam de música boa.

Mais matérias de Ivan Júnior Urnau no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online