Deep Purple: sobre o que fala a música "Smoke on the Water"?

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Daniel Almeida, Fonte: Heavy Metal Pioneers
Enviar correções  |  Comentários  | 

Quando eu soube do incêndio na boate Kiss em Santa Maria, uma das primeiras coisas que me veio à cabeça foi: smoke on the water. Não a música, mas a frase, isso por causa da história da música que me fez pensar que poderia ter evitado a tragédia.

3873 acessosDeep Purple, Cheap Trick e Tesla: o que esperar dos shows no Brasil5000 acessosPaula Fernandes: aos 19 anos ela ia em shows de Black Metal

Em 1971 o Deep Purple ia gravar aquele que é seu maior álbum, "Machine Head" que contém seu maior clássico, "Smoke on the Water". Eles queriam fazer uma gravação diferente do convencional onde cada instrumento é gravado de cada vez. A ideia era fazer um ao vivo com chance de gravar de novo em caso de erro. O local de gravação seria um cassino em Genebra, Suíça, um complexo enorme com uma casa de show. Antes da liberação do palco para a banda iniciar a gravação havia um show de Frank Zappa (and The Mothers of Invention) ao qual os músicos foram convidados a assistir. Em determinado momento alguém da plateia disparou um sinalizador no teto. O resultado foi um incêndio que consumiu todo o prédio.

Do hotel onde estavam hospedados era possível ver a fumaça do incêndio se espalhando sobre lago Genebra (fotos do encarte do álbum mostram tanto a fumaça quanto o incêndio). Roger Glover conta que um dia acordou e disse a si mesmo "smoke on the water". Ele pensou nisso como o nome para uma música e levou a ideia a Ian Gillan que de cara achou o nome relacionado a drogas, não era um nome de música para o Deep Purple (segundo Glover, a banda não fazia uso de drogas além de cigarro e álcool). Pouco depois eles já tinham o riff.

Olhando a letra é fácil identificar a história e os personagens. Franka Zappa and the Mothers, Claude (Nobs), o criador do Montreaux Jazz Festival, o hotel, o sinalizador e até o estúdio móvel dos Rolling Stones que eles usaram para gravar o álbum em um hotel.

A história é bem contada no documentário "Deep Purple: Heavy Metal Pioneers" de 1991 e no documentário correspondente da série Classic Albuns.

Particularmente fico impressionado que a história de uma música poderia ter até evitado uma tragédia como a que aconteceu no Rio Grande do Sul em Janeiro de 2013.

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Deep Purple, Cheap Trick e TeslaDeep Purple, Cheap Trick e Tesla
O que esperar dos shows no Brasil

2754 acessosDeep Purple: "In Rock", uma obra-prima de categoria própria456 acessosDeep Purple: "Bob Ezrin é um produtor incrível", diz Steve Morse0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Deep Purple"

Ritchie BlackmoreRitchie Blackmore
Em 1991, o que ele achava de Yngwie Malmsteen

Deep PurpleDeep Purple
Ian Gillan nunca ouviu o "Made in Japan" inteiro

Ronnie James DioRonnie James Dio
"Ele era o homem mais gentil que já conhecemos!"

0 acessosTodas as matérias da seção Curiosidades0 acessosTodas as matérias sobre "Deep Purple"


Paula FernandesPaula Fernandes
Aos 19 anos ela ia em shows de Black Metal

Cultura inútilCultura inútil
Em quantas músicas Coverdale utilizou a palavra "love"

NightwishNightwish
Participação de Dawkins em álbum irritou alguns fãs

5000 acessosDiscórdia: alguns dos maiores insultos entre artistas5000 acessosRede Globo: em 1985, explicando o que são os metaleiros5000 acessosEm 07/07/1990: Morre Cazuza, por complicações decorrentes da AIDS5000 acessosEdguy: uma explicação para o nome da banda5000 acessosDavid Coverdale: Em 1974, o Deep Purple Expulsou o ACDC do palco5000 acessosJohn Lennon: em carta inédita ele fala a sua ex esposa sobre Yoko e LSD

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 11 de janeiro de 2017


Sobre Daniel Almeida

Engenheiro, nascido no Rio de Janeiro em 1979, lamento que a cidade não tenha tanta cultura rock como outras cidades do país. Comecei a gostar de música com Jean Michel Jarre, Beatles, Pink Floyd, Creedence Clearwater Revival. e depois partindo para Hendrix, Deep Purple e Black Sabbath (Santíssima Trindade). Ouço muito pouca coisa que tenha surgido há menos de 20 anos. Visito o site desde 1997.

Mais informações sobre Daniel Almeida

Mais matérias de Daniel Almeida no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online