Kiss: foto rara da estréia nos palcos em 1973

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Luciano Correa, Fonte: Ultimate Classic Rock
Enviar correções  |  Ver Acessos

No dia 30 de Janeiro de 1973, para um público de aproximadamente 10 pessoas, o KISS realizou seu primeiro show da história no antigo Popcorn Club (que teve seu nome mudado para Conventry), recebendo a bagatela de $50, segundo Gene Simmons, para fazer duas performances naquela noite. Uma parte da história do rock começou a ser mudada.

Headbangers: o preconceito mostrado em vídeo bem-humoradoMetal: 16 músicas dos anos 80 para se escutar durante o treino

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Gene Simmons e o guitarrista/vocalista Paul Stanley tinham deixado sua antiga banda, o Wicked Lester, e recrutado o baterista Peter Criss e o guitarrista Ace Frehley para seu novo grupo. O objetivo, como disse Simmons em várias mensagens de comemoração do aniversário da banda, era "colocar junto no palco uma banda nunca antes vista".

Depois do primeiro gerente abandonar a banda, declarando que o som novo da banda era "a pior coisa que ele já tinha ouvido," Gene assumiu o cargo, entrou em contato com o Popcorn e os convenceu a contratar a banda para três noites de shows por $150.

Como podemos ver na foto da época, a marca da banda - pintura nos rostos e vestimentas, estavam em uma fase inicial, mas esses primeiros shows lançaram muitas das músicas em que o KISS iria construir sua carreira nos anos seguintes: "Deuce," "Black Diamond," "Watchin' You" e muitas outras.

Desde o começo humilde, claro, o Kiss teve uma rápida ascensão para o topo da indústria musical. No final daquela década, eles eram considerados a maior banda de rock do mundo, e até o momento o grupo lançou 20 discos de estúdios e são os pioneiros no merchandising do rock.

Ace Frehley e Peter Criss deixariam o grupo no começo dos anos 80 (retornando durante um período nos anos 90), mas Paul Stanley e Gene Simmons enfrentaram tempos difíceis na carreira com altos e baixos para manter a banda no seu lugar atual entre as mais duradouras e populares de todos os tempos. Eles recentemente lançaram o álbum "Monster" que agradou a crítica e fãs ajudando ainda mais a consolidar a posição atual que a banda mantêm no mundo do rock.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção CuriosidadesTodas as matérias sobre "Kiss"


Ace Frehley: Kiss atual é um bando de putas velhas e sujas?Ace Frehley
Kiss atual é um bando de putas velhas e sujas?

Corey Taylor: o problema do HOF não foi o rap e sim o Deep PurpleCorey Taylor
O problema do HOF não foi o rap e sim o Deep Purple


Headbangers: o preconceito mostrado em vídeo bem-humoradoHeadbangers
O preconceito mostrado em vídeo bem-humorado

Metal: 16 músicas dos anos 80 para se escutar durante o treinoMetal
16 músicas dos anos 80 para se escutar durante o treino


Sobre Luciano Correa

Colaborador do Whiplash e apreciador de várias vertentes do Rock/Metal. Começou cedo ouvindo Queen, Nazareth e RPM no velho toca discos dos pais. Escutou muito Guns N' Roses, Bon Jovi, Scorpions, Metallica, Iron Maiden e Sepultura até descobrir Helloween, Blind Guardian e Gamma Ray. Ainda nesse meio tempo começou a ouvir Ramones, Misfits, Offspring, Angra, Rhapsody, Hammerfall, Stratovarius, Manowar, Motörhead, Pantera e Slayer para fechar a década de 90. No começo dos anos 2000, incluiu em sua lista bandas como Nightwish, Sonata Arctica, Within Temptation, System Of A Down, Rammstein, Dimmu Borgir, Cradle of Filth e atualmente - últimos 5 anos, tem escutado muito Children Of Bodom, Katatonia, Alestorm, Eluveitie, entre tantas outras. Rock/Metal é barulho para alguns e estilo de vida para tantos outros!

Mais matérias de Luciano Correa no Whiplash.Net.

adGoo336