RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas


Rival Sons: em 2010, uma lenda em construção

Resenha - Rival Sons - Rival Sons

Por Hugo Alves
Postado em 12 de junho de 2022

O ano era 2010 e os Rival Sons gozavam de boa reputação como banda revelação no ano anterior. Abriram para artistas como Kid Rock, Alice Cooper, AC/DC e Black Sabbath e chamaram atenção por onde passaram tocando o repertório de seu disco de estreia, "Before the Fire". Era hora de algo mais.

Rival Sons - Mais Novidades

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - CLI
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

E esse algo mais chegou no formato de mais um disco lançado de maneira independente. Intitulado simplesmente "Rival Sons", o segundo lançamento do grupo foi um EP com seis canções inéditas. A bolachinha abre com "Get What’s Coming" que, seguindo os moldes do disco anterior, é uma verdadeira voadora na cabeça, até mais pesada e forte que sua prima próxima "Tell Me Something". Riffão setentista de Scott Holiday com baixo de Robin Everhart e bateria de Michael Miley ribombando e um Jay Buchanan muito mais seguro de si e mais solto ainda. O resultado é esplêndido!

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - GOO
Anunciar no Whiplash.Net Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A seguir, "Torture" – aquela que, para mim, é a melhor do disco, disparada – chega e a introdução é novamente Jay Buchanan já muito agudo e potente. Essa canção é extremamente elétrica, energética e por anos foi uma das prediletas nos shows da banda, botando casas abaixo. Em "Radio", o destaque mesmo fica por conta de Mike Miley e aqui vemos que se trata de um mestre nas baquetas e nos tambores, não devendo nada a nomes históricos como John Bonham e Gene Krupa (apenas para citar duas de suas influências mais diretas).

Em "Sacred Tongue" temos mais um momento propício para nos apaixonarmos por Jay Buchanan. Se nas canções tipicamente Rock and Roll, pesadas e velozes, ele é uma verdadeira força da natureza, em baladas como essa – que ditou muitos dos rumos que a banda segue em seu som até hoje – só é possível que um surdo não entenda a bênção que é termos um cantor como ele por aí atualmente. É, de fato, uma canção linda com interpretação vocal tocante!

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - CLI
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A penúltima faixa, "Sleepwalker", vem novamente com cadência e peso no disco, e breves passagens de gaita acompanhando a banda. A irreverência da banda é latente, tocando e cantando como se não houvesse amanhã e como se não devessem nada a ninguém. E o fechamento do disco vem com "Soul" que certamente não foi intitulada assim à toa. É verdadeiramente a banda tocando Soul Music e deixando que seu vocalista voe livre. Nem tem como negar que esse disco é todo dele, que se empoderou durante a turnê do disco anterior e, aqui, atua como dono da bola.

Esse EP chamou a atenção da Earache Records, que ofereceu naquele mesmo ano um contrato à banda. É interessante notar que essa gravadora sempre foi conhecida por ter em seu cast bandas de Metal extremo, então a contratação dos Rival Sons foi um caso à parte. Um ano depois, a gravadora relançou esse EP e soltou "Torture" como primeiro single da banda a tocar no mercado europeu. Os Rival Sons estavam prontos para dominar o velho continente!

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - GOO
Anunciar no Whiplash.Net Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal
Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps




publicidadeAdriano Lourenço Barbosa | Airton Lopes | Alexandre Faria Abelleira | Alexandre Sampaio | Alex Juarez Muller | André Frederico | Ary César Coelho Luz Silva | Assuires Vieira da Silva Junior | Bergrock Ferreira | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Alexandre da Silva Neto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cláudia Falci | Danilo Melo | Dymm Productions and Management | Efrem Maranhao Filho | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Fabio Henrique Lopes Collet e Silva | Filipe Matzembacker | Flávio dos Santos Cardoso | Frederico Holanda | Gabriel Fenili | George Morcerf | Geraldo Fonseca | Henrique Haag Ribacki | Jesse Alves da Silva | João Alexandre Dantas | João Orlando Arantes Santana | Jorge Alexandre Nogueira Santos | José Patrick de Souza | Juvenal G. Junior | Leonardo Felipe Amorim | Luan Lima | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Marcus Vieira | Maurício Gioachini | Mauricio Nuno Santos | Odair de Abreu Lima | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Ricardo Cunha | Richard Malheiros | Sergio Luis Anaga | Silvia Gomes de Lima | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Victor Adriel | Victor Jose Camara | Vinicius Valter de Lemos | Walter Armellei Junior | Williams Ricardo Almeida de Oliveira | Yria Freitas Tandel |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Hugo Alves

Hugo Alves é formado em Letras (Português and Inglês) pela UNISO - Universidade de Sorocaba e futuro mestrando em Literatura ou Semiótica. Começou a escutar Rock aos 11 anos com "Bring Me to Life" do Evanescence, mas o que o tomou para sempre para o Rock and Roll foi "Fear of the Dark" (versão ao vivo no Rock in Rio), do Iron Maiden, banda que, ao lado de The Beatles, considera como favorita, amando quase que igualmente os sons de Viper, Angra, Shaman, Andre Matos, Rush, Black Sabbath, Metallica, etc. Foi vocalista das bandas Holygator e Bad Trip, iniciantes em Sorocaba/ SP, e também toca guitarra e baixo. Outra de suas paixões é a Literatura, pela qual desenvolveu o gosto pela escrita e comunicação.
Mais matérias de Hugo Alves.

 
 
 
 

RECEBA NOVIDADES SOBRE
ROCK E HEAVY METAL
NO WHATSAPP
ANUNCIAR NESTE SITE COM
MAIS DE 4 MILHÕES DE
VIEWS POR MÊS