Michael Romeo: guitarrista do Symphony X brilha em disco solo

Resenha - War of the Worlds Pt. 1 - Michael Romeo

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ricardo Seelig, Fonte: Collectors Room
Enviar correções  |  Ver Acessos

publicidade

24 anos após o lançamento de seu primeiro álbum solo, "The Dark Chapter", o guitarrista Michael Romeo retorna com um novo disco pra chamar só de seu. "War of the Worlds Pt. 1" é um trabalho conceitual inspirado no clássico conto de H.G. Wells publicado em 1898 e dramatizado por Orson Welles em um programa de rádio em 1938. A história recebeu inúmeras adaptações nas mais diversas mídias e é um dos textos mais influentes da cultura pop.

Bizarre Magazine: Quão bizarro é... Ronnie James DioDavid Lee Roth: o vergonhoso teste de Matt Sorum para a banda

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Michael Romeo, que está com a sua banda principal, o Symphony X, em pausa devido ao acidente sofrido pelo vocalista Russell Allen durante uma turnê do Adrenaline Mob em julho de 2017, decidiu então aproveitar as férias forçadas e lançar um trabalho solo. Para tanto, chamou o trio Rick Castellano (vocal), John DeServio (baixo, Black Label Society) e John Macaluso (bateria, Ark, TNT, Malmsteen), e assumiu ele mesmo os teclados e orquestrações. Este é o primeiro álbum que Romeo lança desde o mais recente disco do Symphony X, o excelente "Underworld" (2015).

O que chama a atenção, logo de cara, é a inclusão de elementos não muito comuns ao metal, como EDM e dubstep, além das orquestrações. Percebe-se um esforço de Romeo em propor caminhos e soluções que saiam do lugar comum e tragam algo de novo, equilibrando esse desejo por inovação com o universo musical já conhecido dos fãs. Dessa maneira, o que temos é um disco muito pesado, técnico, com foco na guitarra e que traz ideias surpreendentes. A ótima performance da banda ajuda Michael a colocar esta primeira parte de A Guerra dos Mundos em um nível superior, com destaques igualitários para os três músicos convidados.

As dez faixas apresentam uma qualidade homogênea e formam um conjunto bastante coeso, que demonstra o talento e a capacidade criativa de Micael Romeo, que a propósito também assinou a produção, igualmente muito bem feita. Entre as canções, destaque para "Fear the Unknow", "Black", para a união entre metal e dubstep presente na ótima "F*cking Robots", a animalesca "Djinn" e "Oblivion". Há duas instrumentais - "Introduction" e "War Machine" -, ambas muito boas. Outro ponto que merece menção é o ótimo encaixe das orquestrações, que dão um clima cinematográfico para a obra, reforçando ainda mais a associação com o clássico de H.G. Wells.

Enquanto o Symphony X não retorna, "War of the Worlds Pt. 1" é uma ótima pedida. O disco saiu no Brasil pela Hellion Records e agradará em cheio os fãs da banda. E ainda tem mais: Romeo declarou que a segunda parte do projeto está praticamente pronta e será lançada provavelmente em 2019.

Ótimo!


Outras resenhas de War of the Worlds Pt. 1 - Michael Romeo

Michael Romeo: álbum solo mostra guitarrista em ótima forma




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Symphony X"Todas as matérias sobre "Michael Romeo"


Metal Sinfônico: dez álbuns essenciais do gêneroMetal Sinfônico
Dez álbuns essenciais do gênero

Metal Progressivo: os 25 melhores álbuns de todos os temposMetal Progressivo
Os 25 melhores álbuns de todos os tempos


Bizarre Magazine: Quão bizarro é... Ronnie James DioBizarre Magazine
Quão bizarro é... Ronnie James Dio

David Lee Roth: o vergonhoso teste de Matt Sorum para a bandaDavid Lee Roth
O vergonhoso teste de Matt Sorum para a banda


Sobre Ricardo Seelig

Ricardo Seelig é editor da Collectors Room - www.collectorsroom.com.br - e colabora com o Whiplash.Net desde 2004.

Mais matérias de Ricardo Seelig no Whiplash.Net.

adGoo336