RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemA atitude ousada da Legião Urbana ao peitar Globo e Faustão no meio de uma grande crise

imagemO Raul Seixas não era nada daquilo que ele falava, diz ex-parceiro musical

imagemA razão que levou Humberto Gessinger a decidir não usar mais nome "Engenheiros do Hawaii"

imagemPor que Gisele Bündchen e Ivete Sangalo deturparam "Imagine", segundo André Barcinski

imagemDiva Satânica explica qual foi a razão que a fez deixar a banda Nervosa

imagemO último show de Bon Scott com o AC/DC, três semanas antes de sua morte

imagemA hilária reação de Keith Richards ao encontrar músicos do Maneskin

imagemDavid Coverdale relembra parceria com Jimmy Page, e fala sobre relançamento

imagemAs duas razões que levaram RPM a passar por segunda separação em 2003

imagemEm entrevista, Tony Iommi contou como aprendeu a tocar guitarra

imagemAlém do Moonspell, São Paulo Metal Fest anuncia Beyond Creation em seu cast

imagemAngra parabeniza a aniversariante Sandy nas redes sociais

imagemJimmy Page sobre o "Presence": "Não se faz músicas como aquelas caindo de bêbado"

imagemGuitarrista do Offspring continuou em seu emprego normal mesmo depois da fama

imagemPrika explica por que nova vocalista da Nervosa não é brasileira e promete single em março


Summer Breeze

Blind Guardian: O lado mais cru e veloz em Battalions Of Fear

Resenha - Battalions Of Fear - Blind Guardian

Por André Luiz Paiz
Postado em 09 de maio de 2018

Nota: 7

O Blind Guardian, fantástico grupo alemão formado inicialmente como Lucifer's Heritage na década de 80, começou sua trajetória aqui, em seu primeiro álbum chamado "Battalions of Fear". Lançado em 1988, possui grande valor entre os fãs e também na discografia do grupo, pois mostra o lado mais cru que se tornaria a base a ser lapidada pela evolução dos músicos no futuro. Um speed metal que flerta diretamente com o trash, assim como fez o Helloween em "Walls of Jericho".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Battalions of Fear" é um álbum muito muito bom. Pesado, veloz e de fácil assimilação. Você sairá cantando algumas melodias logo após a primeira audição. O que falta aqui é aprimoramento, o que não podemos exigir em um trabalho de estreia. Hansi ainda não tinha a experiência dos anos seguintes, sendo que não há aquelas grandes vocalizações que contribuem para enriquecer os refrãos. Seu foco aqui é tocar baixo e cantar como se fosse ao vivo. É um bom baixista, mas, quando se afastou do instrumento para se preocupar somente com os vocais, aí sim posicionou-se no topo da lista dos maiores vocalistas do metal de todos os tempos. A dupla de guitarristas André Olbrich e Marcus Siepen trocam solos e riffs pesados, demonstrando qualidade e técnica. Já Thomas "Thomen" Stauch, um monstro veloz e agressivo na batera. Fantástico!

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Majesty" abre os trabalhos. Um hino, figurando nos setlists da banda até os tempos atuais. Veloz, pesada e com ótimas linhas vocais, além de um refrão perfeito. Sete minutos que passam voando.

"Guardian of the Blind" começa com Stauch fuzilando os falantes. Speed Metal espetacular, com Hansi rasgando a garganta e ótimo refrão.

Com Hansi também atuando como baixista, era comum no período a inclusão de algumas faixas instrumentais. "Trial By The Archon" é curta e bem veloz, porém dispensável.

"Halloween - The Wizard's crow I'll take - on Halloween...". Ouça a melódica, também veloz e espetacular "Wizard's Crown", e fique como eu, cantando o refrão a todo instante.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Seguindo a linha do power metal mais melódico, "Run For The Night" trilha os mesmos caminhos, nos permitindo recordar do grande "Walls of Jericho", do Helloween. Uma pancada!

Cansou de balançar o pescoço? Quer descansar? Desista! "The Martyr" mantém o incansável Thomen Stauch fritando os bumbos, em mais uma faixa destruidora.

A faixa-título segue veloz, em mais um ótimo refrão. Aqui é possível ter uma leve impressão de que o álbum poderá começar a se tornar cansativo. Porém, felizmente não há tempo, pois "By The Gates Of Moria" chega de maneira instrumental, mudando os ares, realçando o trabalho das guitarras e concluindo os trabalhos.

Um álbum cru, veloz e pesado. Uma banda ainda começando a trilhar o seu caminho em destino a uma carreira muito bem-sucedida. A produção não é excelente, mas a qualidade das faixas e dos músicos consegue sobrepor este detalhe. Somando tudo isso, temos um grande álbum de estreia.

Tracklist:

Majesty 7:31
Guardian Of The Blind 5:11
Trial By The Archon 1:44
Wizard's Crown 3:50
Run For The Night 3:36
The Martyr 6:17
Battalions Of Fear 6:08
By The Gates Of Moria 2:53

Quer mais? Confira a página do 80 Minutos em:
https://80minutos.com.br

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O 80 Minutos é um portal gratuito de avaliação de álbuns. Confira as resenhas e entrevistas dos nossos colaboradores e aproveite para dar a sua nota nos seus álbuns favoritos.


Outras resenhas de Battalions Of Fear - Blind Guardian

Resenha - Battalions of Fear - Blind Guardian

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:
Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Stamp

Loudwire: em vídeo, dez bandas clássicas que ainda detonam!

Blind Guardian: O significado das letras de A Twist In The Myth

Em 04/04/1995: Blind Guardian lançava o clássico Imaginations From The Other Side

Power Metal: os dez álbuns essenciais do gênero


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre André Luiz Paiz

André Luiz Paiz é formado em computação, funcionário público do estado de São Paulo e fanático por música. Criou o site colaborativo 80 Minutos para que os usuários se cadastrem e avaliem seus álbuns favoritos.
Mais matérias de André Luiz Paiz.