Matérias Mais Lidas

O motivo pelo qual Regis Tadeu considera Phil Collins deprimenteO motivo pelo qual Regis Tadeu considera Phil Collins deprimente

Metallica: Jason Newsted conta o segredo para manter uma boa grana até hojeMetallica: Jason Newsted conta o segredo para manter uma boa grana até hoje

Lista: 35 músicas que não são metal, mas o metaleiro pode ouvir em pazLista: 35 músicas que não são metal, mas o metaleiro pode ouvir em paz

A banda brasileira mais transgressora dos anos 1980, segundo Maurício BrancoA banda brasileira mais transgressora dos anos 1980, segundo Maurício Branco

Motörhead: o que Lemmy dizia a quem não queria cheirar cocaína com eleMotörhead: o que Lemmy dizia a quem não queria cheirar cocaína com ele

AC/DC: as ordens de Malcolm para quem ia subir ao palcoAC/DC: as ordens de Malcolm para quem ia subir ao palco

O recado de Bruno Sutter para roqueiros que não entendem sucesso de outros estilosO recado de Bruno Sutter para roqueiros que não entendem sucesso de outros estilos

Acredite se quiser: Iced Earth lançou novo álbum; ouça A Narrative SoundscapeAcredite se quiser: Iced Earth lançou novo álbum; ouça "A Narrative Soundscape"

Gene Simmons: Os seus 13 álbuns favoritos de todos os temposGene Simmons: Os seus 13 álbuns favoritos de todos os tempos

Iron Maiden: Bruce Dickinson não vai pilotar avião da banda nas próximas turnêsIron Maiden: Bruce Dickinson não vai pilotar avião da banda nas próximas turnês

A categórica opinião de Kiko Loureiro sobre SlashA categórica opinião de Kiko Loureiro sobre Slash

U2: Edge escolhe a melhor música gravada por outro artista (e você certamente a ouviu)U2: Edge escolhe a melhor música gravada por outro artista (e você certamente a ouviu)

Cannibal Corpse: a música que fez George Corpsegrinder querer cantar death metalCannibal Corpse: a música que fez George Corpsegrinder querer cantar death metal

Kid Abelha: a opinião de Alvin L sobre a banda e a cena da praia no Rio de JaneiroKid Abelha: a opinião de Alvin L sobre a banda e a "cena da praia" no Rio de Janeiro

Luis Mariutti comenta saída da banda Andre Matos; quase 5 anos trabalhando de graçaLuis Mariutti comenta saída da banda Andre Matos; "quase 5 anos trabalhando de graça"


Stamp

Cadle of Filth: Um ótimo registro histórico para os fãs da banda

Resenha - Dusk... and Her Embrace (The Original Sin) - Cradle of Filth

Por Flavio Lens
Em 27/07/16

Nota: 8

O Cradle of Filth é uma banda polêmica (quem se lembra daquela famosa camiseta "Jesus Is a Cunt", que o próprio Dani Filth (vocalista, fundador e atualmente único membro original) considerou uma idiotice?) e divide opiniões no próprio meio do heavy metal. Enquanto alguns a consideram black metal, outros repudiam que o grupo seja incluído nessa vertente mais extrema, principalmente devido à forte presença de teclados e vocais femininos em suas composições.

Essa maior variedade de influências já podia ser notada em seu álbum de estreia, The Principle of Evil Made Flesh (1994), porém o grupo decidiu aprofundar-se ainda mais nas linhas vocais femininas e teclados mais marcantes no segundo disco, Dusk... and Her Embrace, lançado oficialmente em 1996. Antes deste lançamento, já haviam lançado o EP V Empire (or Dark Faerytales in Phallustein), que já mostrava uma sonoridade mais próxima do que viria a ser desenvolvida em Dusk.

Acontece que este segundo álbum deveria ter sido lançado um ano antes, pela então gravadora do grupo, a Cacophonous Records, com a formação do primeiro álbum. Como a banda não gostou do resultado final e a relação com a gravadora já não era das melhores, o grupo decidiu não lançar o álbum. Neste meio tempo, houve um racha na banda (os integrantes que saíram formaram a banda de gothic metal The Blood Divine), e a nova formação do Cradle lançou no ano seguinte o EP V Empire e a versão regravada de Dusk.

Eis que, vinte e um anos depois, a banda resolve oficializar o lançamento da versão original de Dusk... and Her Embrace (com o óbvio complemento "The Original Sin"), que, segundo Dani, foi remasterizado por Scott Atkins diretamente das fitas DAT originais.

O resultado surpreende positivamente o ouvinte e mostra claramente a evolução de cada integrante, tanto em termos de composição como habilidade instrumental e principalmente vocal. Podemos dizer, sem medo de errar, que estamos diante de uma das melhores performances vocais de Dani Filth em sua carreira. Nesta versão do álbum, o timbre de sua voz está mais próximo de seu vocal rasgado natural, sem tantos efeitos artificiais em sua voz (com a exceção de algumas passagens em tons mais graves), e também pode-se notar a presença mais forte de urros guturais que dão um peso insano às músicas.

Outra característica que conta muito a favor desta versão é que Dani canta de uma forma totalmente inteligível, coisa que no EP e na versão regravada de Dusk foi deixada um pouco de lado - os vocais mais agudos se tornavam incompreensíveis nestes dois álbuns.

As músicas em si não possuem tantas diferenças entre as duas versões do disco, além de algumas modificações nas letras e construções dos versos em cima das melodias. A ordem das canções também é diferente do disco que foi lançado em 1996, além de possuir uma faixa (Nocturnal Supremacy) que foi lançada em V Empire e uma faixa intro até então inédita (Macabre, This Banquet).

O que pode pesar contra este álbum (e talvez possa ter sido um dos motivos de insatisfação da banda na época) é a mixagem às vezes não equilibrar corretamente os instrumentos, chegando ao ponto de o som do teclado às vezes estar muito alto, praticamente encobrindo as guitarras - como na própria faixa-título.

A arte da capa do disco é assinada por Drake Mefestta e o álbum também conta com duas faixas-demo bônus e participações especiais de Cronos (Venom) e Steve Grimmett (Grim Reaper).

De uma forma geral, Dusk... and Her Embrace (The Original Sin) é um ótimo registro histórico para os fãs da banda e certamente seria uma grande injustiça se um petardo desses fosse deixado esquecido em algum depósito de fitas velhas pelo resto da vida...

Faixas:

1. Macabre, This Banquet
2. Nocturnal Supremacy
3. Heaven Torn Asunder
4. Dusk... and Her Embrace
5. A Gothic Romance
6. The Graveyard by Moonlight
7. Funeral in Carpathia
8. Beauty Slept in Sodom
9. The Haunted Shores of Avalon
10. Carmilla's Masque
11. A Gothic Romance (demo)
12. Nocturnal Supremacy (demo)

Duração: 71:02

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Dani Filth diz que conseguiu ver algo de bom no período da pandemiaDani Filth diz que conseguiu ver algo de bom no período da pandemia

Dani Filth faz máscara de rejuvenescimento facial enquanto assiste Mundial de DardosDani Filth faz máscara de rejuvenescimento facial enquanto assiste Mundial de Dardos

Cradle Of Filth: Dani Filth não pensa duas vezes para escolher o melhor disco do anoCradle Of Filth: Dani Filth não pensa duas vezes para escolher o melhor disco do ano

Membros do Dream Theater e Cradle of Filth transformam Slayer em música de NatalMembros do Dream Theater e Cradle of Filth transformam Slayer em música de Natal

Dani Filth cita Elizabeth Bathory para explicar as mudanças de formação do COFDani Filth cita Elizabeth Bathory para explicar as mudanças de formação do COF

Cradle Of Filth: Dani Filth aponta o Top 5 (+1) de sua bandaCradle Of Filth: Dani Filth aponta o Top 5 (+1) de sua banda

Cradle of Filth: em clima natalino eles lançam suéter em homenagem ao bom velhinhoCradle of Filth: em clima natalino eles lançam suéter em homenagem ao bom velhinho

Metal sinfônico: os 25 melhores álbuns do estilo, em lista da Metal HammerMetal sinfônico: os 25 melhores álbuns do estilo, em lista da Metal Hammer

Slayer: 10 bandas que já gravaram covers da reserva moral do thrash metalSlayer: 10 bandas que já gravaram covers da reserva moral do thrash metal

Metal: de Helloween a Cradle of Filth, as 30 melhores capas de 2021Metal: de Helloween a Cradle of Filth, as 30 melhores capas de 2021

Cradle Of Filth: o improvável clássico do rock que Dani Filth gostaria de ter escritoCradle Of Filth: o improvável clássico do rock que Dani Filth gostaria de ter escrito

Cradle Of Filth: Suas 10 melhores músicas, pela Classic Rock HistoryCradle Of Filth: Suas 10 melhores músicas, pela Classic Rock History

Cradle of Filth: para fúria dos puristas, quem os levou ao black metal foi o MayhemCradle of Filth: para fúria dos puristas, quem os levou ao black metal foi o Mayhem

Cradle Of Filth: Dani Filth ouviu Reign In Blood no Natal e tomou esporro da mãeCradle Of Filth: Dani Filth ouviu "Reign In Blood" no Natal e tomou esporro da mãe

Cradle Of Filth: como pais de Dani Filth reagiram quando ele decidiu viver da bandaCradle Of Filth: como pais de Dani Filth reagiram quando ele decidiu viver da banda


Cradle of Filth: para fúria dos puristas, quem os levou ao black metal foi o MayhemCradle of Filth: para fúria dos puristas, quem os levou ao black metal foi o Mayhem

Dani Filth: queima de igrejas obviamente era ridículoDani Filth: queima de igrejas "obviamente era ridículo"

Cradle Of Filth: o lado negro do vocalista Dani FilthCradle Of Filth: o lado negro do vocalista Dani Filth


Guns N' Roses: Mauricio de Sousa, o criador da Turma da Mônica, odeia a banda?Guns N' Roses
Mauricio de Sousa, o criador da Turma da Mônica, odeia a banda?

Túmulos: alguns dos jazigos mais famosos do Metal nos EUATúmulos
Alguns dos jazigos mais famosos do Metal nos EUA


Sobre Flavio Lens

Nascido em Santos, atualmente mora no interior de SP. Desde pivete curte um som, há mais de dez anos tem participado de bandas na cidade de Catanduva e toca uns projetos de estúdio nas horas vagas.

Mais matérias de Flavio Lens.