Matérias Mais Lidas

Iced Earth: Fãs que apoiaram vaquinha de Schaffer querem dinheiro de voltaIced Earth
Fãs que apoiaram vaquinha de Schaffer querem dinheiro de volta

Iced Earth: Jon Schaffer se entrega e é preso por estar em invasão ao CapitólioIced Earth
Jon Schaffer se entrega e é preso por estar em invasão ao Capitólio

Iron Maiden: debilitado, Paul Di'Anno depende de vaquinha virtual para fazer cirurgiaIron Maiden
Debilitado, Paul Di'Anno depende de vaquinha virtual para fazer cirurgia

Phil Spector: Produtor, que estava preso por assassinato, morre de COVID-19Phil Spector
Produtor, que estava preso por assassinato, morre de COVID-19

Inesquecíveis: 50 grandes sucessos do rock e do metal que nunca saem de modaInesquecíveis
50 grandes sucessos do rock e do metal que nunca saem de moda

Metallica: Uma versão de Battery que todo headbanger sempre quis ouvirMetallica
Uma versão de "Battery" que todo headbanger sempre quis ouvir

Nirvana: Kurt Cobain cuspiu no piano de Elton John pensando ser de Axl Rose.Nirvana
Kurt Cobain cuspiu no piano de Elton John pensando ser de Axl Rose.

Rodolfo Abrantes: O sonho da minha mãe era eu voltar aos RaimundosRodolfo Abrantes
"O sonho da minha mãe era eu voltar aos Raimundos"

Metallica: há 20 anos, o grande Jason Newsted deixava a bandaMetallica
Há 20 anos, o grande Jason Newsted deixava a banda

Paul Stanley: não consegue cantar Kiss e se arrisca no R&B? Saiba a resposta delePaul Stanley
Não consegue cantar Kiss e se arrisca no R&B? Saiba a resposta dele

Guns N' Roses: guitarrista ex-Black Crowes recusou entrar para a banda por duas vezesGuns N' Roses
Guitarrista ex-Black Crowes recusou entrar para a banda por duas vezes

Classic Rock: As 100 maiores músicas do século... até agora!Classic Rock
As 100 maiores músicas do século... até agora!

Mötley Crüe: Vince Neil e namorada são criticados por foto caçando animaisMötley Crüe
Vince Neil e namorada são criticados por foto caçando animais

Nirvana: Kurt Cobain era meio pau no c*, diz produtorNirvana
"Kurt Cobain era meio pau no c*", diz produtor

Kiss: Vinnie Vincent é o maior filho da puta da história do rock?Kiss
Vinnie Vincent é o maior filho da puta da história do rock?


Matérias Recomendadas

Tony Iommi: John Bonham quebrou a bateria de Bill WardTony Iommi
John Bonham quebrou a bateria de Bill Ward

Brian Johnson: Chuck Berry foi o maior babaca que já vi na vidaBrian Johnson
"Chuck Berry foi o maior babaca que já vi na vida"

Compridas: As músicas mais longas de grandes bandasCompridas
As músicas mais longas de grandes bandas

Big Four: astros da cena Heavy escolhem banda preferidaBig Four
Astros da cena Heavy escolhem banda preferida

Por que o Whiplash.Net republica matérias?
Por que o Whiplash.Net republica matérias?

Baladas de Sangue
Stamp

Belphegor: Som extremo de alta qualidade

Resenha - Conjuring the Dead - Belphegor

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Lúcio Draco, Fonte: verbumdraco.blogspot.com
Enviar Correções  

10


O Belphegor é uma das poucas e privilegiadas bandas que construiu uma sonoridade própria e acima de rótulo exatos. A base é death metal, mas com temática, vocais e riffs de black metal, e ainda elementos de grindcore. O fato é que essa horda faz um som extremo de alta qualidade seja qual for a rotulação para sua arte.

Como a ferocidade de sempre e sem deixar cair a qualidade de seus trabalhos, essa insana horda austríaca caprichou mais uma vez lançou um álbum digno da fama que tem, ou seja, uma das melhores bandas de metal extremo do mundo na atualidade.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sem misericórdia, o álbum começa com Gasmask Terror que tem uma pegada infernal no bumbo duplo segue o "padrão Belphegor" de blast beats ou metranca*, abre o disco como um soco no estômago.

A faixa título Conjuring the Dead é certamente um dos destaques desse trabalho, com os vocais cada vez mais cavernosos do Helmuth Lehner (vocal, guitarra) e um clipe no padrão de superprodução que gravadora Nuclear Blast tem investido. In Death começa com uma pegada thrash na bateria depois retoma os blast beats matadores.

Rex Tremendae Majestatis em alguns momentos lembra algumas faixas do primoroso "Blood Magick Necromance", pois tem uma cadência mais lenta e uma atmosfera soturna.Depois de momentos mais lentos com Rex Tremende, chega a furiosa faixa Black Winged Torment.

Há um breve e belo interlúdio com The Eyes e a pancadaria recomeça com Legions of Destruction que conta com participação especial de dois medalhões da música extrema: Glenn Benton (Deicide) e Attila Cshiar (famoso pelo trabalho como vocalista no clássico absoluto "De Mysteriis Dom Sathanas" do Mayhem).

Flesh, Bones and Blood tem um andamento mais lento, mas nem por isso é menos pesada. Em seguida, a curta e agressiva Lucifer, Take Her! começa de forma sinistra com gritos desesperados de uma donzela atormentada (Alexandra "Dollface" Van Weitus).

A destruição termina com Pactum in Aeternum que é uma continuação da faixa anterior, com ambientações sonoras soturnas e arranjos de violão.

Imperdível!

Veja aqui o conceito de metranca ou blast beat: http://pt.wikipedia.org/wiki/Metranca

E assista a uma aulinha de blast beat\metranca:

Sites:
http://www.belphegor.at
https://www.facebook.com/belphegor
Origem: Áustria
Lançamento: agosto de 2014
Selo: Nuclear Blast
Gênero: Blackned Death Metal
Line-up:
Helmuth Lehener - guitarra/vocal
Serpenth - baixo/vocal
Martin "Marthyn" Jovanović - bateria
******
Faixas:
01 - Gasmask Terror 03:41
02 - Conjuring the Dead 04:33
03 - In Death 04:12
04 - Rex Tremendae Majestatis 05:21
05 - Black Winged Torment 03:27
06 - The Eyes 01:19
07 - Legions of Destruction 04:28
08 - Flesh, Bones and Blood 03:32
09 - Lucifer, Take Her! 02:48
10 - Pactum in Aeternum 03:18

Resenha publicada originalmente em
http://verbumdraco.blogspot.com.br