RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemA música de Raul Seixas que salvou a carreira de Chitãozinho e Xororó

imagemOs 10 maiores vocalistas de heavy metal de todos os tempos, em lista do Ruthless Metal

imagemEx-guitarrista do Megadeth não liga para Mustaine e diz que está "fazendo dinheiro para ele"

imagemComo Tommy Lee e o Mötley Crüe ajudaram Axl Rose a escrever "November Rain"

imagemQual era a opinião de Tony Iommi sobre Ozzy Osbourne solo e Randy Rhoads em 1984?

imagemOs 10 maiores álbuns da história do grunge, em lista do Brave Words

imagemSlash se sente feliz por não existir internet nos primórdios do Guns N' Roses

imagemO Raul Seixas não era nada daquilo que ele falava, diz ex-parceiro musical

imagemPor que Lemmy odiava tocar "Ace of Spades" nos shows do Motörhead

imagemPara John Lennon, os Beatles poderiam ter acontecido sem George e Ringo

imagemVocalista do Skid Row divulga cover matador de "Painkiller", do Judas Priest

imagemO hit dos Beatles que talvez seja sobre drogas e que "Jesus" acompanhou gravação

imagemPaul McCartney quase foi atropelado ao tentar recriar famosa cena de capa de disco

imagemQuatro músicas de artistas brasileiros que citam Os Paralamas do Sucesso

imagemO brasileiro com a voz parecida com a de Axl Rose que viralizou no TikTok


Avenged Sevenfold: sonoridade cada vez mais madura

Resenha - Hail to the King - Avenged Sevenfold

Por Junior Frascá
Postado em 05 de setembro de 2013

Nota: 7

Cada um tem o direito de pensar o que quiser sobre o AVENGED SEVENFOLD: não gostar de sua música, do visual de seus integrantes, ou mesmo que é uma banda da "modinha", para adolescentes, ou coisas do tipo. Mas é fato que a banda é uma das mais bem sucedidas da atual cena da chamada New Wave of AMERICAN Heavy Metal, tendo contrato com uma gravadora major, e atingindo o sucesso comercial que a maioria das bandas busca (tanto que "Hail to the King" atingiu o primeiro lugar de vendas de álbuns nos EUA).

Ou seja, trata-se de uma das bandas mais amadas e ao mesmo tempo odiadas da atualidade. Do mesmo jeito que possuem fãs incondicionais, os caras possuem detratores que não medem esforços para denegri-los.

Contudo, também é fato que há um bom tempo a banda vem evoluindo muito sua sonoridade, e sem dúvida "Hail to the King" é o auge desta evolução. Com uma proposta clara de buscar influências nos primórdios da música pesada, a banda conseguiu aqui lançar seu material mais pesado e homogêneo até hoje, com faixas bem estruturadas, melodias marcantes e muito bom gosto.

Sim, ainda é possível notar no som dos caras influências claras de outras bandas, em especial de IRON MAIDEN (principalmente nas melodias de guitarras) e METALLICA (como em "This Mean War", uma "homenagem" descarada até demais para "Sad But True"). Porém, tais influências não chegam a denegrir a competência da banda, que na maioria das faixas consegue utilizar com moderação tais elementos, para não soar como mera cópia de tais bandas.

Além disso, os caras deixaram de lado o excesso de experimentalismos, com músicas mais coesas e orgânicas. Por exemplo, o trabalho do novo baterista, Arin Ilejay, é muito consistente, e embora sem que lhe seja exigida a demonstração de tanta técnica, já que as faixas são mais diretas que outrora, consegue se destacar com uma pegada agressiva e precisa.

Dentre os destaques do disco, cito "Shepard of Fire", que remete as anos 80, com o baterista Arin mostrando domínio do pedal duplo; "Requiem", que foge por completo ao estilo da banda, com elementos de metal sinfônico; e "Planets", pesadíssima e com ótimas linhas vocais. Os pontos baixos ficam para as desnecessárias baladas "Crimson Day" e "Acid Rain", que soam muito melosas e pouco inspiradas.

Assim, sem dúvida "Hail to the King" fará a popularidade da banda aumentar ainda mais. Mas que fique claro: não se trata de nada revolucionário ou inovador, mas simplesmente de um disco muito bom, que diverte o ouvinte, e mostrando uma maior maturidade musical. Se você não gostou dos primeiros trabalhos da banda, talvez seja a hora de dar uma nova chance aos caras...

Hail to the King – Avenged Sevenfold
(2013 – Importado - Warner)

1. Shepherd of Fire
2. Hail to the King
3. Doing Time
4. This Means War
5. Requiem
6. Crimson Day
7. Heretic
8. Coming Home
9. Planets
10. Acid Rain


Outras resenhas de Hail to the King - Avenged Sevenfold

Resenha - Hail to the King - Avenged Sevenfold

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:
Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Stamp

Avenged Sevenfold: as mulheres da vida dos integrantes da banda

Avenged Sevenfold: Arin Ilejay comenta sobre sua saída da banda

A7X: Os 13 momentos mais insanos, em shows, segundo a Kerrang

Metalcore: nove razões para você adorar o estilo

Metalcore: 13 músicas que um fã de death metal deve gostar


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.
Mais matérias de Junior Frascá.