Paramore: saindo um pouco do estilo pop punk

Resenha - Paramore - Paramore

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por A. F. Nascimento
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 7

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


PARAMORE, formada atualmente por Hayley Williams, Jeremy Davis e Taylor York e em atividade desde 2004, lançou seu mais recente álbum em 09 de abril, com título de mesmo nome.
5000 acessosAxl Rose: sugerindo prática oral sexual a Paul Stanley5000 acessosLuxúria: uma lista de alguns dos clipes mais sexys da história

Saindo um pouco do estilo pop punk ao qual a banda era associada com seus trabalhos anteriores, em especial o conhecido "Riot!", o álbum "Paramore" chega com mais power pop e elementos eletrônicos do que antigamente. Além disso, o CD todo é, em geral, bem alegre e divertido de se ouvir, apesar de ainda carregar alguns momentos mais... sérios, podemos dizer.

Os singles lançados até o momento foram "Now" e "Still Into You". O primeiro, contagiante e com claras mensagens sobre luta, futuro e a caminhada da própria banda nos últimos anos, engloba boas guitarras e dá um bom espaço para o vocal de Hayley, ainda que com algumas alterações de estúdio; para não falar no emocionante vídeo que acompanha a música. O segundo single, por outro lado, tem letra, sonoridade e até mesmo clipe bem mais leves e de certa forma infantil, mas ainda viciante.

O álbum começa com "Fast in My Car", pop rock e uma pitada de eletrônico misturados, já avisando que a diversão é parte importante do CD; algo que se confirma com "Anklebiters", "(One of Those) Crazy Girls", e a quase-blues "Ain't It Fun", com sua letra agridoce e a óbvia influência de Etta James. Os "interludes", também, no estilo havaiano, dão mais um ar animado ao total. Porém, faixas como "Daydreaming" e "Part II" - que soa perfeitamente como uma continuação de "Let The Flames Begin", com o próprio nome dando a entender isso – deixam um pensamento um pouco mais forte.

"Paramore" termina magistralmente com os quase oito minutos de "Future". Diferente do que a maior parte do álbum apresentou, essa faixa deixa uma marca bem mais profunda, com a voz baixa de Hayley voltando a falar sobre futuro e logo depois deixando o palco para um emocionante instrumental. Acredito que em nenhuma outra música do PARAMORE o instrumental foi tão bem explorado.

Apesar de diferente e, como sempre, não agradar a todos, "Paramore" ainda é uma boa pedida para quem tem um gosto aberto e que consiga avaliar a qualidade da música dentro de sua proposta.

Músicas:

1 – Fast In My Car
2 – Now
3 – Grow Up
4 – Daydreaming
5 – Interlude: Moving On
6 – Ain't It Fun
7 – Part II
8 – Last Hope
9 – Still Into You
10 – Anklebiters
11 – Interlude: Holiday
12 – Proof
13 – Hate To See Your Heart Break
14 – (One of Those) Crazy Girls
15 – Interlude: I'm Not Angry Anymore
16 – Be Alone
17 - Future

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Paramore"

Dave MustaineDave Mustaine
Boatos dizem que ele é tio de Hayley Williams

KerrangKerrang
Os 50 discos mais importantes dos anos 2000

Aquecimento vocal pré-showAquecimento vocal pré-show
O exemplo de James Hetfield

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Paramore"

Axl RoseAxl Rose
Sugerindo prática oral sexual a Paul Stanley

LuxúriaLuxúria
Uma lista de alguns dos clipes mais sexys da história

Corey TaylorCorey Taylor
"Não comprem a playboy da Lindsay Lohan"

5000 acessosSeparados no nascimento: Bruce Dickinson e Leopoldo Pacheco5000 acessosOs dez maiores picaretas da música internacional5000 acessosFrances Bean Cobain: assustada com tatuagem de fã5000 acessosRoger: "Qualquer esquerda, não só a brasileira, é uma merda"5000 acessosIron Maiden: os 10 melhores clipes da história da banda5000 acessosSlayer: Marcelo Vasco fala da emoção de assinar capa do disco

Sobre A. F. Nascimento

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online