Dark Angel: Leave Scars é clássico e obrigatório

Resenha - Leave Scars - Dark Angel

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Seguir Whiplash.Net

Por Pedro Humangous
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Não é a toa que existem tantos jovens hoje em dia praticando o Thrash dos anos oitenta. O que aquela geração criou é simplesmente incrível e invejável. Músicos esbanjando feeling, técnica e criatividade, tudo isso junto em apenas um disco. No caso aqui, estamos falando do maravilhoso DARK ANGEL e seu “Leave Scars”, originalmente lançado em 1988, e agora disponibilizado no mercado nacional através da Shinigami Records.

4414 acessosMetal Hammer: As 22 melhores músicas old-school do Thrash Metal5000 acessosIron Maiden: ouça o baixo de Steve Harris isoladamente

Como se não bastasse ter esse petardo em nossas prateleiras, ainda temos de bônus quatro faixas ao vivo que - apesar da qualidade inferior de gravação em relação às demais faixas - não deixam a desejar.

Falando em qualidade de gravação, para um disco gravado há tanto tempo, fiquei impressionado com o que ouvi aqui. Influências de SLAYER são claras, além de alguma coisa de TESTAMENT e DEATH. Os vocais de Ron Rinehart são nervosos e se encaixam como uma luva ao instrumental. Me lembrou James Hetfield no início da carreira. Falando no instrumental, o que mais podemos dizer quando se tem Gene Hoglan na bateria? O cara é um gênio e apesar da gravação abafada de seu instrumento, mostra toda sua competência.

Destaque para as faixas “Never To Rise Again”, a instrumental “Cauterization” e a longa “The Promise Of Agony” com seus mais de oito minutos de duração. Pra fechar com chave de ouro, a belíssima arte da capa por Chip Simons, com direito ao logotipo feito por Ed. Repka. Clássico e obrigatório!

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Seguir Whiplash.Net

Outras resenhas de Leave Scars - Dark Angel

1962 acessosDark Angel: Não somente aconselhável, mas obrigatório


Metal HammerMetal Hammer
As 22 melhores músicas old-school do Thrash Metal

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Dark Angel"

ThrashThrash
Os dez álbuns essenciais do gênero

Metal HammerMetal Hammer
As 22 melhores músicas old-school do Thrash Metal

MetalMetal
Dez álbuns provam que 1986 foi o ano do Thrash

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Dark Angel"


Iron MaidenIron Maiden
Ouça o baixo de Steve Harris isoladamente

The VoiceThe Voice
Candidato canta Slipknot e passa para a próxima fase

Teoria da ConspiraçãoTeoria da Conspiração
Slipknot troca membros em shows ao vivo?

5000 acessosIron Maiden: poster de Eddie está assustando criancinhas alemãs5000 acessosBobbie Brown: a vida mundana e devassa da musa mor do hard rock5000 acessosMick Wall: "O Black Sabbath não inventou nada, não é pai de nada"5000 acessosHeavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 19845000 acessosSlipknot: Os conselhos de Corey Taylor a jovens em depressão5000 acessosFrances Cobain: "O Twitter deveria banir minha mãe"

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 01 de junho de 2012


Sobre Pedro Humangous

Pedro Humangous, 28 anos, publicitário headbanger. Dono e editor chefe da revista Hell Divine. Santista apaixonado por música e uma boa cerveja. Atualmente reside em Brasília e não poupa esforços para fazer o metal se fortalecer no país. Já colaborou com as revistas portuguesas Versus e Horns Up, além da coluna “Rolo Compressor” na rádio Nucleo Base. Colecionador de CD´s, DVD´s, Livros e Action Figures, concentra suas forças no metal extremo, sem deixar de lado os demais estilos. Fanático por Opeth, Iron Maiden, Trivium, Kreator, Dream Theater, Baroness, Suicide Silence, entre tantas outras. Siga: @PedroHumangous

Mais matérias de Pedro Humangous no Whiplash.Net.