Testament: Como Metal deve soar, pesado, rápido e claro

Resenha - Formation of Damnation - Testament

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rodrigo Noé de Souza
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9


Em 1999, o Testament lançou o álbum The Gathering. Com certeza, aquele disco é imbatível. Das músicas, da produção ao line-up, composto pela bateria do "alien" Dave Lombardo, do baixista Steve DiGiorgio, das guitarras de James Murphy e Eric Peterson, além do vocal fora-de-série do Chuck Billy.

Rock In Rio: filmagem profissional do Torture Squad, Claustrofobia e Chuck BillySeparados no nascimento: Phil Lynott e Tiririca

The Gathering foi (e continua) aplaudido por público e crítica. Nove anos se passaram e, assim como AC/DC e Metallica, eles romperam o silêncio (devastado pelas turbulências que rondaram a banda nos últimos anos) e lançaram The Formation Of Damnation (2008).

Da mesma forma como o Metallica gravou o Death Magnetic, Chuck e Eric chamaram seus antigos companheiros Alex Skolnick (g) e Greg Christian (bx) e o batera Paul Bostaph (ex-Slayer, Exodus e Forbidden) para matar a ansiedade de seus fãs, que torciam por um grande clássico. É lógico que os tempos são outros, porém isso não mudou em nada na carreira do Testament.

Só pelas músicas já valeu cada centavo do meu bolso. Além da capa e encarte, que ficou show de bola. For The Glory Of... introduz o massacre, com More Than Meets The Eye, The Evil Has Landed, além da faixa-título que é o mais puro thrash Metal de primeira, com direito a Chuck urrando.

Aquela fase áurea dos 80s ainda está presente em Dangers Of The Faithless, The Persecution Won't Forget, Henchmen Ride e F.E.A.R., essa última é cortesia de Skolnick. Já Afterlife foi dedicada aos pais falecidos de Chuck e Eric.

Todo o álbum merece ser escutado de cabo-a-rabo. Andy Sneap mostrou a todos como um disco de Metal deve soar: pesado, rápido e claro. Que ótimo que bandas como Testament, Exodus, Death Angel, Forbidden e Whiplash voltaram à mesma garra e energia de sempre.

Thrash 'till Death! Thrash or be Thrashed!

Track List:
1-For The Glory Of... (intro)
2-More Than Meets The Eye
3-The Evil Has Landed
4-The Formation Of Damnation
5-Dangers Of The Faithless
6-The Persecution Won't Forget
7-Henchmen Ride
8-Killing Season
9-Afterlife
10-F.E.A.R.
11-Leave Me Forever


Outras resenhas de Formation of Damnation - Testament

Testament: um disco à altura da lenda do Thrash




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Testament"


Rock In Rio: filmagem profissional do Torture Squad, Claustrofobia e Chuck BillyTestament: Alex Skolnick tocará hino dos EUA em partida da NBA

Testament: O Metal ainda está vivo e bem diz Chuck, após show no Rock in RioTestament
"O Metal ainda está vivo e bem" diz Chuck, após show no Rock in Rio

Rock in Rio: veja vídeos do show de Chuck Billy, Torture Squad e ClaustrofobiaRock in Rio
Veja vídeos do show de Chuck Billy, Torture Squad e Claustrofobia

Rock in Rio 2019: horários do dia do metal passam por pequena alteraçãoRock in Rio 2019
Horários do "dia do metal" passam por pequena alteração

Em 30/09/1994: Testament lançava Low, sexto disco de estúdio

Testament: Por que existem tão poucos gays assumidos no Metal?Testament
Por que existem tão poucos gays assumidos no Metal?

Testament: É uma merda ser pobre e famoso, diz Greg ChristianTestament
"É uma merda ser pobre e famoso", diz Greg Christian


Separados no nascimento: Phil Lynott e TiriricaSeparados no nascimento
Phil Lynott e Tiririca

Semelhança: vocalistas de rock com vozes quase iguaisSemelhança
Vocalistas de rock com vozes quase iguais


Sobre Rodrigo Noé de Souza

Nasci em 1984. Esse ano não é só o início de uma nova democracia, mas também é o ano em que vários discos foram lançados, como Powerslave (IRON MAIDEN), Stay Hungry (TWISTED SISTER), W.A.S.P., Don't Break The Oath (Mercyful Fate), Slide It In (WHITESNAKE), 1984 (VAN HALEN), The Last In Line (DIO) e, o meu favorito de todos, Ride the Lightning (METALLICA). Sou um aficcionado por Metal, desde AC/DC e ZZ Top, até Anaal Nathrakh e Krisiun. Sou Jornalista, blogueiro, facebookeiro, o que for. Quem quiser saber o que eu escrevo, acessem meu blog: www.esporropublico.zip.net.

Mais matérias de Rodrigo Noé de Souza no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336