Resenha - King of Metal - Blaze Bayley

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ricardo Seelig, Fonte: Collectors Room
Enviar correções  |  Ver Acessos

publicidade

Nota: 6

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Blaze Bayley tem uma carreira solo respeitável, repleta de ótimos discos. Álbuns como "Silicon Messiah" (2000), "Tenth Dimension" (2002), "Blood & Belief" (2004) e "The Man Who Would Not Die" (2008) são excelentes trabalhos, que trazem um heavy metal ao mesmo tempo tradicional, moderno e atual. Entretanto, "The King of Metal", sexto disco de estúdio do vocalista, destoa dos anteriores, e negativamente.

Iron Maiden: Nicko McBrain não usa pedal duplo pois já acha um difícil o bastanteBlender: as letras mais repulsivas do Heavy Metal

Bayley Alexander Cooke passou por diversos problemas em sua vida pessoal nos últimos anos. A morte repentina de sua esposa Deborah, em 27 de setembro de 2008, marcou profundamente o vocalista, e não tinha com ser diferente. As letras de "The King of Metal" refletem o complicado momento atravessado por Blaze em sua vida pessoal, com uma transparência poucas vezes vista em um disco de heavy metal. Porém, um álbum não se faz apenas com boas letras.

Ao lado de Blaze estão os guitarristas Thomas Zwijsen e Andrea Neri, o baixista Matteo Grazzini e o baterista Claudio Tirincanti. Produzido pelo próprio Bayley, o disco é decepcionante. As faixas soam repetitivas e pouco inspiradas. A péssima produção torna essas características ainda mais evidentes, puxando tudo para baixo. A performance vocal de Blaze não é das melhores, o que compromete bastante o resultado final. Ouça "Beginning", a última música do álbum, e comprove.

Há poucos momentos dignos de nota em "The King of Metal". O quarteto inicial, com a faixa-título, "Dimebag" (em homenagem ao falecido guitarrista do Pantera e com um bonito solo), "The Black Country" e "The Rainbow Fades to Black" (outra homenagem, agora a Ronnie James Dio), contém os pontos mais altos do disco e, mesmo assim, são composições, no geral, apenas medianas.

É elogiável o fato de Blaze Bayley, apesar de todos os problemas que passou - e ainda está atravessando - em sua vida conseguir lançar um novo álbum. Porém, é triste perceber que "The King of Metal" está muito abaixo não só de todos os seus excelentes discos solo, mas também de tudo o que ele gravou com o Wolfsbane e o Iron Maiden - aliás, vale a pena dar uma conferida em "Wolfsbane Save the World", grande álbum lançado pelo Wolfsbane recentemente, e que é muito superior a "The King of Metal".

Espero que Blaze consiga superar todos os obstáculos que a vida colocou em seu caminho, e volte a gravar álbuns com a qualidade que sempre gravou. "The King of Metal", infelizmente, é um disco indicado, com muita boa vontade, apenas para os fãs.

Faixas:
The King of Metal
Dimebag
The Black Country
The Rainbow Fades to Black
Fate
One More Step
Fighter
Judge Me
Difficult
Beginning


Outras resenhas de King of Metal - Blaze Bayley

Blaze Bayley: Pior trabalho de sua excelente carreira soloBlaze Bayley: História de vida em forma de disco




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Blaze Bayley"Todas as matérias sobre "Iron Maiden"


Iron Maiden: Nicko McBrain não usa pedal duplo pois já acha um difícil o bastanteIron Maiden: cinco versões do clássico "Hallowed Be Thy Name"Iron Maiden: Nicko McBrain toca bateria em banda tributo em Nashville; assistaBruce Dickinson: review da autobiografia Pra Que Serve Esse Botão?Iron Maiden: o brilhante e conceitual Seventh Son of a Seventh Son (vídeo)Vlog Rock: A saga de Charlotte, a prostituta do Iron MaidenCollectors Room: a controversa volta às raízes do Iron Maiden (vídeo)Iron Maiden: local do show diz que fã agrediu segurança antes de ser espancado

Iron Maiden: Dickinson relata em show que seguranças agrediram fã na plateia; vídeoIron Maiden
Dickinson relata em show que seguranças agrediram fã na plateia; vídeo

Iron Maiden: banda fecha parceria com cervejaria curitibana BodebrownIron Maiden
Banda fecha parceria com cervejaria curitibana Bodebrown

Rock in Rio 2019: Iron Maiden prefere tocar mais cedo, diz guitarrista do ScorpionsRock in Rio 2019
Iron Maiden prefere tocar mais cedo, diz guitarrista do Scorpions

Rock in Rio: festival explica por que o Iron Maiden toca antes do ScorpionsRock in Rio
Festival explica por que o Iron Maiden toca antes do Scorpions

Rock in Rio 2019: Iron Maiden abrirá para o Scorpions; veja horários de todos os showsRock in Rio 2019
Iron Maiden abrirá para o Scorpions; veja horários de todos os shows

Em 03/09/1984: Iron Maiden lançava Powerslave, o seu maior clássicoEm 03/09/1984
Iron Maiden lançava Powerslave, o seu maior clássico

Collectors Room: o nascimento de um novo Iron Maiden em Brave New World (vídeo)

Iron Maiden: conheça as versões de Eddie com o passar dos anosIron Maiden
Conheça as versões de Eddie com o passar dos anos

Iron Maiden: Bruce Dickinson explica o seu viagra musicalIron Maiden
Bruce Dickinson explica o seu "viagra musical"

Bruce Dickinson: a depressão e o medo de cantar mal após o câncerBruce Dickinson
A depressão e o medo de cantar mal após o câncer


Blender: as letras mais repulsivas do Heavy MetalBlender
As letras mais repulsivas do Heavy Metal

Porta dos Fundos: Andreas Kisser e a cobrança dos metaleirosPorta dos Fundos
Andreas Kisser e a cobrança dos metaleiros

As regras do New Metal/Nu-metalAs regras do New Metal/Nu-metal
As regras do New Metal/Nu-metal

AC/DC: "Chuck Berry foi o maior babaca que já vi na vida"King Diamond: O que significa ser Satanista?Marty Friedman: "Sim, você pode dizer que sou um hipócrita."Guns N' Roses: por que Axl não mudou nome após Slash e Duff saírem

Sobre Ricardo Seelig

Ricardo Seelig é editor da Collectors Room - www.collectorsroom.com.br - e colabora com o Whiplash.Net desde 2004.

Mais matérias de Ricardo Seelig no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336