RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemFatboy Slim confessa ter se arrependido de conhecer David Bowie pessoalmente

imagemA influente banda que acabou causando a "separação" do Guns N' Roses

imagemQuando Roberto Carlos foi alfinetado por Raul Seixas, mas o Rei gostou do que ouviu

imagemO megahit dos Beatles inspirado em desenho de amiguinha do filho de John Lennon

imagemO grande amor de Renato Russo que durou pouco mas marcou sua vida para sempre

imagemOzzy Osbourne é contemplado com dois Grammy na edição de 2023 do evento

imagemAs polêmicas escolhas do Nirvana para o "MTV Unplugged in New York"

imagemAs 5 bandas confirmadas no Summer Breeze Brasil que não tocarão em outras cidades

imagemO hit da Legião Urbana que Renato Russo considerava "pretensioso e babaca"

imagemQuando o Lynyrd Skynyrd irritou Mick Jagger ao abrir o show dos Rolling Stones

imagemNovo álbum do Angra será o melhor da era Fabio Lione, segundo Felipe Andreoli

imagemA única música tocada no Festival de Woodstock que atingiu o primeiro lugar nas paradas

imagemLendário empresário do Kiss se manifesta sobre acusações de playback de Paul Stanley

imagemBeatles: O processo de gravação do "Let It Be", segundo o produtor George Martin

imagemKiss: Segundo Gene Simmons, Ace Frehley votou pela demissão de Peter Criss, em 1980


Def Leppard Motley Crue 2

Biohazard: Não foi o retorno triunfante que fãs esperavam

Resenha - Reborn in Defiance - Biohazard

Por Junior Frascá
Postado em 22 de janeiro de 2012

Nota: 7

Finalmente chega ao mercado o novo trabalho de uma das bandas mais importantes do hardcore/metal de todos os tempos, o BIOHAZARD. E o disco já veio repleto de expectativas por parte dos fãs, pois a banda não lançava um registro de inéditas há seis anos, e também trata-se do primeiro material com a formação original do grupo - com Evan Seinfeld (vocal, baixo), Billy Graziadei (guitarra, vocal), Danny Schuler (bateria) e Bobby Hambel (guitarra) — desde "State of The World Address" de 1994.

Mesmo com diversos contratempos, seja devido aos projetos paralelos de Billy, seja devido aos compromissos de Evan como ator, a banda sempre conseguiu se manter estável e lançando senão excelentes, pelo menos bons trabalhos (embora alguns sejam bem burocráticos, como o antecessor "Means to an End"), com sua junção entre hardcore, punk, thrash metal e até algo de rap em algumas canções.

E neste novo trabalho, produzido pelo renomado Toby Wright, temos uma banda novamente muito afiada mas que ao mesmo tempo não demonstra a fúria de outrora, e que mostra que ainda tem muita lenha para queimar, apesar de ter ficado com o futuro indefinido devido à saída de Evan logo após a gravação deste material, e que era um dos principais membros da banda junto com Billy.

Neste novo trabalho podemos perceber todas essas influências que marcaram a carreira destes americanos, com canções ora mais tendentes ao thrash metal, como podemos perceber em faixas como "Vengence is Mine" (pesada e vibrante, que tem tudo para se tornar um novo clássico da banda), "Coutdown Doom" (uma pedrada repleta de riffs fantásticos, e um refrão matador) e "Skullcrusher", e outras mais voltadas ao hardcore a ao punk, como em "Reborn" e "Never Give In".

Contudo, algumas outras canções destoam um pouco das restantes, demonstrando que a banda quis inovar em sua sonoridade, mas na grande maioria dos casos acabou por criar passagens estranhas e mais comerciais do que o geral e sem muita criatividade, como em "Decay" (que tem grandes riffs e uma levada mais cadenciada, mas o refrão não ajuda muito), "Killing Me" e "Vows of Redemption" (a pior de todas!), entre outras.

No geral, "Reborn in Defiance" é um bom trabalho, mas não é aquele retorno triunfante que todos os fãs do BIOHAZARD esperavam. Agora é aguardar a nova formação da banda, para sabermos quais serão os novos caminhos a serem seguidos por estes ícones do hardcore.

Reborn in Defiance - Biohazard
(2012 – Nuclear Blast – Importado)

1 - 9:IIIX6.941
2 - Vengeance Is Mine
3 - Decay
4 - Reborn
5 - Killing Me
6 - Countdown Doom
7 - Come Alive
8 - Vows Of Redemption
9 - Waste Away
10 - You Were Wrong
11 - Skullcrusher
12 - Never Give In
13 - Season The Sky


Outras resenhas de Reborn in Defiance - Biohazard

Resenha - Reborn In Defiance - Biohazard

Resenha - Reborn in Defiance - Biohazard

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Stamp

Evan Seinfeld: ele preferriu o mundo pornô à esposa

Nu-Metal: 10 trabalhos que definem as raízes do gênero

Mad Max: inspirando W.A.S.P., Violator, Biohazard e outros

Hatebreed: 5 álbuns cruciais de hardcore, segundo o vocalista


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.
Mais matérias de Junior Frascá.